Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Inscrições para o MedioTec terminam na próxima segunda-feira (31)

Inscrições para o MedioTec terminam na próxima segunda-feira (31).
Na página do MedioTec na internet é possível ter acesso à lista completa, com todas as opções de cursos.

Estudantes do ensino médio que não confirmaram matrícula no MedioTec têm até a próxima segunda-feira (31) para se candidatar às vagas remanescentes.

O programa do Ministério da Educação oferece 107.465 vagas em 131 cursos técnicos gratuitos a alunos da rede pública de ensino. Não há prova seletiva para ingressar nos cursos e nem são cobradas taxas para os alunos.

As aulas ocorrem em paralelo com as do ensino médio, sempre em um turno contrário. Ao concluir os estudos, o aluno recebe dois diplomas: o do ensino médio e o técnico, que permite ingressar no mercado de trabalho. Os interessados devem procurar a secretaria estadual de educação. 

Na página do MedioTec na internet é possível ter acesso à lista completa de cursos, com opções como técnicos em eletrônica, logística, segurança do trabalho, química, finanças, rede de computadores, açúcar e álcool, agricultura, agronegócio, guia de turismo, meio ambiente, jogos virtuais, cenografia, dança e teatro.

Cada estudante pode se candidatar somente a um curso. A oferta tem como base tanto um mapeamento de empregabilidade a longo prazo quanto o de demandas regionais.

“É comum os jovens se interessarem muito por cursos ligados à informática, mas é importante que pesquisem sobre outros cursos, vejam as carreiras e ofertas do mercado. Existem muitas áreas com demandas e sem profissional formado”, explica a secretária de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Eline Neves Braga Nascimento.

Os cursos técnicos terão início no segundo semestre. Se as instituições ofertantes de formação técnica estiverem localizadas em endereço diferente da escola em que o aluno estuda, será oferecido um auxílio-estudantil para custear despesas como transporte e alimentação. Alguns cursos também são oferecidos na modalidade Ensino a Distância (EaD).

Vagas
Minas Gerais é o estado que apresenta o maior número de oportunidades dentro do MedioTec. Sozinho, o Estado concentra 19% das vagas oferecidas, devido ao grande número de indústrias e rede técnica que concentra. São seis institutos federais e um Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet), além de várias escolas técnicas estaduais.

O segundo estado com maior número de vagas é Goiás (11.572), seguido de São Paulo (9.525) e da Bahia (6.133).

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação

Com menos burocracia, brasileiros vão economizar com entrega de documentos



Com menos idas ao cartório, empresas e pessoas economizam milhões. Desburocratização e modernização do setor público estão entre as principais demandas do Conselhão. Beto Barata/PR


O brasileiro deve ganhar tempo e economizar dinheiro com o decreto que desburocratiza serviços do setor público federal. Apenas no primeiro semestre do ano, a arrecadação bruta de cartórios chegou a R$ 5,24 bilhões – parte desses recursos gerados por atestados, certidões ou outros documentos que, agora, não precisam mais de autenticação. Se as informações da pessoa ou da empresa constarem em um banco de dados oficial, não será mais preciso comprovar a autenticidade delas. Esses procedimentos, no entanto, valem apenas para o setor público federal.

Por essas regras, se uma empresa ou pessoa precisar de uma certidão emitida por um ente do governo federal, não será mais preciso, por exemplo, levar documentos que comprovem a situação do contribuinte junto à Receita Federal. O próprio órgão terá de acessar os bancos de dados do governo e verificar a informação.

Segundo o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União, o decreto presidencial cria instrumentos para melhorar e aumentar a eficiência do Estado. Para o cidadão e para as empresas, o serviço público passa a ser mais produtivo e menos oneroso. Com o texto, fica dispensado o reconhecimento de firma e a autenticação de documentos expedidos no País, quando exigidos por algum órgão federal.

O cidadão também terá acesso gratuito aos atos necessários para o exercício da cidadania. O decreto também determina a padronização de procedimentos e formulários e proíbe a recusa de documentos pelos protocolos dos órgãos públicos. O usuário também fica dispensado de entregar o mesmo documento várias vezes, em cada atendimento que receber, caso a informação já esteja nas bases de dados oficiais.

