Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

"Os quatro pilares do Ecumenismo"

Os Quatro Pilares do Ecumenismo
Paiva Netto

Em minha obra Sabedoria de Vida, afirmo que o Ecumenismo é a Vontade Universal de viver em Paz. Sem esse conhecimento não pode haver Política, muito menos a de Deus, do Cristo e do Espírito Santo.
Eis os Quatro Pilares do Ecumenismo, preconizados pela Religião do Terceiro Milênio:
1) Ecumenismo Irrestrito (Alziro Zarur);
2) Ecumenismo Total (Alziro Zarur);
3) Ecumenismo dos Corações (Paiva Netto);
4) Ecumenismo Divino (Paiva Netto).

Os Pilares Ecumênicos da Política de Deus
A Política de Deus encontra-se espiritualmente aí, mas irá se consolidar no coração dos seres do Mundo ainda Invisível, que vivem no astral próximo à Terra, e, por consequência, no dos humanos. É sobre aquilo que escrevi e que o dr. Bezerra de Menezes (Espírito) lhes tem aconselhado a estudar bastante: A Abrangente Missão do Templo da Boa Vontade*1. Assim nos fortaleceremos sobre o último dos Quatro Pilares do Ecumenismo*2. Estaremos diante da sublime conceituação da Religião do Terceiro Milênio sobre o Ecumenismo Divino, ou seja, o contato socioespiritual entre a criatura e seu Criador, visto que estamos abordando a Política sob o Critério do Cristo nos Universos, físicos e espirituais. (...) Portanto, a universalização do ser humano, que se integra na sua Origem Divina, tornando-se o Homem-Vertical, quer dizer, o Homem-Espiritual (de que falou Emmanuel no livro Pão Nosso), ou, mais, o Homem-Espírito!
A propósito, até poderíamos chamar esses pilares do Ecumenismo, acerca dos quais tenho tratado com vocês, também de “Os Quatro Pilares da Política de Deus”. Reparem que o terceiro deles, o Ecumenismo dos Corações, traz a sua contribuição social, para que, esquecendo as diferenças separatistas e tantas vezes cruéis — porque sabemos que o único juiz autorizado a nos medir espiritualmente é Deus —, nos preocupemos com o socorro às criaturas terrestres. Dessa forma, lutaremos pela implantação de uma Sociedade verdadeiramente Solidária Altruística Ecumênica.
O Ecumenismo dos Corações é aquele que nos convence a não perder tempo com ódios e contendas estéreis, mas a estender a mão aos caídos, pois se comove com a dor; tira a camisa para vestir o nu; contribui para o bálsamo curativo do que se encontra enfermo; protege os órfãos e as viúvas, como ensina Jesus, no Evangelho, segundo Mateus, 10:8. Quem compreende o alto sentido do Ecumenismo dos Corações sabe que a Educação com Espiritualidade Ecumênica se tornará cada vez mais fundamental para o progresso dos povos, porque Ecumenismo é Educação aberta à Paz; para o fortalecimento de uma nação (não para que domine as outras); portanto, o abrigo de um país e a sobrevivência do orbe que nos agasalha como filhos nem sempre bem-comportados. 
O Ecumenismo Irrestrito, que é também de Jesus, de Seu Poder e de Sua Autoridade, prega o perfeito relacionamento entre todas as criaturas da Terra. Ou seja, o Divino Modelo de Sociedade, pelo qual batalha a Política de Deus: Sociedade Solidária Altruística Ecumênica, base da Economia no futuro, a verdadeiramente solidária. Lembrem-se de que, tantas vezes, lhes disse que a Economia é a mais espiritual das ciências ou arte. Pode parecer curioso a alguns; no entanto, o ser humano de coração bem formado, por princípio, será incapaz de fazer da Economia o caminho para a miséria de multidões.
E o segundo pilar, o Ecumenismo Total, que preconiza a fraterna aliança da Humanidade da Terra com a do Mundo Espiritual Superior e com qualquer civilização que possa haver no Espaço Sideral, também faz parte da União das Duas Humanidades, proposta por Zarur como “a chave do segredo do governo dos povos”.

____________________________
*1 e 2 A Abrangente Missão do Templo da Boa Vontade e Os Quatro Pilares do Ecumenismo — Leia sobre o assunto no segundo volume da coleção Diretrizes Espirituais da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, no capítulo “Quanto à Abrangência do Templo da Boa Vontade”, p. 277, ou na revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!, edição comemorativa dos 10 anos da Academia Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, que traz a Tese de Vanguarda da Religião Divina: Os Quatro Pilares do Ecumenismo.

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.
paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com 



0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.