Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Mais de 100 expositores estarão na 5ª edição da MADE



Reconhecida por reunir todos os anos um time de novos designers e nomes consagrados nacionais e internacionais, a MADE – Mercado. Arte. Design se prepara para sua quinta edição, que acontecerá pela primeira vez na Bienal, entre 9 e 13 de agosto com um número recorde de expositores. Serão mais de 100 nomes de diferentes estados brasileiros e também de países como como Bélgica, Coréia do Sul, Suíça, Holanda e Portugal.
“Esse time representa o que há de mais novo, desafiador e criativo no cenário contemporâneo, e o público entrará em contato com suas expressões de design nos mais diferentes suportes, como papeis, tecidos, minerais, plásticos e vidros – todos dialogando com o tema das tramas – uma proposta muito instigante para os apaixonados pelo tema”, avalia Waldick Jatobá, organizador do evento. Com expectativa de receber um público de 10 mil pessoas, a feira ainda apresentará instalações, performances e exposições paralelas, oferecendo um panorama completo de inovações estéticas e funcionais.
Os nomes responsáveis por instigar esses sentidos são: 80e8, Alva Design, Ana Neute, Artemobilia, Ateliê Julia Krantz, Baró Galeria, Bianca Barbato, Bottletop, Bruno Simões, Cadu Silva, Carol Gay, Casa Contemporânea, Casa Costillas, Casa das Artes, Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, Decarvalho Atelier, Eduardo Borém, Elisa Bueno, Érico Gondim, Estúdio Greta, Estúdio Leo Capote + Outra Oficina – Leo Capote + Marcelo Stefanovicz, Estúdio Mameluca para Bolsa de Arte, Estudio NáNí, Estudio Rika, F. STUDIO, Fetiche Carol Armellini & Paulo Biacchi + Infinita Surfaces, Gabbo Torres, Galeria Nicoli, Get Lost Studio, Giacomo Tomazzi Studio, Gustavo Bittencourt, Helena Carvalhosa, Humberto da Mata, Inês Schertel, Ion Project, José Manuel Carvalho Araújo/Alma Design, Leandro Garcia, Leo Di Caprio, II Galeria, Luiza Caldari, Lurca Azulejos, Manu Reyes, Marcos Amato, Margot Delgado, Maria Alves de Lima, Maria Villares, Miriam Andraus Pappalardo, MoBu Atelier, MUMA, Murilo Weitz, Nicole Uurbanus, Noemi Saga Atelier, Nolii, NS|Studio, O Formingueiro, Oficina Ethos, Ofício Lenho, Omar Salomão, Papelaria, Passado Composto Século XX, Paula Juchem, Paulo Goldstein, Pessuto Paissagismo/WV Design, Plantar Ideias+Lao, Rahyja Afrange, Rain, Renata Meirelles, Ricardo Graham /oEbanista, Rodrigo Almeida/Beluzo Design, Rodrigo Ohtake, Rodrigo Silveira, Rosa Pinc + Roberto Romero, Sabrina Borges, Samatha Ortiz, Silvia Beildeck, Studio Andrea Bandoni, Studio Thiago Bicas, Suite Arquitetos, T44 Studio, Thais Costa, Tiago Curioni, Tidelli, Vasconcellos Barreto, Vermeil, UZ.1 – Felipe Uzum, YANKATU – Design com Alma, Woo Design e Zed Nesti.
Confira abaixo destaques e informações sobre as criações de designers que integram essa edição do MADE:

Internacionais:
Studio Plott: Rudi Boiten & Mireille Burger trabalham em seu estúdio coletivo com sede em Eindhoven, Holanda. Ambos os jovens designers experimentam as qualidades dos materiais, com uma forte ênfase na cor, padrão e forma, com um interesse especial no campo de têxteis. Na MADE, os holandeses apresentarão os projetos “Amamos o bolo de fubá. Criamos bolos de fubá” e “Future Textiles”, um trabalho de design gráfico e técnica de impressão em 3D que aumenta a tactilidade em ambos os mundos.

