Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Igualdade Racial e empoderamento são temas do IX Seminário Cultura e Consciência da cidade do Paulista


Com o tema “Jovens Negros na Sociedade: Vulnerabilidade e Perspectivas, o IX Seminário Cultura e Consciência da cidade do Paulista foi realizado com sucesso. O evento, que aconteceu nesta quinta-feira (23.11), no Senac, em Jardim Paulista Baixo, reuniu professores, gestores, supervisores e técnicos da rede municipal de ensino. A ação, coordenada pela Secretaria de Educação da cidade, é mais uma iniciativa do governo municipal, que reforça a luta da atual gestão, pela igualdade racial e o empoderamento da população negra.
Durante o evento, além de contação de histórias ritmizadas, foram realizadas apresentações de danças afro brasileiras, por estudantes da Escola Municipal Jaime Bold. A iniciativa também contou com palestras ministradas por Maria Elisabeth Santiago (Mãe Beth de Oxum) e pelo professor da UFRPE, Moises Santana. De acordo com o coordenador do Ensino Fundamental, do 6º ao 9º, da Educação do Paulista, Inaldo Ferreira, o seminário é uma culminância das ações que são trabalhadas durante todo o ano na rede de ensino.
“Nosso trabalho com a questão étnico- racial, vai desde a educação infantil, até a educação dos jovens e adultos. Essas discussões sempre são ampliadas para todas as estâncias da rede. O objetivo é trazer tudo o que foi trabalhado durante o ano, mostrando as atividades que foram executadas sobre os temas da cultura afro- brasileira e étnico racial, tudo isso fazendo alusão ao mês da consciência negra”, explicou.     
O gerente de Igualdade Racial do Paulista, José Rufino, falou sobre a importância dessas ações no município, que ajudam a reforçar e ampliar a luta pela igualdade racial. “É necessário que nós tenhamos voz e que possamos chegar ao poder. Chegamos, fizemos, mas ainda não é o suficiente, pois os crimes contra a população jovem negra aumentam a cada dia no país. Além de tudo que já foi feito no município, Paulista segue firme na luta, através da construção dos fóruns temáticos para 2018 e a criação do observatório étnico-racial, que vão estar juntos com a sociedade civil, governo, ministério público, grêmio estudantil e as comunidades de base. Com isso, dentro desses organismos, vamos poder monitorar essas políticas públicas afirmativas, para que essa criminalidade contra os negros seja sanada”, ressaltou.
“A gestão do prefeito Junior Matuto sempre teve a preocupação de discutir o racismo nas escolas, assim também como a homofobia, entre outros temas, que precisam ser debatidos. Estamos nos esforçando e seguindo firme na luta, debatendo com a sociedade e trabalhando dentro das escolas toda essa temática da igualdade racial, para que todo esse preconceito seja combatido. Precisamos conviver um com o outro, com equidade e respeito. Iniciativas como essa são de grande importância para que esse segmento avance e a nossa luta continue cada vez mais forte”, finalizou o secretário de Educação do Paulista, Carlos Junior.  

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.