Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Gestores de escolas municipais participam de palestra com juiz da Infância e Juventude do Paulista

| Foto: Almir Martins| 

Em Jardim Paulista Baixo, gestores das unidades de ensino da Rede Municipal participaram, nesta segunda-feira (24.04), de uma palestra ministrada pelo juiz da Comarca da Infância e da Juventude de Paulista, dr. Ricardo Alencar. O objetivo do encontro foi o de esclarecer dúvidas acerca de execuções de medidas socioeducativas nas unidades municipais de ensino do Paulista, como o atendimento e acolhimento a jovens que cumprem essas medidas.

Na ocasião, o dr. Ricardo Alencar se mostrou satisfeito, e defende que todo sucesso e bons resultados são frutos de uma boa articulação em rede entre todos agentes envolvidos na proteção às crianças e adolescentes e os profissionais da educação.

“O ponto mais sensível, talvez, desse processo de articulação entre as medidas socioeducativas e o serviço de educação, é exatamente a preocupação com a inserção desses adolescentes dentro dessa comunidade escolar. Há receios quanto a comportamento, quanto à reação da comunidade, e nós tratamos hoje de esclarecer algumas duvidas, e trazer ao conhecimento dos gestores os mecanismos legais que nós dispomos para tratar com essas dificuldades e as respostas que podem ser oferecidas com o auxílio do judiciário’, explicou o magistrado.

Para o secretário de Educação do Paulista, Carlos Junior, um dos objetivos desse encontro foi o de estreitar os laços entre o Poder Judiciário e a Secretaria de Educação. “Sabemos que muitos socioeducandos que vem pra somar mesmo, que ajudam a escola, que querem sair daquela vida que ele entrou em outro momento. Então, é uma solução. Agora, existem outros que não pensam igual. E sabemos  também que o que vai resolver é ter alguém que se envolveu no ato infracional, que entende isso, mas que começar a ter sua recuperação e começa a querer preservar a comunidade através da escola. E a escola tem de estar com as portas abertas”, declarou o secretário.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.