Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

🎶🎭🎉PROGRAMAÇÃO DAS BANDAS DO BACALHAU NA VARA DE PARATIBE🎶🎭🎉🎶🎭🎉



🎶🎭🎉🎶🎭🎉🎶🎭🎉🎶🎭🎉🎶🎭🎉
O Bloco Bacalhau na Vara – considerado um dos maiores da Região Metropolitana do Recife – animará uma multidão pelas ruas do bairro de Paratibe, na Quarta-feira de Cinzas (1º.03). A concentração está marcada às 10h, na Avenida Lindolfo Collor, em frente à sede da agremiação.
Um efetivo de 600 homens ficará encarregado de manter a ordem e garantir tranquilidade ao longo do percurso do Bacalhau. O contingente conta com profissionais do 17º BPM, Guardas Municipais, Agentes de Trânsito, Bombeiros Civis, além de seguranças privados.  
Ao todo, nove trios elétricos animam a festa, que terá shows com artistas locais e da região. Maestro Spock é atração confirmada. Confira os demais artistas que animam o desfile do bloco:
Ed Carlos (grande homenageado) / Almir Aviles / Ana Alves / Ricardo Alegria / Carlinhos Caetés / Mil Milhas / Ynove / Cristiano Diniz / Neto e Diego / Bolsa de Madame.

Programação das atrações do desfile do Bacalhau na Vara 2017
(Lista sujeita a alterações)

Horário: 11:00
Paratibe - Paulista - PE

01- GERALDINHO LINS
02- MIL MILHAS
03- BANDA YNOVE
04- ED CARLOS
05- BELEZA PURA
06- BANDA LUARÁ
07- BANDA ESTRELAS 
08- NETO E DIEGO
09- BOLSA DE MADAME

Com orçamento enxuto, Carnaval do Paulista aposta nos blocos de bairro e artistas da terra para fortalecer a cultura popular da região

Mantendo a tradição de apoiar os blocos de bairro e os artistas da terra, o Carnaval 2017 do Paulista promete animar os foliões e fortalecer a cultura popular da região. Mesmo diante de um cenário de crise econômica, a Prefeitura do Paulista não mede esforços para realizar a festa, que terá um custo reduzido, graças às parcerias e os ajustes financeiros realizados pela Secretaria Municipal de Turismo e Cultura. Neste ano, o investimento nos festejos de Momo será de R$ 500 mil.
Parcerias com o Governo Federal, através do Ministério do Turismo; do Governo de Pernambuco, por meio da Empetur e da Fundarpe; além do incentivo da iniciativa privada, através do patrocínio das empresas Turquesa, Inove Life, e do Banco Bradesco, foram fundamentais para viabilizar a realização do evento na cidade.
Em 2017, a gestão municipal está apoiando as agremiações com carro de som, trios elétricos, mini trios, além de orquestras de frevo. Ao todo, 40 blocos serão apoiados pela prefeitura para fazer a animação nos quatro cantos da cidade, descentralizando a folia e valorizando as diversas manifestações culturais.   

HOMENAGEADO
O cantor pernambucano Ed Carlos será o grande homenageado do Carnaval do Paulista 2017. A escolha por parte da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura se deu pela forte ligação que o artista possui com a cultura da cidade. Com mais de duas décadas de carreira, ele já apoiou e participou de diversos eventos no município, sempre enaltecendo as tradições e raízes culturais da região. Embora seja figura marcante, Ed Carlos ainda não havia recebido um convite dessa natureza.
“Ao longo da minha trajetória artística, recebi alguns prêmios e homenagens, mas esse convite foi muito especial. Estou bastante feliz por esse reconhecimento da prefeitura”, comentou o cantor, que no ano passado abriu as festividades de Momo na cidade ao lado do prefeito Junior Matuto.
Ed Carlos tem 48 anos, nasceu no Recife, mas escolheu Paulista para morar. O cantor já residiu nos bairros de Maranguape I, Paratibe e, atualmente, está em Pau Amarelo. Há mais de 30 anos na cidade, Ed Carlos se tornou referência para os artistas locais e do Litoral Norte, defendendo a tradição da Ciranda e demais manifestações culturais da região. Algumas músicas do cantor exaltam Paulista e suas belezas naturais, como a Praia de Maria Farinha.

