Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Paulista investe na sensibilização de profissionais da Saúde em relação à política LGBT

Com a proposta de entender e saber lidar com a política LGBT, os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e as recepcionistas da Secretaria Municipal de Saúde do Paulista participaram na tarde desta quinta-feira (21.09), no auditório da Faculdade Joaquim Nabuco, do Seminário de Saúde Integrada da População LGBT. Uma ação em parceria com a Secretaria de Saúde de Pernambuco, que visa sensibilizar os profissionais a respeito do tema.

Na ocasião, eles puderam tirar dúvidas acerca do assunto em questão e entender algumas particularidades necessárias para um melhor atendimento aos usuários da saúde do município. Momentos dinâmicos e esclarecedores fizeram parte da conversa ministrada pelo coordenador estadual da política LGBT, Luiz Valério. Ele trouxe à tona momentos do cotidiano dos profissionais, relacionando com o tema, para que eles possam prestar um atendimento cada vez mais igualitário, entendendo qual o melhor comportamento que deve ser adotado em determinados momentos.

A agente comunitária de saúde, Micherlane Nascimento acredita que esta ação traz benefícios para os profissionais. “Eu só vejo coisas boas. Com esse trabalho poderemos executar nossa função de uma forma ainda melhor e também crescer como cidadãos”, afirmou. “É uma oportunidade excelente para acabarmos com todo esse tabu que envolve o assunto e passamos atender a todos sem nenhum tipo de preconceito”, comentou a recepcionista Simone Nunes.

Segundo a secretaria de Saúde do Paulista, Fabiana Bernart, o trabalho de sensibilização é contínuo e vai atender a todos os profissionais da pasta – que já teve início com a equipe de gestão e, agora, segue com os agentes de território.  “A gente entende que, em saúde, é necessário que tenhamos a sabedoria e a capacidade de atender bem e acolher a todos os usuários dentro das suas particularidades. Os agentes de saúde precisam saber responder a algumas questões, já que trabalham diretamente com o público”, afirmou a gestora. 

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.