Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Secretaria da Mulher faz balanço das ações do Escritório de Jaqueira

Após 30 dias de acompanhamento ininterrupto às vítimas das fortes chuvas de Jaqueira, a Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE), responsável pelo Escritório de Crise, instalado na sede da prefeitura, apresenta balanço das principais atividades realizadas. Sob a coordenação da secretária da Mulher do Estado, Silvia Cordeiro, a equipe da pasta, em parceria com os representantes da Casa Militar (Camil), Coordenadoria de Defesa Civil do Estado (Codecipe) e prefeitura local trabalharam em ações humanitárias e de infraestrutura para dar condições à cidade de retomar as atividades cotidianas.
O Escritório, instalado no dia 31 de maio, planejou e estruturou uma operação de emergência responsável pela distribuição de 19 rolos de lonas plásticas, para evitar deslizamentos nas áreas de risco; 660 kits dormitórios; 680 kits colchões; 400 kits de limpeza; 250 kits de higiene; 500 cestas de pronto consumo; 950 cestas básicas e 11.254 litros de água mineral. O município também recebeu 3.588 doses de vacinas como as de gripe, meningite, febre amarela, rotavirus, tetraviral, sarampo, hepatite B e A, HPV, anti-rábica humana, entre outras.
Como a cidade teve parte das vias públicas comprometidas são necessárias intervenções como a construção e recuperação de pontes e passagens molhadas entre outros equipamentos. As chuvas danificaram 35 pontes e passagens molhadas, uma rodovia (63,8 Km da PE-126), dois postos de saúde, uma escola Estadual, 10 escolas municipais ( três urbanas e sete rurais), 484 habitações e destruiu 22 residências.  A  Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab) e a Prefeitura de Jaqueira estão fazendo o levantamento das pessoas que tiveram suas habitações destruídas e danificadas.
Uma medida de emergência que já mudou, definitivamente, a qualidade de vida dos jaqueirenses é a oferta de água tratada pelo sistema de abastecimento da cidade. “Há 10 anos, os moradores e moradoras de Jaqueira não tinham água potável. A água vinha bruta da barragem do Bálsamo das Freiras. Outra forma de obter água era através dos poços que representavam 80% do abastecimento das casas”, explicou o secretário Adjunto de Saúde de Jaqueira, Robson Emanuel Correia e Sá.
A secretária da Mulher do Estado, Silvia Cordeiro, explicou que foi firmada uma parceria entre o Estado, Prefeitura e Funasa para recuperar o sistema de água e esgoto da cidade com a reativação da Estação de Tratamento d'água de Jaqueira. “Para isso foi assinado um termo de cooperação técnica com a Compesa para outorga do sistema de abastecimento”, completa.
O governador Paulo Câmara esteve no município no dia 2 de junho, para visitar o escritório e acompanhar as ações emergenciais de Jaqueira num encontro com o prefeito Marivaldo de Andrade. O município registrou 3.835 pessoas afetadas pelas chuvas. Destas, haviam 125 desabrigados e 1.750 desalojados. Atualmente, não há desabrigados e o número de desalojados caiu para 282.
A secretária Silvia Cordeiro e o prefeito Marivaldo de Andrade avaliaram como bem sucedidas as ações do escritório com a retomada das aulas nas escolas, lonas colocadas nas áreas de risco, retomada da energia, abastecimento d’água, além das medidas de emergência como desobstruções de vias, distribuição de alimentos, kits colchões, cestas de pronto atendimento, cestas básicas, roupas e água.

PIB pernambucano mantém trajetória de recuperação e cresce 1,4% no primeiro trimestre