“Com esta norma, os cidadãos não serão submetidos a deslocamentos desnecessários, prevalecendo a presunção de boa-fé”, observa o secretário adjunto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Angelino Caputo.

Redução do Custo Brasil
Para o setor privado, a nova legislação reduz o Custo Brasil, que é uma série de gastos e gargalos que tornam o preço de um produto ou serviço maior, além do que seria considerado um nível justo. “O Decreto está baseado no princípio constitucional da boa-fé e sinaliza que o governo federal coloca como prioridade a pauta da desburocratização dos serviços”, avalia o presidente executivo do Movimento Brasil Competitivo, Claudio Gastal.

O executivo é integrante do grupo de trabalho de Desburocratização e Modernização do Estado do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), também conhecido como Conselhão. Segundo Gastal, esse processo de desburocratização depende também de ações digitais, como a integração dos sistemas e bancos de dados de autarquias, órgãos e empresas públicas.

Com esse decreto, de acordo com o secretário de gestão do Ministério do Planejamento, Gleisson Rubin, o governo coloca o tema desburocratização como prioridade. “Esta iniciativa elimina etapas desnecessárias, requisições e documentos do cidadão que o Estado já possua, de forma a tornar a experiência da sociedade com o serviço público mais intuitiva”, afirma. “O governo estabeleceu que a prioridade máxima é a simplificação e transformação digital dos serviços públicos oferecidos ao cidadão e empresas”, relata.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Planejamento, do Movimento Brasil Competitivo, Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Ministério da Transparência

Cepe lança no FIG livros vencedores do prêmio nacional de literatura



Criado em 2015 pelo Governo do Estado e a Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), dentro das comemorações dos 100 anos da Imprensa Oficial de Pernambuco, o Prêmio Cepe Nacional de Literatura lança às 18 desta sexta-feira (28.07), no Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), os livros vencedores de sua segunda edição.

Na categoria Poesia, o primeiro lugar foi Arquiteturas de vento frio, do pernambucano de Vitória de Santo Antão Walther Moreira Santos; no Romance, Outro lugar, do paulista Luís Sérgio Krausz; no Conto, Dancing jeans – Baixo Augusta e outros contos, de Mílton Morales Filho, também natural de São Paulo; no Infantojuvenil, Os filhos do deserto combatem na solidão, do gaúcho Lourenço Cazarré.

O concurso destina aos vencedores um total de R$ 80 mil, sendo R$ 20 mil para os primeiros lugares de cada uma das quatro categorias. A premiação inclui também a publicação dos livros pela Cepe Editora. A segunda edição do concurso registrou 711 inscrições, incluindo 10 brasileiros residentes em Portugal, Alemanha, Inglaterra, Estados Unidos, Japão e Uruguai.

O julgamento foi realizado em duas etapas, com uma comissão de pré-seleção e outra de premiação, ambas formadas por pessoas de renome na área de Literatura. A primeira foi composta pelo professor de Letras da UFPE, Ricardo Postal; o escritor, professor e tradutor Wellington de Melo; o escritor, poeta, contista e tradutor Everardo Norões; e o jornalista e escritor Homero Fonseca. A segunda foi formada pela escritora Carola Saavedra, a jornalista e escritora Márcia Denser e o escritor Antônio Carlos Viana

Novo sistema de bicicletas compartilhadas e ampliação da rede cicloviária dão mais prioridade ao ciclista na RMR


