Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Crise nas Instituições brasileiras será discutida no Ponto a Ponto  

A crise em que se encontram hoje as instituições no Brasil atinge não somente o seu funcionamento, mas também a sua legitimidade. No programa Ponto a Ponto deste sábado (22), a jornalista Mônica Bergamo e o sociólogo Antonio Lavareda conversam com Luciana Gross, professora de Direto da FGV/SP. O semanal discutirá o tema “Instituições em Crise?” e será exibido à meia-noite na BandNewsTV. No domingo (23), ganha reprise às 17h30.

 

Para Luciana Gross, que também écoordenadora de Pesquisa e do Mestrado Acadêmico em Direito e Desenvolvimento, que é responsável pelo Índice de Confiança na Justiça (ICJBrasil), que mede a confiança da população no Judiciário, o brasileiro não consegue distinguir qual instituição de fato está em crise. “O cidadão entende que há uma crise, que algumas instituições estão com um debate mais acalorado, mas fazer exatamente a distinção entre o Supremo Tribunal Federal ou a Procuradoria Geral da República é complicado. O que acaba afetando todas as instituições estatais, ou seja, aquelas que organizam a forma de política do Brasil”, explica.

 

Ainda no programa, Antonio Lavareda analisa pesquisa do Datafolha, realizada em junho passado, onde mostra que 83% dos brasileiros confiam nas Forças Armadas. Em segundo lugar, no grau de confiança nas Instituições brasileiras, aparece o Poder Judiciário com 73% e em terceiro, o Ministério Público/Imprensa com 71%.

 

Outro ponto analisado foi a respeito da confiabilidade no Governo Federal, que a partir de 2013 começou a apresentar uma queda, logo após as manifestações. “Mas a partir de 2015 que esse cenário piorou muito e houve uma enorme queda, que até hoje não foi revertida. Verberando também nas demais instituições brasileiras”, enfatizouGross.

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.