Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Funase dá continuidade às capacitações em Práticas Restaurativas que vai beneficiar 240 servidores da Capital e do Interior

Após os cursos de Comunicação Não Violenta e Introdução à Justiça Restaurativa, 80 alunos serão capacitados como facilitadores
para disseminar essa nova filosofia nas unidades


Dando continuidade às capacitações em Práticas Restaurativas, servidores da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), lotados na Capital, participaram do curso de Introdução à Justiça Restaurativa. Aulas foram ministradas pelo psicólogo clínico e Juiz da Criança e do Adolescente do Recife, Élio Braz Mendes, entre os dias 1 e 3 de novembro. Essa foi a primeira turma desse curso. Outras, incluindo no Interior, acontecem até o fim do mês.

Na Funase, as práticas de Justiça Restaurativa começaram a ser introduzidas no final do ano passado, a partir do projeto “Semeando uma Cultura de Paz: as Práticas Restaurativas como Ferramentas da Socioeducação”. O projeto é uma das ações previstas no Plano de Ação de Curto Prazo da Funase, aprovado pelo Governador Paulo Câmara e lançado em abril deste ano.

Essa série de capacitações irá beneficiar 240 servidores e teve início em outubro deste ano, com aulas sobre Comunicação Não Violenta (CNV), ministradas pelo professor doutor e coordenador do Espaço de Diálogo e Restauração da UFPE, Marcelo Pelizzoli. A atividade é conduzida pelo Laboratório de Convivência, sob o comando da psicóloga Mônica Mumme, que, em Janeiro, ministrará a formação de 80 facilitadores em Justiça Restaurativa, com certificação reconhecida em todo