Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Gordura boa diminui chance de morte por câncer  

O excesso de peso, muitas vezes associado ao consumo de gordura, tem sido uma preocupação para os brasileiros. Em 2017, pesquisa do Ministério da Saúde confirmou que, em 10 anos, a obesidade no Brasil aumentou 60%. Com a divulgação de números como esses, a gordura acaba sendo sempre a vilã nos consultórios de nutricionistas e médicos.

 

Mas segundo a nutricionista Luciana Araújo, da Oncoclínica Recife, existem gorduras boas que são importantes para o organismo e podem fazer falta para o seu bom funcionamento. As gorduras podem ajudar na redução do colesterol ruim (LDL), na regulação dos níveis de insulina e na diminuição da pressão arterial. “Temos que ficar atento à forma de preparo. Na fritura, os óleos se transformam, oxidam e geram substâncias nocivas que colaboram para o desenvolvimento de certos tipos de câncer, por isso o ideal é não preparar frituras ou então utilizar o azeite de oliva, que é mais estável ao calor”, explica Luciana.

 

Outro exemplo de gordura saudável é a encontrada nas oleoginosas, como nozes, castanhas e amêndoas, ricas em ômega-3. Estudo americano, divulgado em 2017, investigou a relação entre o consumo de nozes e melhores taxas de sobrevida em pacientes com câncer de cólon. A pesquisa demonstrou que os doentes que consumiram cerca de 57 gramas ou mais de nozes, por semana, tiveram chance 42% menor de recorrência da doença e 57% menos chance de morte em comparação com aqueles que não ingeriram o alimento. 

 

Luciana ainda atenta para a má fama da carne vermelha, uma das primeiras a ser cortada da lista por quem quer optar por uma vida mais saudável. “A carne vermelha não precisa ser cortada completamente do nosso cardápio. Ela pode ser consumida uma ou duas vezes por semana. O que devemos evitar são as carnes processadas, como salsichas, carnes enlatadas e frios.”

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.