Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Noise Viola lança A Canção do Mar do Silêncio no FIG

Grupo faz show, no Palco Instrumental, nesta sexta-feira (28), a partir das 20h

O grupo instrumental Noise Viola é uma das atrações do Palco Instrumental do Festival de Inverno de Garanhuns, na noite dessa sexta-feira. O sexteto, formado por Fred Andrade (guitarra), Paulo Barros (violão), Caca Barreto (baixo), Leonardo César (viola), Cacau (percussão) e Hugo Medeiros (percussão), apresenta as músicas do segundo disco, A Canção do Mar do Silêncio, a partir das 20h.
Formado por profissionais originados do Conservatório Pernambucano de Música, o Noise Viola surgiu nos idos dos anos 90, com o intuito de fazer boa música instrumental, dialogando com o regional e olhando para o contemporâneo. “Voltamos ao FIG depois de muito tempo. Vai ser um prazer tocar no palco que é dedicado especialmente à música instrumental”, explica Paulo Barros.
Gravado no estúdio Carranca, o disco A Canção do Mar do Silêncio foi lançado em abril, em show no Teatro Hermilo. O trabalho reúne 12 faixas, sendo dez assinadas pelo guitarrista Fred Andrade, uma de Paulo Barros (Valsa do Medo, gravada como solo de violão) e uma do violonista Guinga (Nó na Garganta).
“Acho que o grande lance do Noise, que é também o que busco como compositor, é misturar a simplicidade com o sofisticado. Misturar o brejeiro, o simples, que você vai ouvindo e quase espera uma voz, quase vira canção, com um pouco de impressionismo, que o grupo todo curte”, explica Fred Andrade. “O título é bem a cara do Noise Viola. É bem essa mistura, esse jeito de ir do simples ao mais refinado”, salienta Fred.

Ouvindo o disco, é possível identificar baião (Bateu Assas e VoouPasso da SiriemaCatatônica), frevo (FiruliruliruAlguém Anotou a Placa) e um leve toque de maracatu e ciranda. Todas as faixas são instrumentais, com destaque para o violão, a guitarra e a percussão.

Flautas, clarinete, oboé, violoncelo, percussão erudita, tuba, teclado e acordeon, que não compõem originalmente o grupo, estão presentes no CD, em arranjos também assinados por Fred Andrade. Além da participação especial de Guinga, marcaram presença na gravação a contadora de histórias Carol Levy, que faz voz na faixa Casa das Bruxas, marcada por uma levada de bossa nova;  Beto Hortis, que toca seu acordeon em A Canção do Mar do Silêncio, que dá nome ao disco.

SERVIÇO
Show de Noise Viola no FIG. Palco Instrumental (Parque Ruber van der Linden), sexta, 28/7, a partir das 20h. Lançamento de  A Canção do Mar do Silêncio

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.