Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Roda de diálogo busca traçar métodos para superar os desafios na Rede Socioassistencial


Uma roda de diálogo foi realizada pela Secretaria de Políticas Sociais e Esportes, junto com o Conselho de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do Paulista (COMCAP), no auditório do Ministério Público do Paulista, nesta quarta-feira (25). A iniciativa, que trouxe o tema “Os Desafios e Entraves na Articulação com a Rede Socioassistencial na Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente”, reuniu membros das Secretarias municipais, entidades não governamentais, Ministério Público e do Poder Judiciário.

Betânia Aguiar, educadora social, falou sobre o dever de cada cidadão. “O caminho é cada um se unir e dar o seu melhor. A responsabilidade está para todos. Devemos parar de culpar os outros e agir para que esse paradigma acabe. A culpa não é de um só, é de toda a sociedade”. 

A diretora de Proteção Social Básica, Cinthia Cavalcanti, comentou sobre a roda de diálogo. “Essa foi mais uma ação alusiva ao mês das crianças. Trouxemos toda a rede socioassistencial para que pudéssemos junto com o ministério publico e o poder judiciário trazer a temática dos maiores desafios e entraves que impedem da rede funcionar como deveria”.

Segundo o presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do Paulista, João Soares, essa atividade irá auxiliar na melhoria da rede. “Com essa roda de diálogo nós podemos ouvir cada componente da rede municipal e as suas dificuldades. Fazendo isso conseguimos traçar estratégias para sanar esses problemas”. O presidente ainda pontuou a maior dificuldade que a rede encontra. “Nossa proposta é criar um grupo de trabalho unido, com uma comunicação mais rápida e eficaz. Pois atualmente a nossa maior dificuldade é a comunicação”. Também compareceu ao evento o juiz Dr. Ricardo de Sá Leitão.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.