O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Estado, e a Prefeitura do Recife anunciaram duas medidas para tornar o Recife uma cidade cada vez mais estruturada para os ciclistas. Nos próximos meses, a secretaria coloca em prática um novo Bike PE, sistema de compartilhamento de bicicletas, mais moderno, funcional e tecnológico. Em parceria com a Tembici, nova gestora do programa, e o Banco Itaú Unibanco, patrocinador do Bike PE desde a sua criação em 2013, o novo sistema é inovador e coloca a capital pernambucana como a primeira cidade brasileira a receber esse tipo operacional. Além disso, a Prefeitura do Recife anunciou a ampliação da rede de rotas cicláveis com a programação de instalação de duas novas ciclofaixas permanentes na cidade, em Jardim São Paulo e Santo Amaro.
A nova versão do Bike PE ganha uma roupagem com equipamentos mais sofisticados. “É com grande satisfação que trazemos essa novidade para o povo pernambucano, que há alguns anos colocou a bicicleta como um modal do dia a dia. O novo Bike PE vem para contemplar essa parcela da população que só cresce e busca mais conforto e praticidade ao utilizar as ‘magrelas’. Nossa expectativa é que o número de viagens aumente consideravelmente para alcançar a casa dos 80 mil por mês”, ressaltou o secretário de Turismo, Esportes e Lazer, Felipe Carreras.
A partir de setembro, os usuários pernambucanos vão encontrar pelas ruas da RMR estações e bicicletas completamente diferentes das já existentes.  As bikes serão mais resistentes e confortáveis, terão bancos mais reguláveis, luzes reflexivas, bagageiros integrados e adaptáveis com extensores elásticos para prender objetos. Serão 80 estações com 1.600 vagas e um total de 800 unidades disponíveis.  O sistema, que foi importado do Canadá, é consolidado e tem unidades por grandes centros urbanos mundiais, como Nova Iorque (EUA) e  Londres (Reino Unido).
Outra grande novidade do Bike PE é a utilização de “docks” ou conexões individuais para abrigar as bicicletas. Cada uma terá o seu próprio compartimento de depósito, ou seja, as estações serão moduladas e não mais uma estrutura única. A liberação das bikes será, dessa forma, individualizada. Essa é também uma forma de reduzir possíveis vandalismos e roubos das bicicletas. Da mesma forma, haverá um botão para ser acionado e alertar à gestão caso o usuário perceba danos ao equipamento.
Outro ponto que muda a partir deste momento é o modo de utilização. Os usuários terão a oportunidade de utilizar o cartão de crédito e/ou débito diretamente na estação para utilizar as bicicletas. Os planos também aumentaram para passes de três dias e anual, além dos já existentes passe mensal e diário. Em cerca de 30 estações do Bike PE haverão totens para cadastro físico.

Residencial Aldo Albuquerque vende último apartamento em Igarassu

Perto da cidade com o clima do campo


PROMOÇÃO | Nivaldo Cabeleireiro: Corte 2 pague 1





VivaReal lista quanto custa morar nas 10 melhores cidades para envelhecer em comemoração ao Dia dos Avós



São Paulo, julho de 2017 – O VivaReal (www.vivareal.com.br) listou quanto custa morar nas 10 melhores cidades para envelhecer no Brasil diante do Dia dos Avós (26/07). São José do Rio Preto é a cidade com preço médio mais barato para aluguel (R$ 12,50) e também para venda (R$ 3.333) no 2º trimestre de 2017. O município paulista ocupa o 5º lugar no ranking do relatório divulgado pelo Instituto de Longevidade (IDL), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV).
Santos aparece no topo do ranking como a melhor cidade para envelhecer, pela situação financeira e cultural, e possui o maior preço médio para aluguel (R$ 30,00/m²) da lista. Já a cidade fluminense de Niterói (4º) possui o preço médio mais caro (R$ 6.081/m²) para compra entre as 10 localidades apresentadas pelo estudo do IDL que está disponível aqui. Os valores do preço médio para venda e aluguel são do DMI-VivaReal.

Confira a lista:
Ranking das melhores cidades para envelhecer no Brasil
Cidade
Estado
Preço médio aluguel - 2º trimestre
Preço médio venda - 2º trimestre
Santos
SP
R$ 30,00
R$ 5.000
Florianópolis
SC
R$ 21,09
R$ 5.220
Porto Alegre
RS
R$ 20,00
R$ 5.112
Niterói
RJ
R$ 20,00
R$ 6.081
São José do Rio Preto
SP
R$ 12,50
R$ 3.333
Ribeirão Preto
SP
R$ 15,74
R$ 3.801
Jundiaí
SP
R$ 18,33
R$ 4.400
Americana
SP
R$ 13,08
R$ 3.454
Vitória
ES
R$ 16,99
R$ 5.727
10º
Campinas
SP
R$ 18,76
R$ 4.834

Sobre o DMI
O DMI-VivaReal (Dados do Mercado Imobiliário) é um relatório setorial do mercado imobiliário, realizado pelo VivaReal desde 2013. O objetivo do levantamento é oferecer informações sobre preço, oferta e demanda de imóveis para consumidores e profissionais do setor, tornando mais transparente o processo de aquisição e locação de imóveis.
Sobre o VivaReal
VivaReal é uma plataforma digital que conecta imobiliárias, incorporadoras e corretores com consumidores que buscam um imóvel. São mais de 5 milhões de anúncios para compra e locação em mais de mil cidades brasileiras reunidos em um só lugar.
Com mais de 18 milhões de visitas por mês em seu site e aplicativos móveis, o VivaReal é líder em seu segmento de atuação e está presente com escritórios locais em 14 cidades brasileiras.