Resultado decorreu do desempenho dos três grandes setores da economia: Agropecuária (12,3%), Indústria (6%) e Serviços (0,6%)
 O Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco cresceu 1,4% no primeiro trimestre de 2017, na comparação com o mesmo período de 2016. O resultado, sem ajuste sazonal, decorreu do desempenho dos três grandes setores da economia: Agropecuária (12,3%), Indústria (6%) e Serviços (0,6%). Em valores correntes, o PIB pernambucano do primeiro trimestre de 2017 alcançou R$ 40,7 bilhões.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (5/07) pela Agência Estadual de Planejamento e Pesquisa (Agência Condepe/Fidem), vinculada à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag). Na mesma comparação, o PIB nacional registrou queda de 0,4%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
 O presidente da Agência Condepe/Fidem, Maurílio Lima, ressalta que este crescimento não pode ser tratado com muito otimismo, mas também não pode deixar de se falar do bom trabalho que vem sendo desenvolvido no Estado. “Ainda não podemos falar em crescimento. Os números mostram uma recuperação da economia. Pernambuco foi afetado pela crise um pouco depois do Brasil e começa a sair dela um pouco antes. Alguns dados preliminares de abril e maio são animadores e acreditamos que este 1º trimestre de 2017 realmente seja o ponto de inflexão deste período de crise”, afirmou Maurílio.   
 Na comparação do primeiro trimestre de 2017 com o primeiro trimestre de 2016, contribuiu para o crescimento de 12,3% da Agropecuária o incremento de 48,6% apresentado pela agricultura. As lavouras permanentes caíram 2,5%, influenciadas pelas quedas na produção de coco-da-baía, banana e uva. As lavouras temporárias registraram um crescimento de 73,1%, destacando-se os incrementos na produção de cana-de-açúcar, mandioca, feijão e milho. A pecuária apresentou crescimento de 4,3%, com destaque para o aumento na produção avícola e de leite.
 Em relação ao crescimento de 6% apresentado pela Indústria no primeiro trimestre na comparação com o mesmo período de 2016, temos que o comportamento da indústria de transformação foi influenciado, principalmente, pelos desempenhos positivos observados nos setores de produtos alimentícios (8,8%) e de outros equipamentos de transporte (57,1%).
 O setor de produtos alimentícios foi impulsionado, principalmente, pelo aumento na fabricação de produtos embutidos ou de salamaria e outras preparações de carnes de aves ou de pequenos animais, biscoitos, açúcar VHP e refinado e massas alimentícias secas. Já o setor de outros equipamentos de transporte foi impulsionado pelas embarcações para transporte (inclusive plataformas), considerando-se também a influência do segmento de veículos automotores. O setor da construção civil, por sua vez, apresentou um crescimento de 2,8% depois de 12 trimestres seguidos de queda, o que aponta para o início de recuperação do mercado imobiliário. No nível nacional, na mesma comparação, a Indústria caiu 1,1%.
 No setor de Serviços, as atividades que mais impactaram no pequeno crescimento de 0,6%, quando comparado ao mesmo trimestre de 2016, foram: comércio (-0,7%) e atividades profissionais, científicas e técnicas, administrativas e serviços complementares (-1,8%). As atividades de transporte, intermediação financeira e de atividades imobiliárias apresentaram variações positivas de 3,5%, 13,5% e 3%, respectivamente. No país, esse setor apresentou queda de 1,7%.
 Ajuste sazonal – Em relação ao quarto trimestre de 2016, o PIB pernambucano apresentou uma elevação real de 0,7%, considerada a série com ajuste sazonal. Esse comportamento decorreu, no trimestre, do desempenho dos três grandes setores econômicos: Agropecuária (13,6%), Indústria (-3,4%) e Serviços (0,7%). De acordo com o IBGE, o PIB a preços básicos do Brasil apresentou crescimento de 1% na mesma comparação.
 “Se comparado com os grandes estados que divulgaram o PIB em 2017, podemos afirmar que Pernambuco tem o melhor desempenho em termo de crescimento real. Pernambuco, nos últimos dez anos, construiu uma base sólida, diversificou sua economia e está preparado para sair o mais rápido possível dessa crise. O PIB do ano de 2017 está projetado, até o momento, para um crescimento em torno de 0,5% e 1%. Esperamos que seja maior”, finalizou Maurílio Lima.  

Hospital Mestre Vitalino realiza novo mutirão de ortopedia

Em janeiro deste ano, o Hospital Mestre Vitalino (HMV), em Caruaru, realizou mutirão de ortopedia para o atendimento de crianças com Síndrome Congênita do Zika/Microcefalia. Nesta quinta-feira (06), durante toda a manhã, um novo mutirão, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), está sendo realizado para que sejam feitas as reavaliações dos casos atendidos.

