Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Paulista é destaque em evento de comemoração aos 10 anos da Secretaria da Mulher de PE

“A cidade do Paulista hoje é reconhecida em todo o estado pelo trabalho que vem realizando em relação às políticas públicas para as mulheres. Do mesmo jeito que as ações do nosso município são vistas como exemplo, Pernambuco também se tornou referência em todo o país. Tudo isso é fruto de um trabalho que começou lá atrás e que continua sendo mantido de uma maneira forte e exitosa em todo o estado”. Foi com essas palavras que a secretária Executiva de Políticas para as Mulheres do Paulista, Bianca Pinho Alves, destacou sua presença na solenidade em comemoração aos 10 anos de criação da Secretaria da Mulher do Estado.
A abertura do evento, que também comemorou o Dia Internacional da Mulher, contou com a presença das cantoras Isa A e Nena queiroga que emocionaram o público ao cantarem o hino de Pernambuco. Durante a programação, além de homenagens a mulheres que contribuíram para a construção dessa política que mudou a vida de muitas pernambucanas, também foram feitos anúncios estratégicos e o lançamento do Anuário 8 de Março, instrumento de prestação de contas de 2016 e planejamento para 2017.
“Para nós que lutamos sem parar pela igualdade e direitos das mulheres participar hoje desse evento e vê o tanto de coisa boa que já conquistamos é motivo de orgulho. Hoje também serão assinados termos de cooperação técnica para contemplar mulheres vítimas de violência, desenvolvimento de ações conjuntas voltadas ao fortalecimento sociopolítico e produtivo e ao empreendedorismo das mulheres. Tudo isso são conquistas importantes e que vão fortalecer ainda mais o nosso segmento”, completou Bianca.
Também estiveram presentes na solenidade, a secretária da Mulher do Estado, Silvia Cordeiro, o governador Paulo Câmara, secretários (as) de Estado, representantes da Sociedade Civil, ONGs, prefeitos (as), autoridades do Legislativo, Judiciário e mulheres que trabalham com políticas públicas na Região Metropolitana e Interior do Estado.

Paulista lança aplicativo para população denunciar casos de violência pelo celular

A Prefeitura do Paulista lança um aplicativo para que a população denuncie casos de violência, a exemplo de assaltos, agressões ou homicídios, através do celular. Este aplicativo também poderá ser utilizado pela população para denunciar lâmpadas apagadas em vias públicas ou pontos de acúmulo de lixo. O aplicativo vai funcionar como um canal de comunicação entre a população e a gestão, através da Secretaria de Segurança Cidadã e Defesa Civil, que vai acionar os órgãos responsáveis em tempo real para resolver a ocorrência.

O aplicativo será lançado nesta sexta-feira, (13.03), às 9h, na Escola Professor Arnaldo Carneiro Leão, na Rua 126, Maranguape I. Na ocasião, estará acontecendo também o 1º Fórum Comunitário de Prevenção à Violência e Drogas, quando será debatida a construção de políticas públicas para o combate à violência no Município. O Fórum contará com a presença de autoridades das polícias Militar e Civil, do Conselho Municipal de Segurança, formado por 32 integrantes que representam as igrejas, o comércio, a Ordem dos Advogados do Brasil, a Guarda Municipal, as Escolas Privadas, o Sindicato dos Servidores Municipal, a Sociedade Civil Organizada, além de representantes da gestão municipal.

Para o titular da Segurança municipal Manoel Alencar, apesar da segurança ser uma obrigação do Estado, é um direito e uma responsabilidade de todos. “Por isso estamos convocando a população para debater formas de combate à violência e lançando este dispositivo que vai envolver a população na construção de políticas públicas para auxiliar na transformação da cidade num lugar mais seguro e melhor para se viver,” adiantou Alencar.



____________________________________________________________________

O BLOG PAULISTA ATUALIZADO TEM O APOIO DA ESTÁCIO


Festa Oh Baby Me Leva faz primeira edição do ano com o grupo Araketu, nesta sexta

A banda baiana Araketu é a grande atração da festa Oh Baby Me Levaque abre o seu calendário de agitos do ano com uma grande festa, na próxima sexta-feira (31), no Roof Tebas.