Mulheres ganham destaque nas disputas de BeachBoxing


Um grande time de atletas promete disputar a medalha da da 2ª Etapa do BeachBoxing em Saquarema, no Rio de Janeiro, que acontece no próximo sábado (29) nas areias da praia de Itaúna. Além dos atletas masculinos, as representantes femininas também prometem um capítulo à parte. Pelo menos 14 mulheres prometem brigar pelo título nas areias antes conhecidas apenas pelos campeonatos de surf.
Um dos destaques será a luta a atleta itajaiense Vanessa Borba, convocada para a super luta. Ela disputa o campeonato com Diane Moraes, do FDB Fight. As atletas são reverenciadas quando o assunto é luta. Além delas, há confirmação de presença de nomes como Karen Tavares e Milena Andrade, Aryane dos Reis e Tuane Rigor, Edna Nunes e Suellen Raiana, que disputarão o campeonado nas areias fluminenses.
Uma das convidadas, Vanessa Borba representará a cidade de Itajaí (SC) pelo Golden Boxe Team. A atleta é atual bicampeã estadual e está em 3º lugar no Top Brasil feminino de até 57kg. No sábado, Vanessa vai lutar contra Diana Morais, do FDB Fight. Diferente da itajaiense que tem origem no boxe, a adversária carioca é lutadora de muay thai.
Independente do resultado do próximo sábado em Saquarema (RJ), Vanessa Borba tem ainda outro sonho. “Nós temos muitas praias, e aqui seria um local muito bom para as pessoas poderem treinar o boxe de praia”, comenta. Por ser uma modalidade relativamente nova, os atletas ainda buscam apoio para incentivar as disputas estaduais e nacionais.
Ringue na praia
O boxe de praia surgiu do sonho do treinador Moacyr Lima, que levou a prática do boxe tradicional das academias para as praias do Rio de Janeiro em 2012. Só em 2015 a prefeitura do Rio de Janeiro autorizou a instalação de um ringue de boxe de praia na Barra da Tijuca. As competições realizadas pela Febop só começaram em 2016 com o 1º Circuito de Beach Boxing.
Serviço:
2ª Etapa BeachBoxing 2017
Dia 29 de julho (sábado), a partir das 9h
Praia de Itaúna, Saquarema, Rio de Janeiro
Pesagem: 9h
Competições: a partir das 10h
Entrada Grátis
http://www.beachboxingbrasil.com.br/

Relatório Anual de Cibersegurança da Cisco 2017 prevê novos ataques de "Destruição de Serviço". A escala e o impacto das ameaças cibernéticas crescem

Estudo revela que as principais indústrias precisam melhorar a conduta de segurança para acompanhar a convergência da tecnologia da informação e a tecnologia operacional


