Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Célia Sales é eleita prefeita de Ipojuca, com 55% dos votos válidos

A eleição suplementar no município de Ipojuca terminou com a vitória de Célia Sales (PTB), candidata pela coligação Mudança Começa Agora. Célia foi eleita com mais de 31.010 votos válidos, chegando a 55,2% do total. O resultado foi conhecido ainda na noite deste domingo, com 100% das urnas sendo totalizadas por volta das 19h25.
Ao fim da totalização, o juiz da 16ª Zona Eleitoral, Eduardo Burichel, proclamou a eleita e comentou o dia de votação: “O evento hoje das eleições transcorreu dentro da normalidade. Algumas ocorrências pontuais, mas foram totalmente verificadas e resolvidas, sendo os trabalhos feitos da melhor maneira possível”. O magistrado ressaltou ainda a importância do trabalho dos servidores do Cartório Eleitoral, mesários, bem como dos servidores da sede do TRE-PE que se deslocaram até o município para dar suporte ao pleito. Agradeceu também a colaboração do juiz eleitoral Roberto Jordão, deslocado do Cabo de Santo Agostinho, e do promotor Eduardo Leal.
Mais cedo, o presidente do TRE-PE, Antônio Carlos, esteve no município e comentou o clima de tranquilidade. “Montamos uma estrutura com 150 soldados, duas equipes da Polícia Federal, promotor, dois juízes, e um total de 750 pessoas trabalhando nessa eleição. Estou aqui, caminhei pelas ruas, e verifiquei que está tudo bem tranquilo. Sinal de que o povo entendeu que a democracia é boa e para Ipojuca fica melhor ainda com essa serenidade.”.
Durante o processo de votação, foram registrados incidentes com apenas 4 das 188 urnas eletrônicas, que foram prontamente substituídas. Houve ainda a detenção de quatro pessoas, que foram encaminhadas para a delegacia local.

Eleito em 2016 teve candidatura indeferida
As novas eleições em Ipojuca foram realizadas após o candidato eleito nas eleições de outubro, Romero Sales, ter sua candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral. A decisão foi baseada em uma condenação por improbidade administrativa com dano ao erário e enriquecimento ilícito devido a uma viagem feita por Sales em 2008, época em que era vereador.
Após a decisão, o TRE-PE decidiu, em 23 de janeiro, a data da nova eleição para prefeito e vice no município, realizada neste domingo.

Assessoria do TRE PE

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.