O mutirão conta com cinco ortopedistas, além da equipe multiprofissional do HMV e de apoiadores da SES, e beneficiará cerca de 70 crianças dos municípios das Gerências Regionais de Saúde (Geres) de Limoeiro, Caruaru, Arcoverde, Salgueiro, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada.
"Com esse mutirão, os profissionais irão verificar o desenvolvimento motor das crianças. Além de avaliar como está sendo feito o uso das órteses e se alguma criança está precisando de algum outro tipo de suporte complementar, algo que é essencial para auxiliar no desenvolvimento desse público", afirma o diretor do HMV, Marcelo Cavalcanti.
Já o ortopedista Márcio Lacerda, que está participando dos atendimentos, ressalta que “a maior dificuldade da criança com microcefalia é a luxação de quadril. Elas têm rigidez muscular e o botox faz com que o músculo relaxe e tem que ser feito de 6 em 6 meses. É indicado fisioterapia sempre e o acompanhamento médico também".
Entre as participantes do mutirão, a pequena Evelyn, de 1 ano e 7 meses, que foi levada pela mãe, Erivânia Gecina da Silva. "O atendimento é muito importante para o desenvolvimento da minha menina. O acompanhamento é muito importante para o desenvolvimento muscular, psicológico e para a qualidade de vida dela melhorar. Ela já apresenta resultados positivos e eu estou muito satisfeita com os resultados e com a atenção de todos aqui", diz a mãe, que também participou do mutirão em janeiro.
O Hospital Mestre Vitalino realiza o atendimento de rotina das crianças com Síndrome Congênita do Zika/Microcefalia nas especialidades de neuropediatria, gastropediatria e psicologia. Já nas Unidades Pernambucanas de Atenção Especializada (UPAE) de Caruaru e de Belo Jardim, que atendem os municípios da IV Geres, contam com atendimento de fonoaudiologia, fisioterapia, terapia ocupacional e psicologia. Em todo o Estado, 27 unidades estaduais, espalhadas por todas as regiões, realizam o atendimento às mães e às crianças com microcefalia.
NÚCLEO DE APOIO ÀS FAMÍLIAS – Com o intuito de coordenar e monitorar o trabalho relacionado às famílias e crianças com microcefalia, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) instituiu, em maio de 2016, o Núcleo de Apoio às Famílias com Microcefalia. Formado por uma equipe de 13 assistentes regionais distribuídos nas 12 Regionais da Saúde, 1 assistente e 1 coordenador no Nível Central, é responsável por monitorar e acompanhar, de modo regionalizado, as crianças notificadas durante toda a linha do cuidado, além de prestar apoio às famílias e desenvolver estratégias para garantir seus direitos.
Assim, faz parceria com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Secretaria Estadual de Defesa Social, INSS, Programa Mãe Coruja, UMA (União de Mãe de Anjos) e em especial com as Secretarias Municipais de Saúde, elaborando estratégias para atender as famílias e buscando soluções para as problemáticas já existentes. Quinzenalmente, promove reuniões com esses grupos, com o objetivo de identificar possíveis dificuldades e aperfeiçoar o próprio atendimento da rede estadual de saúde.

Paulo Câmara parabeniza alunos premiados internacionalmente pela criação de aplicativo contra o mosquito Aedes aegypti

Estudantes da Rede Estadual ganharam o primeiro lugar na  Teccien Schoenst, no Paraguai, e, agora,  seguem 
para o Forum Internacional de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mérida, que acontece no México.

 

A possibilidade de usar a tecnologia como arma para enfrentar o mosquito transmissor de arboviroses motivou um grupo de alunos da Rede Estadual a desenvolver o aplicativo “Caça ao Aedes em Jardim Brasil", que vem acumulando premiações, inclusive em eventos internacionais, pela sua funcionalidade e envolvimento social. Impressionado com o talento e o engajamento desses jovens,  o governador Paulo Câmara fez questão de recebê-los, nesta quarta-feira (05.07), no Palácio do Campo das Princesas, para parabenizá-los pela iniciativa que levou o primeiro lugar da Teccien Schoenst  - feira internacional realizada no Paraguai, em 2016.