San Jose, Califórnia – 26 de julho de 2017 - O Cisco 2017 Midyear Cybersecurity Report, aborda a rápida e cada vez mais estruturada evolução das ameaças, com a previsão de um crescente potencial de ataques de “destruição de serviço” (DeOS). Esses tipos de ameaças são capazes de eliminar os backups e redes de segurança das empresas, que são, justamente, os meios necessários responsáveis por restaurar os sistemas e dados após um ataque cibernético. O estudo destaca ainda que, com o advento da Internet das Coisas (IoT), as principais indústrias estão oferecendo mais operações online e, com isso, tornando-se mais vulneráveis a ataques.
Os casos recentes de ciberataques como o WannaCry e o Nyetya mostram a rápida disseminação e o grande impacto que esses incidentes podem causar já que, a princípio, parecem típicos casos de ransomware, mas, na verdade, acabam sendo muito mais destrutivos. Os ataques de “destruição de serviço” (DeOS) - termo usado pela Cisco para definir essas ameaças - podem ser muito mais prejudiciais, já que não possibilitam a recuperação de dados pelas empresas.
“Os criminosos estão se tornando cada vez mais criativos na maneira como estruturam seus ataques. Com isso, empresas de todos os setores estão em uma corrida constante contra os cibercriminosos. A garantia da segurança começa com o fechamento das brechas mais óbvias e se torna uma prioridade comercial, como parte essencial do processo”, explica Ghassan Dreibi, Gerente de Desenvolvimento de Negócios de Segurança para LatAm, da Cisco.
A Internet das Coisas continua a oferecer novas oportunidades para cibercriminosos, pois com mais dispositivos conectados, há mais brechas de segurança, que são responsáveis pelo crescente número de ameaças. A recente atividade de botnet de IoT (rede de robo criada com dispositivos de IoT infectados) já indica que alguns hackers podem estar se preparando para uma ameaça cibernética de alto impacto e em larga escala que poderia interromper a própria internet.
Medir a eficácia das práticas de segurança em relação a esses ataques é crítico. A Cisco rastreia a melhoria na redução do "tempo de detecção" (TTD), a janela de tempo entre uma invasão e a detecção da ameaça. “Detectar uma ameaça com rapidez é fundamental para restringir o espaço operacional dos hackers e minimizar os danos causados pelas invasões”, completa o especialista da Cisco. Desde novembro de 2015, a Cisco diminuiu a média de tempo de detecção (TTD) de pouco mais de 39 horas para cerca de 3,5 horas do período de novembro de 2016 a maio de 2017. Esse índice é baseado na telefonia remota obtida dos produtos de segurança da Cisco implantados no mundo todo.
Cenário de ameaça: o que está em alta e o que não está
Os pesquisadores de segurança da Cisco assistiram a evolução do malware durante o primeiro semestre de 2017 e identificaram mudanças na forma como os criminosos estão adaptando suas técnicas. A Cisco percebeu o crescente número de vítimas de ataques que foram ativados por meio de abertura de links ou arquivos suspeitos. Os hackers estão desenvolvendo malwares sem necessitarem de arquivos que permaneçam na memória do dispositivo e que são mais difíceis de detectar ou rastrear, pois são eliminados logo que o dispositivo é reiniciado. Os criminosos dependem ainda de infraestrutura anônima e descentralizada, como um serviço de proxy Tor, para camuflar as atividades de comando e controle.
Enquanto a Cisco identificou um considerável declínio nos kits de exploração, outros ataques tradicionais estão ressurigindo:
• Os volumes de spam aumentam significativamente, pois os criminosos se dedicam a outros métodos testados, como e-mail, para distribuir malwares e gerar receita. Os pesquisadores de ameaça da Cisco antecipam ainda que o volume de spam com anexos maliciosos continuará aumentando enquanto que o cenário do kit de exploração continua em declínio;
• Spyware e adware, que muitas vezes não são considerados pelos profissionais de segurança por serem mais incômodos do que de fato prejudiciais, são formas de malware que persistem e trazem riscos para a empresa. A pesquisa da Cisco avaliou 300 companhias ao longo de um período de quatro meses e descobriu que três famílias de spyware prevalentes infectaram 20% da amostra. Em um ambiente corporativo, o spyware pode roubar informações de usuários e empresas, enfraquecer a conduta de segurança de dispositivos e aumentar os casos de malware;
• Evoluções no ransomware, como o crescimento do Ransomware-as-a-Service, acabam facilitando para os criminosos a realização desses ataques, independentemente do conjunto de habilidades. A Ransomware vem chamando a atenção da mídia e, segundo divulgações na imprensa, gerou mais de US$ 1 bilhão em 2016 de prejuizo no mundo, mas isso pode ser direto para algumas organizações, que enfrentam uma ameaça ainda maior e pouco difundida. O comprometimento de e-mail corporativo (BEC), um ataque em que um e-mail é projetado para enganar as empresas e transferir dinheiro para criminosos, está se tornando altamente lucrativo. Entre outubro de 2013 e dezembro de 2016, US$ 5,3 bilhões foram roubados via BEC, de acordo com o Internet Crime Complaint Center.
