Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Números que incomodam

Fernando Bezerra Coelho*

Na luta política quando faltam argumentos sobram agressões. Essas são como palavras vazias, não colam, o vento se encarrega de levar. Por isso não perco tempo em comentá-las. 

Como são irrespondíveis os dados de investimento público disponibilizados pela Secretaria do Tesouro Nacional, o Vice-Governador e Secretário de Desenvolvimento Econômico Raul Henry tenta, mas não consegue afastar a verdade que cada vez fica mais evidente para os pernambucanos. Nosso estado desacelerou e agora está atrás do Ceará e da Bahia. E os números indicam que a situação vai piorar. Este ano Pernambuco investirá menos que nos dois primeiros anos. E de novo, muito abaixo do Ceará e da Bahia. 

O secretário devia ser mais cuidadoso com as informações. A projeção de crescimento do PIB do Brasil para esse ano já ultrapassa 0,7%. Mas infelizmente as projeções para Pernambuco não são animadoras. Segundo o recente estudo “Mapa da Recuperação Econômica” realizado pelo Banco Santander e divulgado pelo Valor Econômico, Pernambuco vai ter crescimento Negativo de -0,6%, a Bahia um pouco melhor com -0,3% e o Ceará deverá ter crescimento positivo de 0,5%. 

Na atração de empreendimentos privados, Pernambuco precisa fazer mais. O Ceará no período de 2015 a setembro de 2017 já efetivou investimentos de mais de 9 bilhões de reais, gerando mais de 6.000 novos empregos. Infelizmente, Pernambuco também está perdendo feio pra Bahia. Lá, foram viabilizados investimentos privados superiores a 20 bilhões de reais, gerando mais de 30 mil novos empregos.

Quanto ao ajuste fiscal, o secretário exagera. Em recente estudo feito pelo Centro de Liderança Pública (CLP), em parceria com a revista The Economist e a Tendências Consultoria, no quesito solidez fiscal dos estados brasileiros, quem aparece em primeiro lugar é o Ceará. Alagoas em segundo, a Bahia em terceiro, e o nosso Pernambuco vem apenas na nona posição. 

Para não dizer que não falei de violência, fica a nossa torcida para que os números possam ser revertidos, mas até aqui, as sucessivas mudanças na Secretaria de Defesa Social e no Comando da Polícia Militar, apontam para uma falta de rumo na política de segurança pública do estado. 

Ao logo dos próximos meses vamos aprofundar o debate. Alimento uma grande confiança na construção de um caminho novo para o Pernambuco que amamos e que queremos ver prosperar, resgatando o orgulho de todos nós que aqui vivemos e moramos.

Fernando Bezerra Coelho é senador de Pernambuco

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.