O resultado levará o grupo da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Desembargador Renato Fonseca a apresentar o app no Fórum Internacional de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mérida, no México. “São alunos que nos orgulham, pois se dedicaram e viram, a partir do conhecimento, condições de ajudar. Com isso, percebemos que a educação de Pernambuco está no caminho correto: produzindo tantos talentos que têm a consciência de ajudar o próximo e, ao mesmo tempo, saber que com seu exemplo é possível alcançar sonhos e realizar os objetivos de sua vida”, destacou Paulo.

O aplicativo, criado por um grupo de oito pessoas, serve como ponto de denúncia para a comunidade de Jardim Brasil, relatando locais de possíveis focos e trazendo informações sobre microcefalia, sintomas das doenças causadas pelo Aedes aegypti, além de dar dicas de prevenção. O app está disponível para usuários do sistema Android, através do Google Play Store. (link https://goo.gl/3rdVeE). Todos os casos denunciados no aplicativo são supervisionados pelos estudantes e, sempre que possível, solucionados com mutirões de limpeza realizados por eles próprios.
 
O secretário de Educação, Fred Amâncio, registrou que o Governo de Pernambuco tem apoiado a iniciativa de desenvolvimento de projetos e pesquisas científicas nas escolas. “Nós queremos que os alunos desenvolvam esses projetos em todas as escolas, principalmente quando o trabalho é voltado para a comunidade e participem das feiras. Mas o mais importante é que isso está sendo desenvolvido no dia a dia das escolas. O prêmio é uma consequência desse trabalho”, pontuou.
 
Durante o encontro, no Palácio do Campo das Princesas, Jeovani Cipriano, aluno idealizador da projeto, contou como surgiu a ideia da plataforma. “Muitos moradores da nossa comunidade ligavam para a escola para denunciar focos do mosquito, então decidimos criar o aplicativo para facilitar essas informações”, relatou, complementando que o dispositivo pode ser utilizado em todo território nacional, por meio de um GPS que está incorporado à plataforma. “Fomos a única equipe do Brasil que foi à cidade de Assunção. Disputamos com 120 projetos e ganhamos em primeiro lugar”, comemorou Jeovani.
 
Integrante do grupo criador do aplicativo, Ingrid Rodrigues destacou que a escola deu todo o suporte necessário para que a plataforma virasse realidade. “A nossa escola sempre nos forneceu espaço para trabalharmos e os professores investiam o tempo que tinham. Foi uma conquista maravilhosa para a nossa equipe”, afirmou Ingrid.
 
PROJETO – Também durante o encontro, outro grupo de alunos da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Desembargador Renato Fonseca, Joel Matheus e Andrey Albuquerque, apresentaram o projeto “Alagou onde há Lagoas” ao governador Paulo Câmara. Para competir a mais um prêmio, o trabalho, criado em 2014 por um grupo de dez alunos, já é bicampeão do Ciência Jovem e será levado pelos estudantes, no próximo mês de agosto, ao Fórum Internacional do Chile, que será realizado na capital, Santiago. O projeto visa mapear os possíveis pontos de alagamento no bairro de Jardim Brasil e incentivar a educação ambiental e analisar a qualidade de água como fator de risco à saúde da população.

Gestores de trânsito de Garanhuns reforçam parcerias com o Detran-PE para o FIG 2017

Com foco nas ações educativas e de fiscalização prevista para o Festival de Inverno de Garanhuns - FIG 2017, o diretor presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, Charles Ribeiro, acompanhado do coordenador de articulação municipal do Órgão, Lázaro Medeiros, recebeu nesta quinta-feira (6), o presidente da Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transporte de Garanhuns– AMSTT, Elison da Silva e o secretário executivo, Adilson Sulene.
O encontro teve como objetivo fortalecer as parcerias entre as duas instituições, tratando em especial, as Operações Rotas de Fuga e Trânsito Seguro, ambas desenvolvidas pelo Detran-PE, sendo a primeira voltada aos motoristas infratores que insistem em misturar álcool e direção ou que agem em desacordo com as normas de trânsito e a segunda, voltada para a fluidez do tráfego.
Ainda na ocasião, os gestores da AMSTT colocaram à disposição o pátio de veículos da Autarquia que dispõe de 30 mil metros quadrados, uma vez que durante o FIG aumenta o recolhimento de veículos. Além disso, eles reforçaram também a importância da ampliação das ações educativas realizadas na cidade, dentre elas as desenvolvidas junto ao Detran-PE, por meio da Coordenadoria de Educação de Trânsito.
Na oportunidade, Ribeiro colocou que as parcerias realizadas entre o Estado e municípios cumprem diretrizes do governador Paulo Câmara, objetivando reduzir cada vez mais os números de acidentes em Pernambuco, intercalando as ações educativas com as operações de trânsito.
“Vamos continuar firmes com esse apoio para a cidade de Garanhuns e todas as demais do Estado. Nesse período especial, que é o Festival de Inverno, vamos ampliar ainda mais nossas atividades na região e colaborar com o trabalho já realizado pela AMSTT, tanto na área educativa quanto na área de operações”, enfatizou.   

