Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Compesa identifica ligações clandestinas em restaurantes e bares do Pina

Delegacia de Boa Viagem foi acionada para registrar a ocorrência; furto estava prejudicando abastecimento de comunidades da região

 

No primeiro dia da ação de fiscalização realizada pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), hoje (5), em bares e restaurantes do bairro do Pina, na Zona Sul do Recife, foram identificadas ligações clandestinas em dois estabelecimentos comerciais da região. Durante a vistoria técnica, que contou com o apoio de peritos do Instituto de Criminalística, foram encontrados os famosos “jacarés” que possibilitavam o furto de água pelos restaurantes Caldinho do Neném e Barraco. A companhia acionou a Delegacia de Boa Viagem para registrar a ocorrência e autuou os dois estabelecimentos pelas irregularidades. O furto estava prejudicando o abastecimento de água dos moradores da região, onde estão localizadas comunidades carentes, como a Beira Rio e do Bode.

A iniciativa da Compesa busca combater as ligações clandestinas que, além de representarem uma parcela significativa dos índices de perdas do sistema, colocam em risco a qualidade da água distribuída pela rede. “A Compesa realiza rotineiramente um trabalho de auditoria de consumo nos seus clientes, tendo em vista que o furto prejudica toda a população. Estamos no momento com uma ação focada nos bares e restaurantes do Recife”, explicou a gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Paula Marília Fontes. A companhia levantou que os estabelecimentos estavam em pleno funcionamento, porém, no sistema Compesa, apresentavam-se como um cliente com água cortada. Amanhã (6), a Compesa e os proprietários dos restaurantes prestarão depoimento na Delegacia de Boa Viagem. Como os dois estabelecimentos estavam cortados, as multas serão aplicadas com base na tarifa de esgoto.

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.