FOLIA CARNAVALESCA
Desta sexta-feira (24.02) até a Quarta-feira de Cinzas (1º.03), Paulista terá animação em diversos pontos da cidade. A brincadeira promete agradar todas as idades. Confira alguns blocos:

SEXTA-FEIRA (24):
Bofe de Elite – Arthur Lundgren 2 Baixo – às 19h;
Rua Petrolina, próxima à Escola Municipal Prof. Rubenita Cavalcante   

Fundo de Quintal – Vila Torres Galvão – 19h;
Em frente ao antigo Bar do Coelho.

DOMINGO (26.02):
Salsichão – Mirueira – 10h;
Campo do Rivaldão

Pelada do Sururu – Jardim Maranguape – 10h;
Terminal de Ônibus

Virgem Pelada – Jardim Velho/Paratibe – 16h;
Em frente ao SESI de Paratibe

Paranóia – Jardim Paulista – 17h;
Estação Elevatória da Compesa.

SEGUNDA-FEIRA (27.02):
Os PlayBoys – Arthur Lundgren 1 – 10h;
Lava-jato Paulista

As Katraias – Pau Amarelo – 10h;
Próximo ao Bar do Daniel

Caramelo (bloco infantil) – Paratibe – 16h;
Campo do Mangueirão

TERÇA-FEIRA (24.02):
As Melindrosas – Eng. Maranguape – 10h;
Próximo a Escola Estadual Maestro Nelson Ferreira

Bloco do Palhacinho – Jardim Paulista – 16h;
Próximo ao posto de combustíveis desativado

QUARTA-FEIRA DE CINZAS (1º.03):
Bacalhau na Vara

O Bloco Bacalhau na Vara – considerado um dos maiores da Região Metropolitana do Recife – animará uma multidão pelas ruas do bairro de Paratibe, na Quarta-feira de Cinzas (1º.03). A concentração está marcada às 10h, na Avenida Lindolfo Collor, em frente à sede da agremiação.
Um efetivo de 600 homens ficará encarregado de manter a ordem e garantir tranquilidade ao longo do percurso do Bacalhau. O contingente conta com profissionais do 17º BPM, Guardas Municipais, Agentes de Trânsito, Bombeiros Civis, além de seguranças privados.  
Ao todo, nove trios elétricos animam a festa, que terá shows com artistas locais e da região. Maestro Spock é atração confirmada. Confira os demais artistas que animam o desfile do bloco:
Ed Carlos (grande homenageado) / Almir Aviles / Ana Alves / Ricardo Alegria / Carlinhos Caetés / Mil Milhas / Ynove / Cristiano Diniz / Neto e Diego / Bolsa de Madame.

ENCONTRO DE BLOCOS LÍRICOS
Um grande encontro de blocos líricos será realizado no segundo domingo de março, dia 12, no bairro do Janga. A programação faz parte dos atrativos da feira de artesanato e de comidas típicas Arte na Orla. As agremiações carnavalescas vão desfilar pela Avenida Beira-mar, na altura da Praça das Quatro Torres, agitando moradores, comerciantes e turistas. Oito blocos líricos farão parte da animação. 

