Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Renegociação de dívidas para produtores rurais e pescadores



O Banco do Nordeste, em parceria com a Prefeitura de Igarassu e o Sindicato de Trabalhadores Rurais, possibilita uma renegociação de dívidas de pescadores e produtores rurais do município. A ação atende a quem pegou empréstimos até o ano de 2011 e está enquadrado nos benefícios da Lei Federal de número 13.340. São oferecidos descontos de até 85% do saldo devedor e a dispensa de juros e multas ou a renegociação da dívida com condições vantajosas de pagamento, como o início do pagamento para 2021 e duração de até 10 anos.

Quem quitar a dívida, poderá realizar um novo empréstimo quando necessário, mantendo uma boa relação financeira e passando apenas por uma análise simplificada de crédito, realizada pelo banco. O atendimento aos interessados vai acontecer no próximo dia 12, no Centro de Artes, a partir das 9h e para mais informações e esclarecimentos, a Secretaria de Agricultura está a disposição.


Case Timbaúba debate como a sociedade pode contribuir com a socioeducação

Encontro foi sugerido pelo juiz Tito Lívio e contou com a participação da rede de proteção local

O Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Timbaúba, juntamente com os atores da rede de proteção dos direitos da Criança e do Adolescente e os órgãos da política de atendimento local, iniciaram um diálogo com o objetivo de provocar uma participação mais efetiva e sem preconceitos da comunidade local na socioeducação.

O encontro se deu por iniciativa do Juiz Titular da Vara Regional da Infância em Goiana, Tito Lívio Araújo Monteiro, que defende que sem a participação efetiva da sociedade e da comunidade, a socioeducação não funciona de maneira satisfatória. “A unidade de Timbaúba possui uma dinâmica e realidade bem diversa da retratada pela opinião pública, tratando-se de serviço de inegável importância e alcance social, a ser valorizado, apoiado e aprimorado”, enfatizou o juiz.

Para a coordenadora geral do Case Timbaúba, Karolyne Bezerra, esse encontro foi muito importante na mudança do olhar da sociedade para com o trabalho que é desenvolvido pela Funase. “Isso já fez novas portas se abrirem. Já articulamos a produção de fotografias para tirar documentação para os adolescentes, a doação de livros para construir a nossa biblioteca, o estabelecimento de palestras para debater o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), explicando seus direitos e deveres, entre outros serviços”, compartilhou a coordenadora.

Estiveram presentes nesse primeiro encontro o Conselho Tutelar, o Conselho Municipal de Direito, as Secretarias Municipais, o CREAS, o CRAS, os Centros de Convivência, funcionários do Case Timbaúba e da Vara Regional da Infância-5ª Circunscrição Judiciária, sediada em Goiana, que tem como titular o Juiz Tito Lívio Araújo Monteiro. Todos reafirmaram seu compromisso com a política de atendimento e com a necessidade de maior engajamento da sociedade.


Em agosto ou setembro, será realizado, também em Timbaúba, um evento maior, com a participação de outros setores representativos da comunidade local. “O objetivo será o de esclarecer sobre a atuação do Case, da rede de proteção e outros aspectos, em especial, a responsabilidade social de cada cidadão e das empresas com nossos adolescentes, que representam o amanhã da própria sociedade: as futuras gerações”, pontuou o juiz Tito Lívio.

Conheça o tipo ideal de argamassa colante para cada situação e aplicação

Ideal para o assentamento de pisos e azulejos em cerâmica, porcelanato e pedras, a argamassa colante industrializada leva vantagem em relação aos demais tipos de argamassa, por sua  melhor adesão em peças assentadas em paredes ou pisos.

Composta por cimento, agregados e aditivos químicos que garantem alta aderência e viscosidade,  a argamassa colante – ao ser misturada com água – resulta em uma massa adesiva, de boa elasticidade e trabalhabilidade.

Com o passar do tempo, a estrutura de uma edificação sofre mudanças, principalmente por sua movimentação e outras ações externas. O uso da argamassa colante permite o melhor controle da retenção de água no sistema, dispensando a necessidade de molhar placas ou contrapisos antes de assentá-los, exceto em casos como aplicação em superfícies com temperaturas acima de 35°C.

Veja as dicas da Votorantim Cimentos para ajudar na hora de escolher o tipo de argamassa colante que atende a sua necessidade. Confira a seguir: