Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Primeira-dama do Recife visita Paulista para discutir sobre tratamento da febre reumática nos municípios da RMR


Mais um importante passo será dado pela Saúde do Paulista. Com o intuito de discutir a doença da febre reumática e do seu tratamento mediante o uso da medicação penicilina benzatina, a famosa benzetacil, a secretária de Saúde do Paulista, Fabiana Bernart recebeu, na tarde desta segunda-feira (25.09), a médica Cristina Mello, que é a primeira-dama da cidade do Recife. Começando por Paulista, a ideia da doutora é percorrer os municípios da Região Metropolitana, para fazer uma sensibilização acerca da importância de se descentralizar o diagnóstico e tratamento, já que maior parte é feita somente na Capital.
A partir de agora, a intenção é discutir a doença da febre reumática no território, onde será realizado um trabalho de sensibilização com as equipes de saúde. Posteriormente, a ideia já é dar início ao tratamento com o uso da vacina nos pacientes nas unidades de saúde do Paulista sem que eles precisem se deslocar até a cidade do Recife, ou outro município, para dar continuidade a esse processo.
“É uma parceria inédita que estamos firmando. Vamos levar a proposta para outros municípios também, já que a nossa prioridade é que essa questão seja resolvida para que todos os pacientes consigam receber o melhor atendimento possível, contando com mais espaços para a realização do diagnóstico e do tratamento”, afirmou Cristina Mello.
Além da proposta de sensibilizar as equipes no que se refere à febre reumática, e como ela pode ser tratada e ainda quais os danos que podem ser provocados em pacientes que não realizam o tratamento, a ideia é também facilitar o acesso do paciente a esse procedimento. Outra grande expectativa é de manter esse atendimento para que o paciente conclua o tratamento que é realizado uma vez a cada 21 dias, sem sair do município.
 “A cidade do Paulista já vem fazendo a ampliação do número de unidades que realiza a aplicação da penicilina. É uma iniciativa nossa, onde já estamos trabalhando também por conta das transmissões de sífilis e, principalmente, no tratamento de gestantes para que o bebê não nasça com a doença. Já a febre reumática, é um assunto que não vem sendo discutido no território e que não é muito conhecido”, ressaltou a secretária Fabiana Bernart. 


Foto: Beatriz Lorrany / Prefeitura do Paulista

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.