Encontro de maracatus celebra tradições em Olinda

Foto: Thiago Bunzem/Prefeitura de Olinda
Olinda fez reverência à tradição e à cultura, nesta segunda-feira (27), recebendo o 27º Encontro Estadual de Maracatus de Baque Solto, sediado no bairro da Cidade Tabajara. A manifestação, uma das mais expressivas de Pernambuco, exalta o cotidiano do homem do campo, trazendo cores, batucada e muita alegria. O prefeito Professor Lupércio saudou os mais de 20 grupos que vieram à cidade, ao lado do secretário de Cultura e Patrimônio, Gilberto Sobral. A programação faz parte da 13º edição do Carnaval Mesclado, na Casa da Rabeca, que segue até a terça-feira (28), atraindo os olhares de moradores e visitantes.
A magia do maracatu já ultrapassa gerações na família do agricultor Severino Deodato, de 64 anos, morador do município de Lagoa do Carro, a 80 km de Olinda. Ele conta que o costume começou ainda com o avô, passou pelo pai e hoje ele já transmite para os filhos e netos. “É uma alegria que não tem explicação, motivo de muito orgulho”, revelou. A história se repete na casa de dona Sebastiana de Lourdes, 53, que veio de Glória do Goitá. “Quem está de fora não consegue entender essa emoção”, afirmou.

Polo Erasto Vasconcelos é sucesso de público com shows da cena local em Olinda

Show de Academia da Berlinda abriu a terça (28). Foto: Daniel Ferreira/ Prefeitura de Olinda
Este ano o Carnaval de Olinda destinou um polo especialmente para a cena musical local. O Polo Erasto Vasconcelos, localizado no Sítio de Seu Reis, ao lado da Praça do Carmo, no Sítio Histórico da cidade. Com programações diárias desde o sábado (25) até esta terça-feira (28), começando sempre no final da tarde, o palco recebeu nomes como banda Eddie, Ave Sangria e Karina Buhr e Isaar.  Ao todo 23 atrações, todas de Pernambuco e, na grande maioria, de Olinda.
Nesta terça-feira (28.02), último dia do polo, quem abriu a programação foi a banda olindense Academia da Berlinda, que subiu ao palco às 16h, seguida das atrações de N’Zambi, Ganga Barreto, Zé Cafofinho, Marcio Oliveira e Banda Víruz.  Diante de uma plateia lotada, a banda se orgulha de tocar no polo. “É como tocar no quintal de casa”, diz o baixista Yuri Rabid. Para o vocalista Tiné, ter um espaço como esse no Carnaval faz toda a diferença. “É massa porque o nosso público é bem maior quando a gente toca aqui”, conta.

Otto leva público ao êxtase no Pátio de São Pedro


Otto levou público ao êxtase no Pátio de São Pedro. Foto de Leo Mortta/ PCR


O Pátio de São Pedro ficou lotado nessa segunda-feira (27) de Carnaval por causa dos shows de Otto, Maciel Salú e da Família Salustiano, além de Ana Lúcia do Coco e Cristina Amaral. O show mais aguardado da noite foi o do cantor, compositor e percussionista Otto, que subiu ao palco depois da meia noite desta Terça-feira Gorda (28).

O músico pernambucano disse que o show foi um dos últimos da turnê batizada de “Recupera”, em que ele mistura músicas de todos os álbuns, resgatando canções que normalmente não aparecem no setlist de suas apresentações. Depois do Carnaval ele espera lançar seu novo disco, “Ottomatopeia”.

Otto levou o público ao êxtase com sucessos autorais como “Exu Parade”, “Dias de Janeiro”, “TV a Cabo”, “Quem Sabe Deus”, “Lavanda”, “Saudade” e “Cuba”. Com sua marcante presença de palco, o cantor dançou bastante e fez o público dançar e cantar junto com ele. “Amo tocar no Pátio de São Pedro, que é um dos lugares mais bonitos e charmosos de Pernambuco. É uma honra fazer show aqui na minha capital maravilhosa. Adoro fazer esse público dançar”, disse o ex-percussionista da primeira formação da Nação Zumbi e do Mundo Livre S/A, que estava com os cabelos pintados de rosa.