No repertório do grupo, hits como: "Avisa lá", "Faraó", "Mal acostumado", "Bota pra ferver" e "Pipoca". O agito ainda conta com o set nostálgico dos DJs Geléia, Korossy, Riana Uchôa, Jaiara Fontes e apresentação da banda Gambiarra, com muita animação e  sons que embalaram os anos de 1990 e 2000. A balada começa as 22h, mas, só deve ter fim no sábado de manhã.

A cenografia do evento fica por conta do VJ Mozart Santos, que fará projeções com imagens e videos para ambientar a atmosfera retrô da festa.

Os ingressos da Oh Baby Me Leva com Araketu custam R$ 40 (meia entrada) e R$ 45 + 1 kg de alimento (lote social). Disponíveis nas lojas Redley (Shopping Recife), Colcci (Shopping Rio Mar), Oficina Cabrón (Av. 17 de Agosto – Casa Forte) e site da Sympla: https://goo.gl/LARofO .


Serviço:

Oh Baby Me Leva com Araketu

Sexta-feira (31/03), a partir das 22h, no Roof Tebas – Rua da Concórdia, Bairro de São José

Ingressos: R$ 40,00 (meia entrada) e R$ 45 + 1kg de alimento ( lote social)

Realização: Obml Prod + Ôxe Prod + Riana Uchôa

São Paulo: APAM abre inscrições para oficinas gratuitas de crochê e bordado em pedraria



São Paulo, 27 de março de 2017 – No dia 4 de abril, a APAM (Associação Paulista de Amparo à Mulher), organização sem fins lucrativos que tem como objetivo apoiar mulheres e suas famílias em situação de vulnerabilidade social, vai abrir inscrições para suas oficinas de crochê e bordado em pedraria.
A oficina de crochê tem 8 vagas e será realizada de 11 de abril a 4 de julho, sempre às terças-feiras, das 13h30 às 16h30. Trata-se de uma capacitação de nível básico para o desenvolvimento dessa técnica de produção artesanal.
“Com este laboratório, as participantes vão aprender a desenvolver a atividade, para que ela possa vir a ser uma fonte renda para elas. O crochê permite que muitas mulheres criem seus próprios produtos e assim, tragam dinheiro e em muitos casos, o sustento de suas famílias”, afirma Ir. Adélia Albano, coordenadora das oficinas.
A oficina de bordado em pedraria, por sua vez, também tem 8 vagas disponíveis, e ocorrerá de 12 de abril a 5 de julho, todas as quartas-feiras, das 13h30 às 16h30. Essas aulas visam o desenvolvimento desta técnica específica de produção artesanal, para torná-la um complemento de renda familiar para as inscritas. “Há alunas que podem se identificar ou demonstrar mais habilidade para uma ou outra técnica”, explica Ir. Adélia.
As capacitações são voltadas para mulheres com idade acima de 18 anos que estejam em situação de vulnerabilidade social (desemprego, subemprego, sem qualificação) e que saibam ler e escrever. Não há limite de idade para a participação.
Como se inscrever
Para se inscrever, basta ligar na APAM no telefone (11) 3662-3115 no dia da abertura das inscrições e informar nome completo e telefone de contato.
As aulas são gratuitas e ministradas por professores voluntários.
Serviço: Oficina de Crochê
Inscrições: 04/04
Duração: de 11 de abril a 4 de julho 
Horário das Aulas: Terças-feiras, das 13h30 às 16h30
Local: APAM – Rua Dona Elisa, 133 – Barra Funda – São Paulo-SP
Serviço: Oficina de Bordado em Pedraria
Inscrições: 04/04
Duração: de 12 de abril a 5 de julho
Horário das Aulas: Quartas-feiras, das 13h30 às 16h30
Local: APAM – Rua Dona Elisa, 133 – Barra Funda – São Paulo-SP
Torne-se um voluntário da APAM:
Se você também quer compartilhar tempo e conhecimento ajudando a quem precisa, entre em contato pelo telefone (11) 3662-3115 ou pelo e-mail apam.sp@hotmail.com e colabore com a APAM.
Sobre a APAM – Nasceu em 1953 e, desde 2010, passou a ser gerida pela Congregação das Irmãs Mensageiras do Amor Divino – organização religiosa, fundada na cidade de Aparecida (SP) em 17 de maio de 1954, que mantém o firme objetivo de dar continuidade à missão de auxiliar as mulheres em situação de vulnerabilidade social, como foco na qualificação profissional. Mais informações em http://www.apamsp.org.br e http://www.mensageiras.com.br.