Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

A ESTIVA PERNAMBUCO PEDE SOCORRO...

UMA EXPERIÊNCIA SEM VALOR PARA A ESTIVA 
      Sindicato dos Estivadores nos Portos do Estado de Pernambuco tem sofrido nas mãos da atual gestão que grita aos quatro cantos sua grande experiência na atual administraçãoA VERDADEIRA REALIDADE É QUE A ESTIVA vive uma crise, sem postos de trabalhos, sem salários dignos, sem condições de trabalho, de refeição, sem qualquer valor perante o Sistema Portuário, Acordos de trabalho todos vencidos desde 2011/2012/2013. A Convenção Coletiva de Trabalho vencida há tantos anos foi renovada de forma a NÃO GARANTIR QUALQUER BOM DIREITO PARA ESSA CATEGORIA. DE QUE VALE DIZER QUE TEM EXPERIÊNCIA SE ELA NÃO É USADA FAVOR DA ESTIVA?  
            UM DIRETORIA SEM CONTROLE E TRANSPARÊNCIA 
      Mais grave ainda tem sido a situação financeira do Sindicato, onde a atual diretoria deixou de prestar as devidas contas de nossas contribuições, do dinheiro que roda no nosso Sindicato nos prazos estabelecidos no Estatuto desta Casa, uma vez que, pelo menos no período de 01/2015 à 07/2017, deveriam haver sido prestadas contas em 07/2015,01/2016, 07/2016, 01/2017 e 07/2017, entretanto, conforme balancetes de prestação de contas, a Diretoria apenas procedeu com prestação de contas nos meses de 11/2016, referente ao ano de 2015 e no mês de 14 de julho de 2017, referente ao ano de 2016. 
Caixa de Texto      O que esta acontecendo com nosso dinheiro? Onde ele tem sido gato e com quem? Porque tanta dificuldade em agir com clareza e transparência? O que estão tentando esconder?    
   DESCOBRINDO OS ROMBOS... 
Por fim, mais uma vez a experiência da atual gestão do Sindicato deixa à desejar, uma vez que em busca por transparência e dignidade dessa diretoria foi descoberto mais um rombo financeiro cometido pelo atual Presidente. Nosso Sindicato está com uma dívida de mais de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais), só de IPTU. Esse débito pode ser executado na justiça e corre-se o risco de perder todo patrimônio do Sindicato e ainda ter as contas bloqueadas o que causará um imenso prejuízo a classe da estiva. 

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.