Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Prefeitura de Olinda e Governo Federal discutem melhorais para o município

Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnologia da cidade apresentou projeto de restruturação de mercados públicos ao ministro de Minas e Energia

Mais eficiência e menos custos. A frase resume a ideia do Projeto de Reestruturação dos Mercados Públicos apresentado nesta sexta-feira (18.08), elaborado pela Secretaria de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia de Olinda, ao ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho. Além da utilização de contêineres marítimos, foram discutidos assuntos sobre a popularização do uso da energia solar na cidade. A reunião foi realizada na sede da Prefeitura do município.

O material apresentado no projeto tem como objetivo a reestruturação dos mercados públicos de Peixinhos e de Caixa D’Água. O planejamento visa reduzir o preço final da obra em cerca de 30% em comparação com os métodos tradicionais, além de ter mais velocidade. No âmbito sustentável, a reutilização dos contêineres na arquitetura transforma este material de entulho em matéria-prima base para a construção civil, permitindo projetos diferenciados e modernos.

“O ministro ficou bastante receptivo a ideia, até porque os contêineres que saem do uso do transporte de mercadorias terminam se tornando um problema ambiental. Ele é descartado no meio ambiente, começa a jogar ferrugem, vira foco de mosquito da dengue, e a companhia siderúrgica tem dificuldade de desmanchá-los por conta do elevado gasto de energia. Estamos oferecendo essa solução, é um equipamento que vai dar conforto para os feirantes.”, explicou o secretário de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia, João Luiz.

A ideia é que os contêineres sejam mais seguros, por serem de aço, além de ter mais duração, menor custo e mais velocidade da organização das feiras e mercados públicos. “Sabemos que as áreas no entorno desses mercados tinham muitos transtornos. Aquilo foi resolvido, mas pretendemos melhorar ainda mais com os contêineres. Isso vai servir de modelo para outros mercados”, comemorou o prefeito Professor Lupércio.

O ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho, mostrou-se interessado no projeto.  “Foi apresentado um modelo interessante, que eu não conhecia, são mais baratos e mais rápidos. Uma alternativa bastante criativa. Naquilo que pudermos ajudar, estamos à disposição”.

Outros pontos discutidos na reunião

Além do projeto de reestruturação dos mercados públicos, a visita do ministro a Olinda teve o Seminário Católico da cidade como pauta. Após demanda do arcebispo Dom Fernando Saburido, o Governo Federal já está em contato com empresas para, em breve, iniciar o restauro do local.

“Com apoio de recursos da Lei Rouanet, pretendemos recuperar e restaurar o Seminário. A expectativa é que, ainda em setembro, a gente possa vir com os representantes das empresas até Olinda para anunciar os investimentos iniciais. Já temos aprovada, junto ao Ministério da Cultura, a captação de recursos na ordem de R$ 3 milhões”, disse Bezerra.

O terceiro ponto abordado foi a viabilização de projetos para popularização do uso da energia solar nos conjuntos habitacionais. “A gente tem estudado isso para poder replicar em todo País. O módulo solar ainda tem um custo dentro do Minha Casa, Minha Vida. Esperamos que, quando case o orçamento, comecemos a ter novos projetos habitacionais já com a placa solar”, encerrou o ministro.

Em audiência aberta com o prefeito, população aponta prioridades para próximos anos de Petrolina

A quadra esportiva do antigo CAIC, na Cohab Massangano, ficou lotada de lideranças comunitárias e população em geral para uma audiência pública que apontou, ao longo deste sábado (19), quais devem ser as prioridades nos próximos quatro anos de governo municipal. A discussão faz parte da preparação do Plano Plurianual (PPA), que define como o orçamento da cidade deve ser empregado pela Prefeitura de Petrolina até 2021 em projetos e programas no município sertanejo.

Mais de 1200 pessoas preencheram formulários com sugestões para melhorar as comunidades. De construção de escolas até projetos de mobilidade para melhorar o trânsito de Petrolina, as propostas dos populares tiveram diversas áreas de interesse para a Prefeitura direcionar os recursos.