Galerias:
Galeria Nicoli: A galeria foi concebida com o objetivo de promover e fundamentar a discussão sobre o conceito de design-arte, uma das discussões artísticas contemporâneas mais relevantes. Na MADE 2017, apresentará os seguintes trabalhos: Armário EE2672, Banquinho EE2248 e Cadeira de Balanço, criadas pela Outra Oficina e o Vaso Raízes, de Carol Gay , com vidro soprado em base de aço.

Expositores 10m²:
80e8: Formado pelos amigos e sócios Antonia Almeida e Fabio Esteves, o estúdio trabalha a relação entre homem e objeto. A dupla apresentará na MADE a Luminária Medusa, composta por tubos flexíveis de latão/aço, que chamamos de “cabelos” e são maleáveis. Já a Luminária Colher é feita a partir de coisas interessantes do dia a dia, utilizando uma colher de arroz como ponto de partida, conduzindo a eletricidade que alimenta a lâmpada e fazendo assim parte do sistema.
Alma Design: Encabeçada pelo arquiteto português José Manuel Carvalho Araújo, a Alma trará para a MADE peças como talheres de design minimalista que combinam funções: são garfo ou faca em uma ponta e hashi em outra.
Alva Design: A Alva é um escritório de design de mobiliário e objetos, formado pelos irmãos Susana Bastos, artista plástica e Marcelo Alvarenga, arquiteto. A dupla lançará mesas, vasos e poltronas que são frutos do encontro destes dois olhares, o arquitetônico e o artístico, combinando racionalidade e funcionalidade com uma expressiva materialidade.
Ines Schertel: A arquiteta vive em uma fazenda em São Francisco de Paula, interior do Rio Grande do Sul, onde cuida de cerca de 400 ovelhas, que lhe fornecem lã para a confecção de suas peças em feltro rústico. Sua técnica é ancestral e foi aprendida em diversas viagens incluindo o Quirgistao na Ásia Central onde trabalhou com os povos nômades. No evento, lançará o banco Espora e o cesto Musgo.
Oficina Ethos: A oficina apresenta mesas, objetos e uma tiragem especial de uma de suas peças mais tradicionais desenhada pelo designer Rodrigo Calixto: a premiada Banqueta Lótus, feita com diferentes madeiras. Para cada madeira - canela, roxinho, muirapiranga, imbúia, cedro, freijó, vinhático, peroba-mica, jequitibá-rosa e muiracatiara – foram produzidas apenas 10 unidades, totalizando 100 unidades exclusivas e limitadas.

Expositores 5m²:
Ana Neute:Ana Neute teve trabalhos produzidos por grandes nomes da indústria nacional como La Lampe, Riva, Santa Mônica e Artefacto. Em 2015 partiu para a carreira solo e participou das quatro edições anuais da MADE e sua versão em Milão (2015). Nesta edição, apresentará uma linha composta por luminárias, candelabro e lustres marcados por formas redondas, pés metálicos e liguagem contemporânea.
STUDIO Andrea Brandoni: A designer mostrará ao público da Bienal uma coleção de objetos inspirada na cidade de São Paulo. O vasos são feitos com 50% de concreto e 50% de areia reciclada de entulho de construção, possibilitando a segunda vida de um resíduo de intenso descarte e difícil reutilização. A coleção conta também com outros objetos, como pisos, tapumes ou vergalhões em objetos de uso doméstico mais íntimo.
Cadu Silva: A linha Cacique é o resultado de um novo campo de pesquisa sobre a cultura material indígena, objeto de estudo do designer há pouco mais de dois anos. Os diademas (cocares) Bororo (Boé) serviram de referência para cinco poltronas e doze cadeiras em latão escovado e envernizado, devidamente certificados e numerados. Na MADE, Cadu também lançará uma publicação colorida sobre a concepção dos produtos e o conceito da linha.
Decarvalho Atelier: A Poltrona Quadrada, feita de palhinha, couro, madeira e latão, foi o objeto escolhido pelo ateliê para apresentação na feira. Seu desenho partiu de uma forma quadrada e foi se desconstruindo conforme foi evoluindo. O resultado é uma peça gráfica que une o tradicional ao imaginário contemporâneo brasileiro.
