Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Feliz Dia Internacional da Mulher


Paulo Câmara abre comemorações do Bicentenário da Revolução de 1817


Ideal de liberdade e insubordinação do movimento foram destacados, nesta segunda-feira, durante cerimônia no Palácio do Campo das Princesas


Os valores fundamentais da liberdade e da justiça social e o espírito autonomista marcaram a abertura, na segunda-feira (06.03), das comemorações do Bicentenário da Revolução de 1817. Em solenidade presidida pelo governador Paulo Câmara no Palácio do Campo das Princesas, o movimento histórico e sua simbologia foram exaltados como destacada e inspiradora passagem da história de Pernambuco e do Brasil. O ato foi o primeiro de uma série de atividades em celebração ao ideal iluminista e à contribuição dos pernambucanos e nordestinos ao processo de separação da Coroa Portuguesa.

"São símbolos e cenários que nos estimulam a estar aqui, em data tão marcante. E certamente nos fazem refletir sobre os legados da Revolução Republicana de 1817 que permanecem vivos até hoje. Afirmam-se no espírito autônomo e insubordinado dos pernambucanos, na luta de gerações contra o arbítrio e na defesa do Brasil como nação independente", ressaltou o governador Paulo Câmara.

No primeiro momento do evento, foi realizado o hasteamento das bandeiras do Brasil, de Pernambuco e da Insígnia do Governador, seguido do desfile cívico-militar da Polícia Militar de Pernambuco, do Corpo de Bombeiros e do Grupo da Maçonaria. Em seguida, Paulo Câmara foi até o Monumento aos Hérois da Revolução Pernambucana de 1917 - escultura de Abelardo da Hora - localizada na Praça da República, para depositar uma coroa de flores. Na oportunidade, foi realizado um minuto de silêncio em homenagem aos mártires do movimento.

O segundo momento da cerimônia foi marcado pela entrega das medalhas em homenagem aos ex-governadores de Pernambuco. Foram agraciados com a comenda João Lyra Neto, Jarbas Vasconcelos, Joaquim Francisco, Gustavo Krause, José Ramos (representado por Gustavo Paes de Andrade) e Roberto Magalhães. Entre as personalidades e entidades que receberam as medalhas estão a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na pessoa do presidente, Guilherme Uchoa; a Câmara do Recife, pelas mãos do presidente, Eduardo Marques; a Academia Pernambucana de Letras, cuja representante foi a presidente da instituição, Margarida Cantarelli; o Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano, representado pelo presidente, George Cabral.

Também foram agraciados Janduhy Fernandes Cassiano Dinis, Grão Mestre da Grande Loja Maçônica de Pernambuco; Antonio do Carmo Ferreira, Grão Mestre do Grande Oriente de Pernambuco e Fernando Coelho; coordenador-geral da Comissão da Memória e Verdade Dom Helder Câmara (CMVDHC); e Adalberto de Oliveira Melo, presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco em exercício.

Membro da Comissão Organizadora do Bicentenário da Revolução de 1817, José Luis da Mota Menezes falou em nome da grupo e agradeceu pela missão de fortalecer a memória de um dos movimentos mais importantes da história do País. "A convivência com os integrantes me fez estudar novamente sobre a Revolução e nos fez, na medida do possível, ajudar na comemoração dessa grande data". José Luis explicou que o movimento, mais do que apenas pernambucano, tomou dimensões nacionais. "Na realidade, é uma revolução republicana, pois não tem o teor apenas de Pernambuco, mas do Nordeste e, mais na frente, teve um teor mais forte em relação ao Brasil", afirmou.

Estiveram presentes na cerimônia o prefeito do Recife, Geraldo Julio, os secretários de Defesa Social, Ângelo Gioia; da Casa Civil, Antônio Carlos Figueira; Desenvolvimento Social, Criança e Juventude e de Habitação, Roberto Franca; de Ciência e Tecnologia, Lúcia Melo; de Educação, Fred Amâncio; de Cultura, Marcelino Granja; da Mulher, Silvia Cordeiro; da Saúde, Iran Costa; de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico; de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota; e o chefe de Gabinete, João Campos.

Também participaram do evento o chefe da Casa Militar, Coronel Eduardo Pereira; o chefe de Gabinete de Projetos Especiais, José Neto; Renato Thiebaut, à frente do Gabinete de Assuntos Estratégicos; o procurador-geral do Estado, César Caúla; o comandante da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), Vanildo Maranhão; e o comandante do Corpo de Bombeiros, Manoel Cunha. Ainda estiveram na cerimônia os deputados estaduais Aluisio Lessa, Teresinha Nunes, Laura Gomes, Tony Gel e Waldemar Borges, além do reitor da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), Padre Pedro Rubens.

Os cônsuls Durvalino Andreotti (Bulgária), Jaime Hernando (Argentina), Jiri Jodas (República Tcheca), Li Feiyue (China), Maria Regueira (Alemanha), Yasuhiro Mitsui (Japão) e Paloma Gonzalez (Estados Unidos) também foram à solenidade.


Fotos: Aluísio Moreira/SEI

Dia Internacional da Mulher é no River Shopping

O River Shopping preparou neste dia 08 de Março, Dia Internacional da Mulher, uma ação especial em comemoração a data. Em parceria com o Mercado da Beleza, o River promove uma tarde dedicada ao encanto feminino com serviços de corte de cabelo, penteado, babyliss, design de sobrancelha, maquiagem, etc. O espaço da beleza vai funcionar gratuitamente com uma equipe especializada de cabeleireiros, das 13 às 19h, na frente das lojas Riachuelo. A partir das 19h, o público feminino poderá participar de um encontro com as Cacheadas do Vale - grupo de mulheres que tem de cabelos cacheados.  Esse grupo promove um bate-papo onde elas dão dicas de penteados e cuidados com os cabelos. As Cacheadas do Vale ainda ensinam a arrumar os cabelos crespos e cacheados com acessórios como faixas, lenços, presilhas entre outros.

Na Tribuna do Senado, Fernando Bezerra destaca bicentenário da Revolução Pernambucana

Foto: Divulgação
Brasília, 06/03/17 – O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) subiu à Tribuna do Plenário do Senado, nesta tarde (6), para lembrar a celebração dos 200 anos de início da Revolução Pernambucana. “Um dos mais importantes movimentos libertários da história do Brasil”, destacou. “Revolução que tinha como pilares alguns valores que até hoje nos sãos extremamente caros: liberdade religiosa, liberdade de imprensa e a igualdade de todos perante a lei”, completou o senador.

Ao observar que o movimento fez nascer a primeira república do país e também reuniu os (então) territórios da Paraíba, do Rio Grande do Norte e de parte do Ceará, a revolução resultou em importantes frutos para o Brasil. “Ela foi o vapor da inspiração para uma série de outros movimentos revoltosos, incluindo a Confederação do Equador, que também teve em Pernambuco seu epicentro”, ressaltou o socialista.

Confira, abaixo, a íntegra do pronunciamento de Fernando Bezerra Coelho:

“Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Senadores,