RABECA – Antes do show de Otto, a rabeca tomou conta do Pátio de São Pedro. Trajado com um vestido vermelho com dourado, grandes brincos dourados e colares coloridos, o rabequeiro, cantor e compositor pernambucano Maciel Salú uniu a tradicional rabeca ao som eletrônico, mesclando músicas de seus quatro CDs com duas músicas novas que farão parte de seu próximo álbum: “Maracatu sem lei” e “Chegou Pereira”. O novo disco será gravado neste primeiro semestre, para ser lançado em 2018.

Antes da gravação do quinto álbum, o filho do Mestre Salustiano (um dos principais rabequeiros de Pernambuco, que faleceu em 2008) iniciará uma turnê para levar o quarto CD, “Baile da Rabeca”, a nove cidades brasileiras, a partir de maio. O trabalho passa por diversos ritmos, como forró de rabeca, samba, marchinha, coco e cúmbia. No fim da apresentação, Maciel Salú saiu do Pátio de São Pedro para se apresentar no Marco Zero, onde tocou junto com a Orquestra Contemporânea de Olinda, da qual faz parte.

Também responsável por manter vivo o legado cultural deixado pelo Mestre Salustiano, a Família Salustiano e a Rabeca Encantada foi outra atração da noite desta segunda. Com mais de 20 músicos e dançarinos brincantes em cena, o espetáculo de música e dança foi um encontro de gerações da família Salustiano, num lindo show que misturou maracatu, coco, cavalo marinho, caboclinho e ciranda. As únicas músicas não autorais foram os dois frevos que encerraram a apresentação: “Elefantes” e “Vassourinhas”. O grupo existe desde 1995.

Recbeat brilha nesta segunda com os shows da cubana La Dame Blanche e As Bahias e a Cozinha Mineira

Nessa segunda-feira (27) de Carnaval, o Polo Alfândega brilhou. Primeiro os foliões mirins curtiram muito frevo com a banda infantil Tio Bruninho. Sereias, super heróis e até a Joaninha, Íris Santiago, de quatro anos, que foi curtir com os pais. “Ela adora carnaval, desde bebê trazemos ela para o Recife Antigo. Gostamos bastante porque a família inteira aproveita”, afirmou a mãe, Janaína Santiago. O palco, montado na praça de eventos do Shopping Paço Alfândega, recebeu ainda orquestra de frevo, além de música de cordel com motivos infantis.
Do lado de fora, no palco do RecBeat, o festival mais alternativo do Carnaval, quem abriu a noite foi o DJ Guilherme Gatis, que fez um set list que passeou por brasilidades, música indie e rock. Ele foi o DJ da noite, sem deixar ninguém parado entre uma banda e outra. A primeira banda a subir ao palco foi Dez Mona, da Bélgica, que misturou jazz, rock e música experimental. Na sequência, foi a vez do pernambucano Vitor Araújo apresentar seu segundo disco, Levaguiã Terê, que traz muita percussão junto com o instrumento principal de Vitor, o piano.
Um dos shows mais supreendentes da noite foi da cubana La Dame Blanche. Poderosíssima, a cantora e musicista mistura hip hop, cumbia e reggae. “O melhor do RecBeat é poder ser surpreendido com coisas como essa. Uma apresentação muito completa, ela é maravilhosa”, elogiou o estudante Marcílio Freitas, 27 anos.
A banda mais esperada desta segunda-feira no RecBeat foi, sem dúvida, As Bahias e a cozinha mineira, de São Paulo. Formada pelas cantoras trans Raquel Virgínia e Assucena Assucena, o grupo atraiu o maior público da noite, que cantou junto todas as músicas, sempre com um teor libertário e contra o machismo e a homofobia. “Vai ter mulher trans no palco sim!”, e “machistas não passarão”, marcaram as falas da cantora Raquel Virgínia. “Elas são incríveis, falam o que todos nós gostaríamos de dizer e elas nos representam”, afirmou Gilson Costa dos Santos, que se intitula “o maior fã da banda”.