Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Em pouco mais de um mês, projeto leva contação de histórias a cerca de 2 mil crianças de Petrolina

Um projeto de contação de histórias infantis está transformando a relação entre as crianças e os idosos de Petrolina. Lançado em setembro pelo prefeito Miguel Coelho, o projeto ‘Vovô Amigo’ tem circulado pela cidade levando histórias de forma lúdica às crianças atendidas nas creches municipais e também nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).
Em pouco tempo, o projeto idealizado pela primeira-dama, Lara Secchi Coelho, conquistou a comunidade envolvida e já conseguiu atender cerca de 2 mil  crianças petrolinenses. As encenações realizadas semanalmente, já mobilizaram mais de 50 idosos assistidos no Centro de Convivência Vó Pulú, Mimi Cruz e também de idosos acompanhados pelos Cras.
Fantasiados de Chapeuzinho Vermelho, Lobo Mau e Caçador, os idosos transformam-se nos personagens principais e narram, com estusiasmo, a famosa história para os pequenos espectadores. Além do momento de descontração proporcionado pela narrativa, os idosos também estão tendo suas vidas transformadas através da interação social.
Segundo a idealizadora, Lara Secchi Coelho, o projeto tem promovido um relevante resgate social e afetivo na relação entre os idosos e as crianças. “Esse projeto tem buscado ensinar valores importantes para nossa criançada, contudo, o mais bonito de todos esses encontros é como isso tem mudado a vida dos idosos. A cada encenação nossos vovôs e vovós ficam mais motivados e inspirados, criando um importante sentimento de valorização e autoestima", disse.
Projeto – O projeto ‘Vovô Amigo’ já levou contação de história a cerca de 10 Cras e 16 creches municipais. Até o final do ano, o projeto deve alcançar 30 unidades de assistência social e educação da rede municipal.
Para aprimorar o projeto, a prefeitura firmou uma parceria psicopedagógica com o curso de psicologia da Univasf e realizou oficinas para ampliar o talento dos idosos. Durante as atividades, os idosos não apenas contam histórias como também interpretam personagens, e acima de tudo, participam da reintegração social tão fundamental para o bem estar na terceira idade. Segundo dados do IBGE, Petrolina tem atualmente uma população de mais de 23 mil idosos.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.