Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Por trás dos prontuários eletrônicos

O Ministério da Saúde determinou, no final de 2016, a obrigatoriedade dos prontuários eletrônicos em todas as UBS do Brasil. Dentre os mais de 5 mil municípios brasileiros, pouco mais da metade já aderiu ao sistema. Mesmo com a promessa de melhorias no setor, ficam as dúvidas: Como funciona um prontuário eletrônico? Para quê serve? É só para facilitar o atendimento do médico? Onde vão parar as informações dos pacientes? É seguro?
Para explicar tudo isso, temos a Prontmed, empresa que há mais de 20 anos desenvolve prontuários médicos eletrônicos e gera big data na área da saúde. Ela é a única empresa que trabalha com dados realmente parametrizados, ou seja, os dados são inseridos de forma inteligente e geram uma base de dados gigantesca. Para você ter uma noção, mais de 3 milhões de atendimentos já foram realizados por meio da plataforma, que conta com mais de 25 milhões de resultados de exames integrados. Todas essas informações inseridas pelos médicos já serviram de base para diversos artigos científicos, além de pesquisas clínicas.
O que acham de falar sobre o assunto? O CEO da Prontmed, Lasse Koivisto, pode explicar detalhadamente como funciona um prontuário eletrônico, como as informações são parametrizadas, quais são as possibilidades que o sistema oferece em termos de dados e os benefícios que a tecnologia pode trazer para a saúde no país.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.