Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Escritório da Bicicleta foca na análise das demandas de infraestrutura cicloviária


O Escritório da Bicicleta se reuniu novamente. Nesta quarta-feira (8), no Auditório Ribeira do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Estado, através do Programa Pedala PE, promoveu a terceira reunião da instância de gestão participativa. Na pauta do encontro, as demandas da infraestrutura cicloviária.
A ideia da reunião foi a de repassar informações aos órgãos presentes sobre a importância de avaliar as necessidades das infraestruturas cicloviárias existentes nos municípios. “Ao tomarmos essa análise, podemos direcionar o planejamento das ações de implantação do Plano Diretor Cicloviário da Região Metropolitana do Recife (PDC) em cada município e, assim, melhorarmos as condições para a utilização do modal no nosso Estado. É importante esse trabalho de integração com os setores envolvidos neste processo”, ressaltou o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.
O dia foi marcado pelas apresentações de Leticia Bortolon, do Institute of Transportation  and Development Policy (ITDP – Brasil), de Pedro Guedes, da Ameciclo, e de Klauber Teixeira e Renata Campos, ambos do CTM/Grande Recife. Leticia, integrante da organização que trabalha com políticas públicas de mobilidade e infraestrutura urbana, apresentou um tutorial de avaliação da infraestrutura cicloviária, enquanto Pedro, da associação metropolitana de ciclistas, mostrou a metodologia de contagem de usuários do modal. Já Klauber e Renata trouxeram a avaliação da infraestrutura cicloviária nos Terminais Integrados do Grande Recife.
Depois do pontapé inicial, em abril, no qual a tônica foi a apresentação de forma clara das ações do PDC para as instituições presentes, o Escritório da Bicicleta propôs aos gestores municipais o mapeamento das atividades de mobilidade em seus respectivos municípios. Através do feedback de cada município, construiu-se esse terceiro momento, que serve para consolidar a explicação sobre quais tipos de ações serão tomadas especificamente visando à melhoria da ciclomobilidade por meio do Plano Diretor Cicloviário.
Participaram da reunião representantes dos 14 municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR) e outras cerca de 30 entidades integrantes da iniciativa. Lembrando que as funções do Escritório da Bicicleta compreendem coordenações nos âmbitos interno e externo. A coordenação interna está relacionada ao planejamento técnico, à articulação institucional e à execução das ações entre as diferentes Secretarias e órgãos do Governo do Estado de Pernambuco, bem como das 14 prefeituras que integram a RMR, com destaque à implantação da infraestrutura cicloviária prevista no PDC. A coordenação externa está relacionada à participação pública, envolvendo diálogo com ciclistas, setores relacionados com a bicicleta e população em geral, além da publicação de informações e desenvolvimento de campanhas. 
PDC - Lançado em fevereiro de 2014, o Plano Diretor Cicloviário da Região Metropolitana do Recife (PDC) é um documento que contém as diretrizes para implantação da infraestrutura e demais ações necessárias à promoção e ao incentivo do uso da bicicleta de maneira segura pelos ciclistas. O PDC foi construído a partir de diversos estudos e significativa participação de várias instituições da gestão estadual e das gestões municipais da RMR, além da sociedade civil e do setor produtivo.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.