Diferentes setores da Indústria enfrentam desafios comuns
À medida que os criminosos continuam aumentando a sofisticação e a intensidade dos ataques, as empresas de diferentes setores da indústria são desafiadas a manterem os requisitos fundamentais de segurança cibernética. Quanto mais a Tecnologia da Informação e a Tecnologia Operacional convergem rumo à Internet das Coisas, as companhias têm que lidar mais com visibilidade e complexidade. Como parte do estudo de benchmark de capacidades de segurança, a Cisco entrevistou cerca de 3.000 líderes de segurança em 13 países e descobriu que, em todas as indústrias, as equipes de segurança estão cada vez mais subjugadas pelo volume de ataques. Isso leva muitas empresas a se tornarem mais reativas para que se mantenham protegidas.
• Mais de dois terços das companhias estão investigando alertas de segurança. Em certas indústrias (como saúde e transporte) esse índice é próximo de 50%;
• Mesmo nas indústrias mais responsivas (como finanças e saúde), as empresas estão mitigando menos de 50% dos ataques que sabem serem legítimos;
• As violações são uma forma de chamar a atenção dessas empresas. Em todas as indústrias, tais ataques conduziram para modestas melhorias de segurança em pelo menos 90% das organizações. Algumas indústrias (como do setor de transporte) que são menos sensíveis, a taxa de melhoria cai para 80%.
• Setor público – De todas as ameaças investigadas, 32% são identificadas como ameaças legítimas, mas apenas 47% são eventualmente remediadas;
• Varejo – 32% dos entrevistados do setor disseram que perderam receita devido a ataques no ano passado com cerca de um quarto de clientes perdedores ou oportunidades de negócios;
 Fabricação – 40% dos profissionais de segurança de manufatura disseram que não possuem uma estratégia formal de segurança, nem seguem práticas padronizadas de política de segurança da informação, como ISO 27001 ou NIST 800-53;
• Utilidades - Os profissionais de segurança disseram que ataques direcionados (42%) e ameaças persistentes avançadas, ou APTs (40%), foram os riscos de segurança mais críticos para suas empresas e,
• Saúde – 37% das empresas de saúde disseram que ataques direcionados são riscos de alta segurança para suas organizações.
Conselhos da Cisco para as empresas
Para combater os ataques cada vez mais sofisticados, as empresas devem assumir uma posição proativa em seus esforços de proteção. Com isso a Cisco Security recomenda:
• Manter a infraestrutura e as aplicações atualizadas, para que os invasores não possam explorar fraquezas conhecidas publicamente;
• Combater a complexidade por meio de uma defesa integrada;
• Envolver a liderança executiva desde o início do processo para garantir visibilidade completa dos riscos, resultados e restrições orçamentárias;
• Estabelecer métricas claras e usá-las para validar e melhorar as práticas de segurança;
• Avaliar o grau de conhecimento de segurança dos funcionários com treinamento baseado em função ao invés de padronizado e,
• Definir a defesa com uma resposta ativa. Não ativar o "configure e esqueça", controles ou processos de segurança.
Para o MCR de 2017, um grupo diversificado de 10 parceiros de tecnologia de segurança foi convidado a compartilhar dados, os quais em conjunto, concluem o cenário de ameaça. Os parceiros que contribuíram para o relatório incluem Anomali, Flashpoint, Lumeta, Qualys, Radware, Rapid7, RSA, SAINT Corporation, ThreatConnect e TrapX. O ecossistema de parceiros de tecnologia de segurança da Cisco é um componente chave da visão da empresa para trazer uma segurança simples, aberta e automatizada para os clientes.
Sobre o relatório
O Cisco 2017 Midyear Cybersecurity Report analisa os métodos de inteligência de ameaças mais recentes coletados pela Cisco Collective Security Intelligence. O relatório fornece informações sobre a indústria seguindo dados e as tendências de segurança cibernética a partir do primeiro semestre do ano, juntamente com recomendações acionáveis para melhorar a conduta de segurança. O estudo se baseia em dados de um amplo rastreamento, totalizando uma inclusão diária de mais de 40 bilhões de pontos de telemetria. Os pesquisadores da Cisco traduzem a inteligência em proteções em tempo real para os produtos e ofertas de serviços que são imediatamente entregues globalmente aos clientes da Cisco.
Recursos de apoio
Siga a Cisco no Twitter @CiscoSecurity
Como a Cisco Security no Facebook
Sobre a Cisco
A Cisco (NASDAQ: CSCO) é líder mundial em tecnologia, que tem feito a internet funcionar desde 1984. Seus colaboradores, produtos e parceiros ajudam a sociedade se conectar com segurança e a aproveitar hoje as oportunidades da transformação digital do futuro. Para mais informações, acesse thenetwork.cisco.com. Para notícias sobre o Brasil, acesse: http://americas.thecisconetwork.com/site/index/lang/pt/. Siga a Cisco no Twitter em @CiscoDoBrasil.

