Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Secretaria de Habitação fortalece o diálogo com movimentos sociais

O titular da pasta de Habitação, Bruno Lisboa, convidou entidades sociais para novas reuniões, na sede do Órgão, no Recife
O secretário de Habitação, Bruno Lisboa convidou representantes de movimentos sociais de luta pela moradia com o objetivo de fortalecer o diálogo entre o Governo do Estado e as entidades. Com propósito de pontuar as ações em andamento e acertar o início de novos projetos, Bruno recebeu, nesta quinta e sexta, lideranças de oito entidades: Movimento Terra, Trabalho e Liberdade (MTL); Movimento de Luta pela Terra (MLT); Organização e Luta dos Movimentos Populares (OLMP); Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST); Movimento Independente dos Trabalhadores Sem Teto (MIST); Organização e Luta por Moradia Digna em Pernambuco (OLMD-PE), da Central de Movimentos Populares (CMP) e do Movimento pela Moradia Popular de Pernambuco (MPPE).
Ao destacar a importância do diálogo para o avanço das questões sociais, o titular da pasta de Habitação frisou o papel do Estado. “Estamos aqui para ouvir os representantes, selecionar as prioridades e apoiar no que for possível. Ampliar o acesso à moradia é a nossa meta”, afirmou Bruno Lisboa, que esteve acompanhado do diretor executivo de Operações Especiais, Antônio Calixto, e da gerente de Programa Sociais, Raquel Deiga. Lisboa afirmou ainda que sua missão é perpetuar o trabalho de seu antecessor. “É uma gestão de continuidade”, frisou o secretário.
De acordo com o coordenador da MLT, José Adalberto da Silva, a reunião foi fundamental para a entidade. “A gente recebeu essa reunião como um avanço na questão das negociações. Nós temos três grandes ocupações, com cerca de 1,5 mil famílias, e eu acho que o papel da Cehab é reduzir esse déficit habitacional”, salientou José, que, na ocasião, recebeu uma proposta do secretário para a questão das ocupações de São Lourenço da Mata. Já o líder da OLMD-PE, Jailton de Oliveira, que é mais conhecido como Chiquinho, definiu como gratificante a parceria com o Governo, por meio da SecHab. “O secretário Bruno, antes mesmo de assumir o cargo, já mantinha o diálogo com os movimentos quando era diretor de Operações da Cehab. Ele sempre esteve aberto para isso, o que é muito importante porque demonstra vontade política para trabalharmos juntos", completou Chiquinho.
Com a criação da pasta de Habitação, em janeiro de 2015, o Governo do Estado pode ampliar a política de interesse social, envolvendo construção e melhorias casas, urbanização integrada, além de regularização fundiária.
ORGANIZAÇÃO SOCIAL – A dirigente da Central de Movimentos Populares, Valdilene Ferreira, frisou a força da população organizada. “Alguns alegam que a sociedade civil não tem poder de organização. Mas quem melhor administra o salário do trabalhador do que sua própria família. Então, a gente consegue administrar uma obra e muito bem”, disparou Valdilene, que também representa uma instituição que gerencia uma obra na Região Metropolitana do Recife.
O coordenador do OLMP-PE, Paulo André, afirmou que boa parte dos avanços pleiteados pelo grupo está em andamento e que o encontro desta quinta vai levantar a possibilidade de novos projetos. “A nossa intenção é conseguir o apoio do Estado para iniciar novos projetos no setor que possam beneficiar as 10 mil famílias cadastradas”, ponderou Paulo André.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.