Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Paulo Câmara apresenta resultados do primeiro mês da Operação Prontidão


Ao todo, foram investidos R$ 22,5 milhões em ações assistenciais para a retomada da normalidade nos municípios atingidos

Um mês após as fortes chuvas que atingiram a Mata Sul e parte do Agreste pernambucano, o governador Paulo Câmara apresentou, nesta quarta-feira (28.06), no Palácio do Campo das Princesas, o conjunto de ações realizadas pelo Governo de Pernambuco no atendimento às vítimas, por meio da Operação Prontidão. Ao todo, R$ 22,5 milhões foram aplicados pelo Estado em áreas essenciais para a retomada da normalidade nos municípios. Entre os investimentos estão a antecipação de parcela do Chapéu de Palha, antecipação de 50% do 13º aos servidores das 23 cidades mais atingidas, aquisição e distribuição de alimentos e mantimentos, limpeza das cidades e recuperação dos acessos, manutenção do Hospital de Campanha, em Rio Formoso e o restabelecimento dos sistemas de abastecimento de água, entre outros.

“O trabalho foi muito intenso. As cidades, em sua grande maioria, voltaram a sua normalidade, mas a agente tem um novo caminho pela frente. Vamos continuar o nosso trabalho: agindo, recuperando e investindo no que for emergencial. Enquanto houver risco de fortes chuvas e enchentes, a gente vai trabalhar para dar respostas rápidas a qualquer tipo de transtorno que possa ocorrer”, pontuou o governador, completando: “Vamos iniciar uma nova etapa junto com todos os prefeitos e as prefeitas dos municípios atingidos, a partir da próxima semana, com base nos nossos levantamentos e nas demandas apresentadas. Alguns serviços já podem ser iniciados, como a reconstrução de acessos, estradas e equipamentos públicos e já está no nosso planejamento a execução desses serviços”, destacou.

Desde o dia 29 de maio, 19 escritórios locais em 25 municípios, além do Gabinete de Crise Central, implantado na sede do Governo, no Recife, funcionam interligados para a coordenação das atividades e ações desenvolvidas em todos os municípios afetados. Mais de 55 mil foram desabrigados ou desalojados. Hoje, Pernambuco registra um total de 1.073 desabrigados, 8.204 desalojados e cinco óbitos decorrentes das fortes chuvas de maio. Até o momento já foram arrecadados e distribuídos cerca de 285,9 toneladas de cestas básicas + pronto consumo; 211.200 m² de lonas; 14.480 kits dormitórios; 14.483 colchões; 179,7 toneladas de alimentos avulsos; 210.254 litros de água; 9.693 kits de limpeza; 5 mil kits de higiene; 15,8 toneladas de materiais de higiene e limpeza; e 117,7 toneladas de roupas.

A força-tarefa, acionada para atender de imediato a população, continuará em operação até o restabelecimento da normalidade dos municípios em estado de Emergência. A equipe é composta por técnicos das Secretarias/Órgãos: SEPLAG, CAMIL, CODECIPE, SECHAB, SDS, SES, SETRA, SDSCJ, SAD, SCGE, PGE, SECID, COMPESA, APAC E SERH.

Foi decretado pelo Governo de Pernambuco estado de Emergência (Decretos nº 44.491/2017, nº 44.492/2017 e nº 44.531 /2017) em 27 municípios. São eles: Amaraji, Água Preta, Barra de Guabiraba, Belém de Maria, Catende, Cortês, Jaqueira, Maraial, Palmares, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, Barreiros , Gameleira, Caruaru, Ipojuca, Joaquim Nabuco, Jurema, Lagoa dos Gatos, Primavera, Quipapá, Sirinhaém, Tamadaré, Xexéu, São José da Coroa Grande, Bonito e Escada.