Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Compesa retoma ações do Sistema Pirangí, em Catende, na Mata Sul


A Compesa vai iniciar a recuperação da Estação Elevatória 1 do Sistema Pirangi (sistema de bombeamento) que parou de funcionar desde junho, após as enchentes em Catende.  O anúncio foi feito pelo presidente da Compesa, Roberto Tavares, durante visita hoje (17), aos município de Palmares e Catende, na Mata Sul, acompanhado do diretor de Articulação e Meio Ambiente da companhia, Aldo Santos. Segundo Tavares, a companhia não podia iniciar os serviços de manutenção devido a necessidade das vistorias por parte do seguro. “Com essa pendência resolvida, vamos agilizar as intervenções para o restabelecimento da operação dessa estação elevatória   e assim ampliar a nossa capacidade de bombeamento para cinco cidades do Agreste: Caruaru, Agrestina, Altinho, Ibirajuba e Cachoeirinha, já beneficiadas pela construção do sistema, um investimento de R$ 60 milhões. As águas do rio Pirangi são transportadas por meio de uma adutora de  27 quilômetros de extensão para se interligar ao Sistema Prata, em Bonito, para distribuição nessas cidades.

O presidente da Compesa também aproveitou para vistoriar as obras de ampliação da capacidade de produção do Sistema Prata-Pirangi, um investimento de R$ 2,6 milhões, autorizado pelo governador Paulo Câmara para ampliar de 600 para 900 litros de água por segundo a vazão desse sistema. “As  ações estão a todo vapor e a nossa expectativa que as cidades atendidas por esse novo sistema recebam significativas melhorias na distribuição de água”, antecipa Tavares. Ele revelou ainda que  o empreendimento irá permitir que Toritama seja a primeira cidade de Pernambuco a receber água de Pirangi pelos trechos finalizados da Adutora do Agreste, e em seguida,  Santa Cruz do Capibaribe, dois municípios ainda castigados pelos efeitos de sete anos consecutivos de seca no Agreste Setentrional. Até o final do ano, mais  quatro  municípios também  serão beneficiados: Riacho das Almas, Cumaru, Passira e Salgadinho. “Estamos atuando em ritmo acelerado, conforme desejo do governador Paulo, para que as águas do Pirangí alcancem mais pernambucanos já no final de setembro. Essa obra irá garantir a preservação da Barragem do Prata  durante todos os meses do ano”, finalizou.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.