Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Nutricionista desmistifica as diferenças entre galinha caipira e galinha de granja

Com os escândalos recentes da Operação Carne Fraca, deflagrada Polícia Federal, a carne do frango está tendo um lugar de honra na mesa dos brasileiros. A nutricionista Cláudia Oliveira diz que apesar da carne branca ser essencial, é preciso ter cuidado com a procedência da carne consumida.
“O Frango de granja é criado propriamente para o abate e consumo, seu tempo de crescimento é mais rápido, pois em sua dieta inclui diversos tipos de hormônios, o que modifica bastante o sabor da carne e compromete as condições nutricionais do alimento”, disse Cláudia
“Já a galinha Caipira, carne bastante apreciada pelo homem da roça, possui um valor nutricional agregado devido a qualidade do alimento consumido pelo animal, o qual é criado em ambiente aberto e consome em sua maioria alimentos de origem vegetal e livre de pigmentação (que é usada na ração para dar uma cor mais amarela à gema) ”, disse Cláudia, ressaltando que para quem vive na Cidade, longe de toda calmaria da vida campestre, consumir uma galinha com sabor e rica em proteína é bem difícil.
Pensando nisso, o agrônomo Paulo André decidiu iniciar a produção de galinha caipira em maior escala. Sem utilizar nenhum tipo de agrotóxico na alimentação ou no solo, e nenhum tipo de hormônio nas galinhas, Paulo vem se destacando no mercado por oferecer saúde em forma de alimento. No sítio onde fica a Agroindustrial Vale do Sino, a galinha vive de forma natural, com alimentação e condições de vida semelhante ao vivido em propriedades rurais.
“Nossas galinhas são criadas livres no campo, com espaço para correr e se alimentarem de pasto, além de frutas e verduras produzidas no próprio sítio. Criamos galinhas felizes, nos preocupamos com o bem estar animal e com sua harmonia na natureza”, ressalta o agrônomo, satisfeito com o trabalho desempenhado.
Ainda falando em alimentação orgânica, a nutricionista explica que a carne do frango e da galinha caipira tem sabor e propriedades nutricionais bem diferenciados. “A carne é muito saborosa e com coloração mais escura que a do frango de granja”, destaca Cristiana e explica que essa coloração e sabor se dá porque a musculatura tem maior teor de mioglobina, proteína conjugada necessária para a ave andar e ciscar o dia inteiro.
Cláudia também diz que a carne da galinha caipira além de ser rica em proteínas é, também, fonte importante de energia e de outros nutrientes como vitaminas, minerais e lipídios. “A galinha tem uma carne bastante rica em ferro e nas vitaminas do complexo B, em especial niacina (músculo escuro) e riboflavina (músculo claro)”, destacou.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.