Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Mães Guerreiras promoveram audiência pública na Câmara dos Vereadores do Paulista

Cerca de 40 mães participaram da audiência pública sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA), no auditório da Câmara dos Vereadores do Paulista. Realizada pelo presidente da Casa, vereador Fábio Barros, a audiência foi solicitada pela conselheira tutelar Lúcia Paula, na última audiência promovida no dia 31 de março.

O debate foi mediado pelo presidente da Câmara, Fábio Barros, e contou com a participação de dois secretários do município; Augusto Costa (Políticas Sociais, Esportes e Juventude) e Carlos Júnior (Educação). Além dos secretários, integraram à mesa, a presidente do Grupo Mães Guerreiras Nayane Nogueira, a professora da Faculdade Joaquim Nabuco Laudicéia Tomaz​ e a coordenadora de Educação Especial do município Bernadete Brandão.

De acordo com Barros, o próximo passo é fazer um relatório e encaminhar às secretarias de Educação e Saúde. O objetivo é avançar e identificar o que já existe de atendimento à criança autista nas escolas públicas municipais e nos serviços de saúde. “É a primeira vez que a Câmara faz um debate sobre o autismo”, disse.

Segundo Nogueira, alguns pontos da inclusão social foram debatidos. “Ainda falta muita coisa a acontecer no município, mas reparamos que há uma expectativa positiva da Secretaria de Educação do Paulista”, contou.

Em Paulista, posto de combustíveis é embargado por provocar dano ambiental  

Funcionários da Secretaria Executiva de Meio Ambiente do Paulista embargaram nesta quarta-feira (17.05) o posto de combustíveis do Hipermercado TodoDia, localizado na PE-22, em Maranguape I. Exames realizados para o Licenciamento Ambiental do estabelecimento constataram que amostras de água subterrânea possuíam compostos de derivados de petróleo com índices superiores aos aceitos pelas normas ambientais vigentes. Os resultados também apontaram que o solo apresentou valores superiores ao permitido, indicando uma possível contaminação. 

 

Para evitar que o dano ambiental continue ocorrendo, os fiscais aplicaram o embargo até que novos estudos possam esclarecer melhor a situação do posto e sejam tomadas providências para remediação e conserto de possível vazamento.

Diante da situação, a equipe técnica da Secretaria Executiva de Meio Ambiente recomendou a instalação de poços de monitoramento complementares para delimitação da extensão da contaminação e uma investigação mais apurada para se evitar danos à saúde humana. 

Paulista lança Projeto “Libras – para que te quero?” nas escolas da rede municipal

A Prefeitura do Paulista lançou, nesta quinta-feira (18.05), o Projeto “Libras – para que te quero?”, na Escola Firmino da Veiga, na Rua do Sabugi, no Centro do Município. O objetivo é avançar na política municipal de inclusão da pessoa com deficiência auditiva, e fortalecer os laços entre alunos, professores e educadores. A iniciativa está sob a coordenação da educação especial da Secretaria de Educação do Paulista.

O curso “Libras – para que te quero?”, será oferecido aos alunos com deficiência auditiva, aos pais e aos professores que assistem 15 estudantes matriculados nas escolas municipais.

Para a professora Luciana Mousinho, que é surda e vai ministrar o curso, a iniciativa é uma oportunidade para que as pessoas aprendam uma nova língua e possam interagir com os surdos. “Os pais dos alunos precisam entrar no universo dos surdos para que os filhos adquiram independência dentro e fora de casa. É uma língua como outra qualquer”, disse.  

A coordenadora de Educação Especial da Rede Municipal de Ensino Bernadete Brandão destacou a importância da difusão da Língua Brasileira dos Sinais nas escolas. “É a primeira língua que os surdos aprendem por isso é importante que a família esteja presente nesse momento para o sucesso da alfabetização e da inclusão social desse aluno”, enfatizou.

De acordo com Emanuel Souto, secretário Executivo de Desenvolvimento Educacional, a implantação do curso de Língua Brasileira de Sinais, Libras – nas escolas municipais é um marco importante para a inclusão dos estudantes surdos. “O que buscamos é envolver não só as pessoas com deficiência, mas também os professores e outros segmentos da sociedade. A escola precisa está aberta para receber os surdos”, frisou. 

Ao todo serão 50 vagas, divididas em duas turmas, no período da manhã, nas quartas e quintas-feiras, das 8h às 11h, e à tarde, nas segundas e terças-feiras, das 13h30 às 16h50. As aulas têm início na próxima segunda-feira (22.05) e seguem até o mês de julho. Ao final do curso, os participantes irão receber certificados.

 

 

Educação do Paulista prestigia Seminário Nacional e internacional

Afim de promover a formação continuada entre os profissionais da educação do município, a Secretaria de Educação do Paulista participou, na última quarta-feira (17) e nesta quinta-feira (18), do 2º Seminário Internacional e 11º Seminário Nacional Escola Presente. Com o tema “Diálogos com Quem Faz Educação, Práticas, Vivências e Sala de Aula”, que é idealizado pelo Instituto Pró-Cidadania, reuniu professores de Diadema (SP), Jaboatão dos Guararapes, Olinda e Recife, além de França e Portugal. O evento aconteceu no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções, em Olinda.

 

De acordo com o secretário de Educação Carlos Junior, 30 professores do Paulista prestigiaram o evento e o objetivo é o de que eles levem esses diversos temas para dentro da sala de aula.

 

“São temas muito produtivos, modernos, os palestrantes são pessoas com alta qualificação, vindos da França, de Portugal, de são Paulo, que veio prestigiar o evento, com o quem tem de melhor e de moderno na atualidade da Educação, para aumentar e garantir uma educação de qualidade nos municípios”, explicou o secretário.

 

No primeiro dia do evento, a abertura contou com a presença do secretário Carlos Junior. As palestras foram realizadas pelo professor Bernart Charlot (França), que falou sobre “A equação pedagógica fundamental: Atividade+Sentido+Prazer; e pelo professor António Nóvoa (Portugal), com o tema Formação de Professores na contemporaneidade: desafios e possibilidades. As atividades também foram compostas por uma mesa de diálogo com o tema Vivências da sala de aula, com professores de São Paulo, Jaboatão, Recife e Olinda.