Estúdio NáNí: O estúdio é o resultado de um encontro entre a designer têxtil Ana Vaz e a designer de jóias Tatiana Queiroz, que criam esculturas e outros objetos com materiais naturais e tecnológicos (pedra sabão, cordas de nylon e fio de inox que se transformam com tricot, crochet, lapidação, torno). Na edição 2017 do evento, apresentarão as linhas: Xequerê, Bicas, Chandelier, Cipó – Natural, Cipó – Negro, Chandelier Sapê e Tessituras.
Ofício Lenho: O estúdio tem como objetivo criar e produzir mobiliários e produtos autorais, fazendo uso de diversos materiais e texturas. A paixão do designer por materiais como a madeira, o metal, o couro e outros, resultou na Luminária Pistão, Banco Trampoli, Mesa de Centro Lou, Poltrona Hoop, Cadeiras Windsor e Arandela Opa.
F.Studio: Os sócios Fernando Fernandes, Flavia Araujo e Felipe Vargas experimentam a interação estética e estrutural entre materiais como concreto, madeira, ferro e vidro. Lançarão no evento as seguintes peças: Estante PLANA, Banco GRID e Carrinho AMBULANTE.
Get Lost Studio: As referências de atmosfera nostálgica e o desafio de se trabalhar em dupla à distância definiram a coleção do estúdio após uma troca de cartas por correio entre abril e o início de junho. Essas correspondências originaram uma linha de luminárias, lustres e arandelas cujos nomes remetem aos CEPs dos designers e que trazem um estilo clean e funcional, como por exemplo nas luminárias de parede que também servem de cabideiro.
Giacomo Tomazzi Studio: o ponto de partida para o desenho da coleção Natural Design foi o regaste de formas lúdicas e orgânicas utilizadas por Burle Marx em seus projetos paisagísticos e as linhas sinuosas que Niemeyer. O resultado são mesas, relógios e luminárias que remetem a uma arquitetura em pequena escala com formas orgânicas e retas, contrapondo com a solidez dos materiais utilizados e texturas como as pedras, madeira, metal e vidro.
Manu Reys: As novas peças são marcam a estreia da designer com usos de materiais inéditos, Manu está se aventurando no universo da madeira com sobreposições de formas geométricas na Luminária Sunset, Mesa lateral Sobreposta e Mesa de centro Pórtico.
Marcos Amato: O designer apresentará suas peças desenhadas, produzidas e esculpidas a mão e feitas com madeiras especiais para que levem consigo uma história que passe por gerações. A madeira maciça mostra seus encantos com suas características singulares como o desenho dos veios, textura e peso em criações como o banco Barba Negra e a Mesa Kou.
MoBu: o destaque para a MADE será a peça i = MC (infusão = Madeira x Cachaça), feita de vidro e madeira. A garrafa mostra como a madeira em geral é comumente utilizada pela indústria de bebidas há centenas de anos, servindo como aromatizante e ajudando no envelhecimento de diversos tipos de bebida.
Nicole Tomazi: A coleção deste ano da designer remete a sua própria história familiar e fala do valor das culturas trazidas pelos imigrantes. Os vasos e objetos da Coleção Imigrante são feitos em metal e vime, um encontro de dois materiais que se moldam para formar coisas novas, como os imigrantes que aqui chegam todos os dias.
Noemi Saga: Além da estética e funcionalidade, a marca busca uma maior conexão emocional entre as pessoas e produtos. Pesquisas sobre artes, história, tendências e expressões culturais são fontes de inspiração importantes, como a luminária Bamboula, peça que será apresentada ao público do evento com seus pendentes que remetem às dobraduras geométricas.
Nolii: a arquiteta Andrea Macruz lançará a mesa t.or e o vaso l.op, peças inspiradas na vegetação do Cerrado. A mesa t.or é constituída por duas superfícies planas, conectadas e sustentadas por um único elemento central, como se fosse o tronco torcido de uma árvore, já o vaso l.op, apresenta uma rotação ao redor de um eixo central sem deslocamento. Esse efeito é bem visível sobretudo nas cascas de algumas árvores.
