Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Saúde do Paulista apoia campanha para doação de medula óssea




Fotos: Beatriz Lorrane/Prefeitura do Paulista


Em apoio a uma campanha #TodosPorHeitor, para a doação de medula a Heitor Ferreira, de apenas 6 anos de idade, a secretária de Saúde do Paulista, Fabiana Bernart se reuniu, na tarde desta terça-feira (11.10), com o pai do garoto, Almir Ferreira, que mora com o filho no bairro do Fragoso, em Paulista. O pequeno Heitor luta contra a leucemia LLA, e seu pai tem esperança de conseguir cada vez mais doadores, não somente para ele, como também para outras pessoas que precisam.

De acordo com Almir, a campanha já teve início há um mês e meio, e nesse período, outras duas famílias foram beneficiadas com a doação de medula óssea. Segundo ele, essa é uma das suas motivações para continuar com a campanha. “Como pai de Heitor, eu me vejo na obrigação de lutar pelo meu filho e peço a todas as pessoas que têm condições de ajudar não só o meu filho, mas como a todas aquelas pessoas que precisam hoje no Brasil”, ressaltou.

Para chegar até a Secretaria de Saúde, o pai do garoto contou com o incentivo da agente comunitária de saúde da USF Fragoso II, Elizângela Ramos, que juntamente com a coordenadora da campanha Vera Prestanista, também esteve presente à reunião. O encontro contou ainda com a participação da superintendente de Atenção à Saúde, Renata Cristiane.

Sensibilizada com a campanha, a secretária de Saúde do Paulista, Fabiana Bernart, destacou que a proposta da gestão é também desmistificar sobre o que é ser doador de medula, e como as pessoas podem fazer para salvar a vida do pequeno Heitor e de tantas outras pessoas.

“Motivados por essa busca do pai de Heitor, estamos construindo na perspectiva de fazer uma semana de sensibilização e desmistificar realmente o que é o transplante de medula, e o que o doador precisa fazer pra gente salvar e a partir daí a gente levantar um número interessante de doadores não somente para o Heitor, como para todas as pessoas que estão na fila hoje aguardando transplante e uma compatibilidade. Então, a ideia que a gente come Secretaria de Saúde puxe esse movimento e apoie o transplante de medula, entendendo a importância disso na vida de muitas pessoas”, finalizou Fabiana.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.