Seres marca presença na Fenearte com mão de obra carcerária

Foi aberta na tarde desta quinta (6) e segue até o dia 16 de julho a 18º Fenearte, no Centro de Convenções, no Recife. No número 188, logo após a Alameda dos Mestres, está o estande da Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), vinculada à Justiça e Direitos Humanos. No local, estão cerca de 150 peças produzidas por reeducandos do Sistema Prisional do Estado.  
São casinhas de boneca, quadros pirografados, artigos feitos de papel, peças em biscuit e jogo de xadrez, muitos feitos a partir de materiais reciclados. A design Naiade Lins não resistiu e comprou um cesto de roupas. “Existem presos com muito talento para o trabalho e têm de ser reconhecidos”, afirmou. O secretário-executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues, também prestigiou a ação. “Muito gratificante ver esses trabalhos expostos num grande evento de artesanato. É um reconhecimento à mão de obra carcerária”.
Durante os dez dias da feira, duas reeducandas do regime aberto, ligadas ao Patronato Penitenciário, atenderão no estande onde estão à venda trabalhos de artesãos de unidades prisionais da Região Metropolitana do Recife e Interior do Estado. “Quero vender tudo, são produtos de ótima qualidade. É também uma forma de ajudar aos detentos”, ressalta Devanilda das Neves, uma das atendentes do estande. Os valores arrecadados serão destinados aos artesãos. 

Pelo quarto ano seguido, Pernambuco tem a menor taxa de abandono escolar do país

Dados do Censo Escolar 2016 mostram a Rede Estadual em primeiro lugar nacional nos ensinos médio e fundamental


A Rede Estadual de Educação de Pernambuco conquistou, pelo quarto ano seguido, o primeiro lugar nacional com a menor taxa de abandono escolar no Ensino Médio. O dado consta no Censo Escolar 2016, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP/MEC). Em 2015, a taxa era de 2,5% e, atualmente, possui taxa de abandono escolar de 1,7%, dado que continua apontando as escolas de Pernambuco como as mais atrativas do país. O segundo estado com a menor taxa de abandono foi São Paulo, com 4,5%, seguido do Espírito Santo, com 4,6%.
Nos Anos Finais do Ensino Fundamental (6° ao 9° ano), a Rede Estadual também conquistou o primeiro lugar no ranking nacional, com apenas 1% de taxa de abandono, empatado com o estado de Santa Catarina. O Mato Grosso segue em terceiro lugar, com 1,3%. Em 2015, Pernambuco estava em terceiro lugar nacional, com taxa de 1,5%.
Também houve crescimento da taxa de aprovação, tanto no Ensino Médio como nos Anos Finais do Ensino Fundamental. Entre 2015 e 2016, segundo o Censo Escolar, o crescimento da taxa de aprovação em Pernambuco aumentou de 88,1% para 90,9%, no Ensino Médio. Na comparação com os Anos Finais do Ensino Fundamental, a taxa saiu de 85,9% para 89,6%.
O secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amancio, comemorou os resultados de redução da taxa de abandono. “É uma grande satisfação ter mantido o primeiro lugar no Ensino Médio e ter avançado no Ensino Fundamental. Isso demonstra que nossos estudantes veem a educação como o melhor caminho para conquistar seus sonhos e, para nós, que estamos no caminho certo nessa busca incessante da melhoria da educação em Pernambuco”.