Instituto Embelleze lança ação #iesolidario que oferecerá serviços de beleza gratuitos em todo o Brasil

No próximo dia 29 de julho ocorrerá a campanha #iesolidario. Idealizada pelo Instituto Embelleze, a ação acontecerá durante o dia todo e envolverá as cerca de 400 unidades existentes no País, que promoverão o evento em locais diferentes, como praças, escolas, asilos, orfanatos e hospitais. Será um dia totalmente voltado à beleza. As pessoas terão à disposição serviços de cabeleireiro, barbeiro, design de sobrancelhas, manicure e pedicure. “Acompanharemos toda a mobilização da ação por meio do Facebook. O objetivo é criar uma movimentação que atinja o maior número de pessoas possível, unindo as equipes das unidades franqueadas, juntamente com os alunos, levando bem-estar às comunidades locais e criando um momento único de experiência, aos alunos em formação, e aos clientes que serão atendidos de maneira solidária”, explica a analista de produtos do Instituto Embelleze, Bruna Peresin.
Pessoas interessadas em ganhar os serviços deverão entrar em contato com a unidade do Instituto Embelleze de sua região. Os endereços podem ser pesquisados em www.institutoembelleze.com
Sobre o Instituto EmbellezeA maior rede de franquias do mundo voltada para a formação de profissionais do setor de beleza foi fundada no Brasil em 1998. Atualmente, as unidades do Instituto Embelleze estão presentes nas principais cidades do país, abrangendo todos os estados, distribuídas em 392 franquias. Já são mais de 1 milhão de profissionais formados em cursos como cabeleireiro, maquiador, pedicure, manicure, barbeiro, penteados profissionais, depilação e outras diversas especializações.


Atendimento à imprensaATITUDECOM | Estratégia em comunicação | (11) 2311-5889Claudia Gonçalves - claudia@atitudecom.com.brFernando Inocente – fernando@atitudecom.com.brwww.atitudecom.com.br

DETRAN promove grande campanha educativa em prol dos motociclistas


Objetivando registrar a passagem do Dia do Motociclista e chamar atenção da sociedade no tocante aos acidentes envolvendo esses veículos, a Secretaria das Cidades, por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, lança nesta quinta-feira, 27, a campanha “A Minha Vida Sem Mim”. A ação será realizada a partir das 10h, em uma blitz educativa na Avenida Agamenon Magalhães, debaixo do viaduto da Avenida Norte.

A campanha, que acontecerá até dezembro, será dividida em duas fases, sendo a primeira já a partir desta quinta, com a instalação de 30 placas urbanas com as Motocicletas da Paz, nome dado às estruturas montadas com motocicletas pintadas de branco e com mensagem referentes às principais causas de mortes em acidentes com esses veículos. Será veiculado ainda um vídeo publicitário em TV aberta, com uma trilha sonora bem marcante e com imagens das Motocicletas da Paz.

Na segunda fase acontecerão intervenções com novos vídeos publicitários na TV, dessa vez, buscando trazer para as pessoas uma reflexão sobre a falta que podem fazer ao morrerem em acidentes. Com forte apelo emocional, ela será complementada ainda com um vídeo para redes sociais de um passeio motociclístico que será realizado do Centro de Treinamento da Honda até o 2º Jardim de Boa Viagem, onde todos estarão usando capacetes brancos, como símbolo da adesão à campanha e do compromisso em respeitar a legislação de trânsito.

Durante toda a campanha serão realizadas ainda pelo DETRAN-PE
blitz educativas e coercitivas nos locais indicados pela CTTU e pelo SAMU Recife, como aqueles em que mais ocorreram acidentes com motociclistas, com o apoio dos  “capacetes brancos”, voluntários que estarão circulando pela cidade e motivando todos a respeitarem as leis.

