Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

2017, ano de consolidação da nova ABAV

Associação aposta no diálogo com parceiros e associados para reafirmar novo perfil de atuação no turismo do Estado
Capacitação, organização, relacionamento e expansão foram as palavras de ordem no primeiro ano da gestão do presidente da Marcos Freitas, e sua vice, Fátima Bezerra, na Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV) em Pernambuco. E prometem orientar as ações que serão postas em prática também no ano de 2017.
O primeiro termo diz respeito aos cursos do Instituto de Capacitação e Certificação da Associação Brasileira de Agências de Viagens – ICCABAV, oferecidos periodicamente, pela primeira vez na história da entidade, ao longo do ano de 2016. Foram quatro turmas voltadas a explorar conhecimentos em geografia da Europa, redes sociais, finanças e sobre o novo perfil do agente de viagens exigido pelo mercado. As aulas ocorreram no Hotel Radisson, que foi parceiro na iniciativa.
Para este ano, mais quatro cursos deverão ser realizados. “Os cursos do ICCABAV são uma grande conquista. Pela primeira vez, conseguimos despertar o interesse real dos associados. Em anos anteriores, as vagas não eram preenchidas por desinteresse dos agentes. O fato de termos realizado alguns cursos com lotação máxima demonstra também que o associado voltou a acompanhar as atividades da ABAV-PE e ainda mais, voltou a acreditar na associação”, comenta o presidente, Marcos Freitas. Os temas a serem tratados nas capacitações serão definidos a partir da programação oferecida este ano pelo ICCABAV, que deverá ser anunciada em março.
Relacionamento foi outro ponto em alta em 2016, que deve ser aprofundado ainda mais neste segundo ano de gestão. A presidência da ABAV-PE trouxe para perto dos agentes de viagens os operadores, que foram parceiros em eventos como o Visite Pernambuco, cuja primeira edição foi realizada em Petrolina, e que agora está sendo programado para Caruaru.
“’É a vez de visitarmos o Agreste. Caruaru, Toritama e Brejo da Madre de Deus são algumas cidades com tradição turística na região. Sem falar em Gravatá, que é o terceiro polo hoteleiro do Estado. Queremos realizar o Visite o Agreste ainda neste primeiro semestre”, explica a vice-presidente, Fátima Bezerra.
Assim como em Petrolina, o evento contará com workshop, feira de negócios integrando o trade da região aos operadores, empresas aéreas, hotéis e agentes do Recife, e visita aos pontos turísticos e equipamentos de Caruaru. Uma das intenções do Visite Pernambuco é levar associados e convidados para conhecer as novidades do destino, com o objetivo de que sejam criados pacotes e geradas novas oportunidades de negócios para o trade da capital e do interior.
O bom relacionamento travado atualmente entre a Abav e demais representantes do setor permitiu à associação ainda atuar como parceira de escritórios de turismo de destinos brasileiros e de fora do País. A Abav correalizou road shows e eventos com agentes e operadores locais. O último deles foi com o Uruguai, novo destino com conexão direta do Recife, que pela primeira vez realizou uma intervenção no Recife só para falar dos seus atrativos. Receptivo local, suporte na produção do evento e assessoria de imprensa foram disponibilizados para o evento, que ocupou o hotel Ramada, em Boa Viagem.
A ABAV-PE entende que a integração com representantes dos destinos permite não só capacitar os associados como também fortalecer a imagem da entidade perante o trade nacional. Entre outros eventos do gênero apoiados pela ABAV-PE, estão road shows de Orlando (EUA), da África do Sul e de Gramado. Para este ano, a ABAV-PE já foi contatada pelo escritório da Nova Zelândia, que planeja divulgar seus atrativos no Recife. 
Atualmente, a Abav-PE conta com 70 associados regularizados em todo o Estado. A meta neste primeiro ano é chegar a cem abavianos. No Brasil, a Abav é composta por 3,5 mil agências de viagens. Fundada em 1953 no Rio de Janeiro, a entidade representa mais de 35 mil empregos diretos e cem mil indiretos. Estima-se um impacto em 52 setores econômicos uma vez que as empresas movimentam 85% do mercado nacional de emissão de passagens aéreas, transporte turístico, cruzeiros marítimos, operação de pacotes, locação de automóveis e reserva de hospedagens.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.