NS Studio: a paulista Natasha Schlobach realiza projetos de mobiliários, interiores, curadoria e direção na área de design. Suas novas peças misturam pedras naturais e metais, com recortes redondos que decoram e oferecem funcionalidade para dversas situações, como por exemplo a fruteira que abriga diferentes tamanhos de frutas, além de espelho e mesa.
O Formigueiro: fruto do encontro e troca entre 3 designers, diferentes em talentos e métodos, o estúdio traz um amplo leque de atuação no campo do design. Para esta edição, Caio Bahouth, Lucas Portes e Vinicius Mesquita, apresentam uma linha com fruteira, banco e luminária com bases retangulares, combinando o uso de pedras e madeiras.
Paula Juchem - Dedicada à pesquisa e ao exercicio da cerâmica, a deisgner combina forma às suas ilustrações com forte referência ao seu cotidiano. Para a MADE 2017 desenvolveu uma pequena coleção de 4 cerâmicas únicas, vasos com estampas de peixe que combinam o imaginário popular ao contemporâneo.
Paulo Goldstein: o designer e artista aplica sua experiêncua como ilustrador, escultor e modelista para criar peças que unem diferntes estéticas e funcionalidades. Suas cadeiras são uma combinação nada óbvia de materiais e formas que impactam o olhar e aguçam a imaginação.
Rahyja Afrange: a linha Ginga é inspirada pela rede, forte símbolo da cultura brasileira. A cadeira, poltrona e mesa trazem a madeira cumaru certificada, combinada com a fita náutica que é um material super resistente e ao mesmo tempo flúido e orgânico.
Rodrigo Ohtake: Formado Arquiteto e Urbanista na FAU/USP, o designer cria móveis para compor sua arquitetura. Sua estreia como designer aconteceu na terceira edição da feira MADE, onde apresentará em 2017 a poltrona Cuba, que combina leveza e robustez, com uma combinação de materiais e formas que aguçam o olhar.
RosaPinc + Roberto Romero: Duas linguagens diferentes unidas pelo trabalho artesanal formam uma dupla de expressão com sua matérias primas essenciais como a argila, o ferro e o aço. RosaPinc, artista plástica e designer, e Roberto Romero , artista plástico e escultor, são pura expressão com um trabalho cuja essência se transforma em objetos únicos de pureza e design. Os dois estrearão essa parceria na MADE 2017.
Suite Arquitetos: A marca é reconhecida pela constante inovação na elaboração dos mínimos detalhes por meio da pesquisa de tecnologias e dialogo com as artes plásticas. Para 2017, a proposta de relação entre design e arte ganha visibilidade com bandeja, carrinho de chá e luminárias que desafiam a gravidade com leveza e elegância.
T44: Parceria entre dois irmãos, Dennys Tormen, designer industrial, e Patrick Tormen, engenheiro ambiental, o T44 é sediado em Balneário Camboriú, Santa Catarina. O estúdio de design desenvolve produtos funcionais e duráveis. Na MADE, explorará as diversas funções do design, testando empiricamente conceitos e processos de fabricação.
Vasconcellos Barreto: Juliana Vasconcellos e Matheus Barreto descobriram a paixão pelo desenho de produtos, através da execução de móveis personalizados para clientes do escritório Vasconcellos Studio. Apresentarão tapetes que aliam equilíbrio das formas e detalhes cuidadosamente pensados, agregando um valor emocional distinto a cada um dos objetos.
Woo Design: Aficcionado por uma matéria-prima específica - a madeira – o designer Gustavo Dias utiliza somente espécies certificadas e tem um interesse especial pelas “madeiras de redescobrimento” que são encontradas em caçambas urbanas, árvores caídas, desperdícios da cidade, entre outras formas. Seu destaque para o evento é a cadeira Zara, feita com o material.
Informações do evento:
Data de realização: de 09 a 13 de agosto de 2017
Horários: Quarta a Sexta das 13h às 21h
Sábado das 12h às 21h
Domingo das 12h às 20h
Local: Pavilhão da Bienal - Av. Pedro Álvares Cabral, s/n - Ibirapuera, São Paulo - SP
Valor do Ingresso: Quarta a Domingo: R$ 30,00
*Meia entrada para idosos e estudantes: R$ 15,00

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.