Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Thawã Ril vence Marcelo Selva e se consagra campeão interino do SLF MMA

O recifense Thawã Ril se tornou detentor do cinturão interino meio-médio – até 77kgs – do SLF MMA ao derrotar o escadense Marcelo Selva, por finalização (Katagatame) aos 4m11s do segundo round, na luta principal da 12ª edição do SLF MMA, disputada na noite do último sábado (8), no Atletico Clube Flamengo, na cidade de São Lourenço da Mata, Região Metropolitana do Recife.

O jogo do recifense foi mais eficaz no confronto. Ambos começaram o duelo andando para frente, mas Thawã cercou Marcelo na maior parte da luta. Aos poucos, o escadense foi perdendo seu ímpeto, fazendo o atleta da Nova União buscar a luta de solo. No primeiro round, Thawã aplicou uma chave de braço e freou o golpe logo em seguida, alegando que seu adversário teria desistido. Marcelo negou que teria se rendido e esta também foi à decisão da equipe de arbitragem.

O segundo round foi parecido com o primeiro. Os atletas buscaram o duelo em pé e Thawã mostrou um pouco mais de atitude. A trocação entre os atletas foi equilibrada até o recifense levar a luta para o chão, onde foi soberano. Mesmo levando vantagem, Thawã teve trabalho. Exercitou o Jiu-Jitsu e aos 4 minutos e 11 segundos, conseguiu encaixar um katagatame e finalizar o atleta de Escada, tornando-se dono do cinturão interino meio-médio da organização.

Ambos reconheceram que o lutador de Recife foi superior na luta. Eufórico, Thawã comemorou e afirmou que tudo saiu como o combinado. “A luta seguiu de acordo com a estratégia. Eu vim para começar trocando e depois levar para o chão. Precisava muito dessa vitória e ela veio”.

Marcelo acrescentou que a mudança de categoria e o peso do adversário foram uns dos fatores principais para sua derrota e aproveitou para cutucar: “A vitória é de total mérito dele, estava muito bem estrategicamente e fisicamente. Eu luto em uma categoria mais leve e o peso foi um fator negativo para mim, mas não há como desmerecer o Thawã”, admitiu.

No co-evento da noite, Juan Carlos vingou o irmão e venceu Rogers Vitor por decisão unânime. Na sétima luta, Nuno Costa venceu Arlan Silva por Finalização (Kimura) aos 1m13s do primeiro round. A sexta luta foi protagonizada por Ulisses Neto, que derrotou Ruan Julio em decisão marjoritária. A quinta luta, também, foi decidida na pontuação. Valde Souza venceu Victor Baracho por decisão unânime.


Os primeiros quatro combates foram todos decididos por nocaute e nocaute técnico. Maicon Mamute venceu Erique Carvalho aos 0:38 do 2º round e Luanderson Tourinho trinfou sobre Alysson Balão aos 1:39 do 1º round. Os nocautes técnicos foram para a conta de Brandon Lopes, que eliminou Julio Célio aos 0:51 do 2º round e Murilo Vieira, venceu Adriano Brito por aos 4:21 do 2º round.

Um dos momentos de destaque da noite foi a “quase” luta protagonizada pelos atletas Cássio Jacaré e Fábio Aguiar. A cena foi de dar inveja a qualquer atleta da WWE. Cássio e Fábio andaram se provocando nas redes sociais e subiram ao octógono do SLF para selarem o confronto. Após as provocações, Aguiar partiu para cima de Cássio, que se esquivou da luta. A confusão só teve fim quando amigos e organizadores separaram os atletas.

O presidente do SLF MMA, Emanuel Bruguelo, afirmou que o evento atendeu a todas as expectativas e que a próxima edição já tem dia e local marcado: “Só tenho a agradecer ao público que compareceu ao evento, foi um sucesso. A próxima edição do SLF será no dia 15 de setembro, na cidade de Pombos”, informou.

A mediação dos combates ficou por conta da equipe do árbitro Glauber Barbosa, que é presidente da associação dos árbitros de MMA de Pernambuco, filiada à Federação Pernambucana de MMA.

Confira os resultados da 12ª edição do SLF MMA

Luta 1: Murilo Vieira venceu Adriano Brito por nocaute técnico, aos 4:21 do 2º round.
Luta 2: Brandon Lopes venceu Julio Célio por nocaute técnico, aos 0:51 do 2º round.
Luta 3: Luanderson “Tourinho” venceu Alysson “Balão” por nocaute, aos 1:39 do 1º round.
Luta 4: Maicon “Mamute” venceu Erick Carvalho por nocaute, aos 0:38 do 2º round.
Luta 5: Valde Souza venceu Victor Baracho por pontos, (decisão unânime).
Luta 6: Ulisses Netto venceu Ruan Julio por pontos, (decisão majoritária).
Luta 7: Nuno Costa venceu Arlan silva por finalização (kimura), aos 1:13 do 1º round.
Luta 8: Juan Carlos venceu Rogers Victor por pontos, (decisão unânime).
Luta 9: Thawã Ril venceu Marcelo Selva por finalização (katagatame), aos 4:11 do 2º round.

Foto: Danilo Mensil

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.