Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Produtores da Zona da Mata aprendem a melhorar técnicas de produção

Curso aconteceu no Engenho Capibarim. O objetivo é agregar valor aos produtos oriundos da cana-de-açúcar com a adoção de boas práticas de fabricação

Trabalhadores rurais motivados, mas sem saber como ampliar a produção. Essa era a realidade de um grupo de doze pessoas do Engenho Capibarim. Para reverter essa situação, o Serviço Nacional de aprendizagem Rural de Pernambuco (Senar/PE) levou o curso Trabalhador na Fabricação de Melado, Açúcar Mascavo e Rapadura até eles, no município de Aliança, Zona da Mata Norte de Pernambuco.


O superintendente do Senar/PE, Adriano Moraes, explica que o intuito do curso é  ensinar e incentivar os alunos a transformar a cana-de-açúcar em vários produtos. "Para isso, a instituição vai até o ambiente de trabalho do produtor", destaca. Segundo o gestor, a cultura é a principal fonte de renda da região, o que requer atualização contínua e permanente dos profissionais rurais.

Participante do treinamento, o proprietário do engenho Capibarim, Jayron Fernandes (52), falou da importância da capacitação e já projeta novos eixos de atuação. "O Senar despertou nos colaboradores o entusiasmo para um aprendizado, que será útil para toda a vida. Agora, conhecemos os processos de produção do açúcar e da rapadura, e as possibilidades de mercado que esses segmentos permitem. Daqui pra frente, vamos praticar o que aprendemos dentro do próprio engenho", comemora.

Para a instrutora de agroindústria, Mirian Camêlo, a força de vontade dos integrantes do Capibarim tem sido fundamental para o desenvolvimento da atividade. “Com apenas seis meses de inserção no mercado, eles já vão ampliar a variedade de produtos, graças ao investimento em conhecimento técnico”, destacou.

Foram três dias de treinamento (04 a 06/09), com ensino de técnicas que vão desde a limpeza e sanitização dos equipamentos até a diversificação da produção com a fabricação de açúcar mascavo e rapadura.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.