Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Olimpíada Brasileira de Robótica

Após 12 etapas regionais, no próximo sábado (9/9), São Paulo conhecerá os seus representantes para a final nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que acontecerá em Curitiba-PR, no início de novembro. Nesta etapa estadual, 122 equipes classificadas levarão seus robôs para a prova prática e apenas 9 delas sairão classificadas. A competição acontece no Centro Universitário FEI, em São Bernardo do Campo (SP), das 8h às 18h, e é esperado um público competidor de cerca de 450 alunos.
Considerada um dos maiores eventos de robótica do Brasil e da América Latina, a Olimpíada Brasileira de Robótica é voltada para alunos de escolas públicas e privadas e reúne mais de 100 mil estudantes de todo o país e mais de 3 mil equipes competidoras em todos os estados brasileiros.
"A OBR tem como objetivo incentivar os estudantes de hoje a trabalhar com robótica. E isso irá, sem dúvida alguma, colocar o Brasil em evidência internacional no futuro, quando esta tecnologia se tornar ainda mais presente nas vidas das pessoas", destaca o professor da FEI e coordenador da OBR no estado de São Paulo, Flavio Tonidandel.
Na prova prática, os alunos devem construir robôs autônomos aptos a se orientarem em um ambiente fictício de desastre e, sem interferência humana, seguir uma trilha até a "vítima" e resgatá-la. A Modalidade Prática é composta de dois níveis: um voltado aos alunos do ensino fundamental e outro para estudantes do ensino médio e técnico, incluindo aqueles matriculados em cursinho pré-vestibular (em Instituição de Ensino). Os participantes devem ter no máximo 19 anos.
Desta etapa, 5 equipes do ensino fundamental e 4 do ensino médio sairão classificadas e terão a responsabilidade e o orgulho de representarem o estado de origem. A grande final acontecerá na Competição Brasileira de Robótica, em novembro, em Curitiba, Paraná.
Olimpíada Brasileira de Robótica
Organizada anualmente pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC), pela RoboCup Brasil e com apoio do Governo Federal, a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) é uma iniciativa pública dedicada a escolas, professores e alunos vinculados ao ensino fundamental, médio ou técnico. Gratuito e sem fins lucrativos, o evento visa despertar e estimular o interesse pela Robótica e áreas afins, promovendo a difusão de conhecimentos básicos sobre o tema de forma lúdica e cooperativa.
Durante a OBR, são realizadas provas em âmbito nacional, torneios locais, parcerias com universidades, disponibilização de website com material de robótica pedagógica, fóruns para troca de experiência entre docentes, entre outros serviços. Ao proporcionar novos desafios aos estudantes e aproximar a universidade dos ensinos médio e fundamental, o evento identifica os grandes talentos e vocações em Robótica para melhor instruí-los e estimulá-los a seguir carreiras científico-tecnológicas.
Sobre o Centro Universitário FEI
Com 77 anos de tradição, o Centro Universitário FEI é referência entre as instituições universitárias no Brasil, nas áreas de Administração, Ciência da Computação e Engenharia. A Instituição, com campus em São Bernardo do Campo e na capital paulista, já formou mais de 50 mil profissionais, entre engenheiros, administradores de empresas e profissionais da área de Ciência da Computação, muitos ocupando posições de liderança nas principais empresas do País.
Mantido pela Fundação Educacional Inaciana Pe. Sabóia de Medeiros, o Centro Universitário FEI integra a Rede Jesuíta de Educação e agrega marcas históricas de instituições de ensino de São Paulo: Faculdade de Engenharia Industrial, Escola Superior de Administração de Negócios e Faculdade de Informática.

Os cursos oferecidos são Administração, Ciência da Computação e Engenharia – habilitações em Engenharia Civil; Engenharia de Automação e Controle; Engenharia de Materiais; Engenharia de Produção; Engenharia Elétrica, com ênfase em Eletrônica, em Computadores e em Telecomunicações; Engenharia Mecânica e Engenharia Mecânica com ênfase Automobilística; Engenharia Têxtil; e Engenharia Química. Oferece ainda cursos de pós-graduação lato sensu nas áreas de Tecnologia e de Administração, entre outros; mestrado em Administração, Engenharia Elétrica, Mecânica e Química; e doutorado em Administração e Engenharia Elétrica.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.