Além do Recife e Região Metropolitana outras 28 cidades serão envolvidas nessas ações, seguindo a Caravana DETRAN nos Municípios que leva um conjunto de serviços para a população com foco nos motociclistas (cursos de pilotagem defensiva em parceria com os concessionários Honda, formação de professores, palestras em escolas, blitzen educativas e um fórum de Educação para o Trânsito). Nestas cidades, alguns motociclistas serão homenageados pelo seu comportamento adequado no trânsito e receberão o “CAPACETE BRANCO”.

Serão envolvidas ainda empresas empregadoras de motofretistas, que receberão palestras para os funcionários e a cada mês um deles receberá o “CAPACETE BRANCO” por demonstrar comportamento adequado e seguro no trânsito. Para esta ação, aderiram à campanha o SEMPREMOTO (sindicato patronal das empresas de motofretistas) e o SINDIMOTO (sindicato da classe dos trabalhadores).

Até dezembro deverão ser realizadas 70 ações entre blitz e intervenções, tendo também como material de apoio panfletos, adesivos e cordões.

SERVIÇOS:

Lançamento da campanha “A Minha Vida Sem Mim”
Quando: Quinta-feira, 27
Local: Avenida Agamenon Magalhães - Debaixo do viaduto da Avenida Norte (Sentido Olinda - Boa Viagem)
Horário: 10h


Recife é a primeira capital do Nordeste a ter sinal de televisão 100% digital

Com 92% de domicílios preparados para o sinal digital,
14 municípios pernambucanos dão adeus ao analógico de TV.



A região metropolitana do Recife passa a assistir aos canais abertos de televisão apenas pelo sinal digital após as 23h59 dessa quarta-feira, 26 de julho. A decisão foi anunciada pela Anatel após a apresentação do resultado da pesquisa do Ibope Inteligência, que aferiu que 92% dos domicílios estão preparados para a TV Digital. “O resultado é fruto da parceria entre a Seja Digital, a radiodifusão, os órgãos públicos, as ongs que nos acompanharam durante todo o processo e o apoio que recebemos das comunidades por onde passamos para levar a informação sobre o desligamento do sinal analógico de televisão”, afirma Neilza Buarque, gerente regional da Seja Digital no Recife.

A Seja Digital continuará atuando em toda região metropolitana do Recife por pelo menos mais 45 dias para tirar dúvidas de toda a população e manter a distribuição de kits gratuitos. As famílias inscritas em programas sociais do Governo Federal ainda podem ligar para o número 147 ou acessar o site sejadigital.com.br para verificar se têm direito ao kit gratuito e fazer o agendamento.

Sobre a Seja Digital
A Seja Digital (EAD - Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

Secretarias municipais do Paulista atuam em conjunto no auxilio a família vitima de desabamento


A Secretaria de Segurança Cidadã e Defesa Civil do Paulista informa que realizou na manhã desta terça-feira uma vistoria no imóvel que desabou em Maranguape 2. Os técnicos identificaram que a estrutura está comprometida. A área foi isolada e permanecerá assim até que seja feita a demolição que deve ocorrer ainda hoje. Os imóveis laterais não sofreram nenhum tipo de sinistro e não precisaram ser interditados.

A Defesa Civil municipal esclarece ainda que não recebeu nenhuma denúncia a respeito da situação do imóvel, localizado na Av. A. Os técnicos do órgão orientam a população a prestar informações a respeito de casos como este pelo telefone 153. A ligação é gratuita e o serviço funciona 24 horas, nos sete dias da semana.

A respeito da situação da regularidade comercial do estabelecimento, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação informa que não localizou nenhum registro de solicitação de Alvará de Funcionamento da padaria que funcionava de forma irregular no térreo. 

Ainda pela manhã uma equipe da Secretaria de Políticas Sociais esteve no local do incidente para prestar assistência à família vítima do desabamento. As funcionárias da secretaria também visitaram o Hospital Miguel Arraes para tomar as medidas que serão adotadas para apoiar a família, que inclui o funeral para a criança que faleceu e os demais programas da política da assistência social aos sobreviventes.