Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Campanha contra as armas nucleares vence Nobel da Paz 2017

Campanha contra as armas nucleares vence Nobel da Paz 2017
Ican é uma coalizão de organizações não governamentais presente em cem países
Reproução/Ican
Lançada em 2007, a Campanha Internacional para Abolição das Armas Nucleares (Ican, em inglês) ganhou o Prêmio Nobel da Paz 2017. Anunciado nesta sexta-feira (6), em Oslo, na Noruega, a Ican foi considerada uma "força motriz" e um "ator líder da sociedade civil" do movimento contra os armamentos.
Ao conceder o prêmio, o Comitê Norueguês do Nobel enfatizou o "sofrimento humano inaceitável" como um argumento importante para a proibição de armas. A organização também enfatizou que outras armas menos destrutivas, como as minas antipessoais, bombas de fragmentação e armas químicas e biológicas já foram proibidas por diferentes tratados.
Formado por uma coalizão de organizações não governamentais em 100 países, a Ican promove a adesão e implantação do Tratado de Proibição de Armas Nucleares das Nações Unidas. Esse acordo global foi adotado em Nova York em 7 de julho de 2017. Em setembro, na Assembleia Geral da ONU, o presidente da República, Michel Temer, foi o primeiro representante a assinar o tratado. O fato foi comemorado pelo Ican.
Durante o discurso de abertura da sessão de debates da Assembleia, Temer falou sobre a importância do tratado e afirmou que o momento da assinatura é histórico e defendeu o desarmamento nuclear e a pacificação entre os países. 
Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ican e da ONU

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.