Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Governo do estado decreta estado de calamidade em 14 municípios da Mata Sul


O governo de Pernambuco decretou estado de calamidade em 14 municípios da Zona da Mata Sul, devido às fortes chuvas que atingem o estado desde a última sexta-feira. O decreto foi publicado em edição extraordinária do Diário Oficial do estado. O governador Paulo Câmara anunciou no início da tarde deste domingo que o presidente Michel Temer virá a Pernambuco ainda hoje, onde terá uma reunião com o governador no Palácio do Campo das Princesas. A expectativa é de que o presidente da República chegue por volta das 19h.


Providências adotadas pelo governo do estado:

- Instalação de Gabinete de Crise Central, no Palácio do Governo;
- Emissão de alertas de chuvas e variação dos níveis dos rios;
- Convocação de todo efetivo do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Polícia Militar para força-tarefa nos municípios atingidos pelas enchentes;
- Deslocamento de duas aeronaves sobrevoando as áreas de risco;
- Deslocamento imediato de equipes do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil para os municípios: Amaraji, Rio Formoso, Barra de Guabiraba, Palmares, Belém de Maria e São Benedito do Sul;
- Deslocamento de três equipes de saúde para a Mata Sul;
- Ativação dos escritórios de governo nos municípios, composto por 200 efetivos da Defesa Civil e Municipal, Corpo de Bombeiros e Secretarias Estaduais;
- Disponibilização de prédios públicos para servir de abrigos;
- Publicação de decreto de Calamidade para os municípios de Amaraji, Água Preta, Barra de Guabiraba, Belém de Maria, Catende, Cortes, Jaqueira, Maraiaí, Palmares, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul e Barreiros;
- Envio de colchões, lençóis, cobertores, travesseiros, fronhas e lonas plásticas para atendimento humanitário;
- Levantamento da situação dos acessos e estradas, através de equipes de engenheiros do DER e SECHAB;
- Levantamento da situação das escolas estaduais e municipais, através de equipes de engenheiros da Secretaria de Educação

Diario de Pernambuco (Leia a matéria completa no site do Diario)

Falso advogado é preso suspeito de aplicar golpes na Zona Rural de Petrolina

Após investigação realizada pela Comissão Contra o Exercício Ilegal da Profissão (CEI)
​ da OAB-PE​, 
pela OAB Araripina e a OAB Petrolina, a Polícia Civil de Petrolina prendeu, na manhã desta sexta-feira (26), um homem suspeito de se passar por advogado e aplicar golpes em cerca de 100 pessoas na Zona Rural da cidade. Wellinton Ferreira e Silva foi preso em flagrante após diligência em seu escritório, no centro da cidade, onde foi encontrada uma carteira de identidade de advogado falsa, contratos que utilizava para aplicar os golpes e cartões de apresentação como profissional da advocacia.

A CEI recebeu denúncias sobre as atividades do falso advogado por meio da OAB Araripina na semana passada, quando o falsário realizou júri na Comarca de Trindade exercendo as funções privativas da advocacia. Após receber solicitação da presidente da OAB Araripina, Gabriela Reis, a Comissão
​ ​
 providenciou certidão de Wellinton à OAB-PE. Não sendo localizada nos registros da seccional pernambucana, a CEI solicitou o documento à OAB Paraíba, confirmando que se tratava de um falsário.

A Comissão Contra o Exercício Ilegal da Profissão
​da OAB-PE ​
 encaminhará à Polícia Civil as certidões das seccionais de Pernambuco e da Paraíba e outras provas contra o suspeito. "Faremos também, através da nossa Comissão, encaminhamento de ofício pra que nos seja informada a conclusão deste inquérito, a fim de podermos nos habilitar futuramente como assistentes da promotoria", ressaltou o presidente da CEI, Helder Pessoa.

O falso advogado já foi preso nas cidades de Araripina e Ouricuri pela prática de estelionatos. Ele está sendo autuado por uso de documentos falsos, responderá por estelionatos e será apresentado à Audiência de Custódia nesse sábado (27).

Secretário Nilton Mota participa de debate da Alepe sobre a bacia leiteira

A bacia leiteira do Estado têm enfrentado os efeitos da estiagem prolongada,  sobretudo no Agreste, que concentra 75% da produção de Pernambuco. A situação do setor foi debatida em audiência pública realizada pela Assembléia Legislativa em Garanhuns, com a presença do secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, autoridades estaduais, municipais e representantes do setor.

Com o olhar voltado para esta cadeia produtiva, o governador Paulo Câmara tem materializado inúmeras intervenções para apoiar e incentivar a produção, incluindo a qualificação e ampliação da infraestrutura hídrica dos municípios, assistência técnica, subsídio do milho e regulamentação da agroindústria rural de pequeno porte.