Todo o material coletado pela Secretaria de Planejamento junto à população será analisado e as cinco prioridades mais citadas serão postas como metas de governo até 2021. Os dados serão adicionados no PPA e divulgados à população pela gestão municipal ao longo do ano, sendo que as cinco diretrizes eleitas pelo povo já serão publicizadas pelas redes sociais e imprensa da Prefeitura na próxima semana.

Além de colher as sugestões da população para os próximos anos de administração, o evento também teve o objetivo de prestar contas à sociedade. O prefeito Miguel Coelho fez uma apresentação dos primeiros meses de governo, indicando os desafios encontrados e avanços consolidados pela gestão municipal. O prefeito ainda ouviu atentamente as perguntas de 30 representantes da população sobre temas como segurança pública, saneamento, pavimentação, lazer, saúde, mobilidade entre outros temas do cotidiano da população.

De acordo com o prefeito, o espaço de discussão da cidade junto com a população não será resumido ao Plano Plurianual. "Queremos construir uma cidade de forma participativa, onde os gestores públicos tenham suas responsabilidades mas a população se sinta parte do processo de tomada de decisão. Dessa forma, iremos promover outros debates e encontros para incentivar a participação popular, pois isso ajuda a identificar quais as reais necessidades de quem nos colocou para governar a cidade", explicou Miguel Coelho.

Plano - A audiência pública do PPA obedece ao artigo 48 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e foi aberto à toda população. Dirigida pelo prefeito Miguel Coelho, a reunião aberta contou com a presença dos secretários municipais, vereadores  e representantes da sociedade civil. De posse das informações, a Prefeitura montará o Plano Plurianual, que é um instrumento para o planejamento estratégico do município, isto é, para organização dos recursos e energias do governo e da sociedade em direção a uma visão de futuro, a um cenário de médio prazo. Duas outras leis estão intimamente associadas ao PPA: a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei do Orçamento Anual (LOA).

Tadeu elogia criação de fórum social de prevenção à violência no litoral norte


O deputado federal Tadeu Alencar (PSB) participou nesta sexta-feira (18) do lançamento do Fórum Regional de Prevenção Social (FRPS) dos municípios do litoral norte de Pernambuco, em Itapissuma. O fórum conta com a participação da Secretaria de Desenvolvimento Social, do Governo do Estado, em articulação com as cidades de Paulista, Abreu e Lima, Igarassu, Itapissuma, Ilha de Itamaracá e Araçoiaba.

Convidado para falar sobre “Os reflexos da crise econômica, política e ética no recrudescimento da violência no País”, Tadeu defendeu que o desencanto da população com a política deve ser combatida com mais mobilização social. 

“A gente precisa acreditar nas instituições, exercer mais controle social, sem o qual a política jamais vai andar no rumo certo”, afirmou o parlamentar para um público de mais de 500 pessoas no Clube Veloz, no centro de Itapissuma.

Para Tadeu, a criação do fórum de prevenção social é uma clara demonstração de que o enfrentamento da segurança não deve ser um problema só de política, nem só de Estado. “É muito importante que a sociedade participe, que faça a sua parte, que as prefeituras integrem o conjunto de políticas que vão ajudar neste esforço de enfrentar a violência”, afirmou.

Citando um estudo feito em 2015 pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA), mostrando que a cada 1% de aumento na taxa de desemprego entre homens, a taxa de homicídios nos municípios tende a aumentar 2,1%, o parlamentar disse disse que o problema da violência no Brasil deve passar pela formulação de políticas sociais afirmativas.“Esses índices de violência podem diminuir com boas lideranças e políticas públicas voltadas para educação, saúde e emprego”, reforçou.

Sobre Pernambuco, o deputado reconheceu que o problema se agravou nos últimos anos, justamente em função da crise econômica do País, com efeito no índice de desempregos, mas lembrou os investimentos que têm sido feitos na área, a exemplo do pacote de ações da ordem de R$ 290,8 milhões anunciados pelo governador Paulo Câmara, como a contratação de 4,5 mil policiais e de novas viaturas. Pernambuco tem as contas públicas equilibradas e, agora, em 2017, tem condições de investir fortemente em segurança”, frisou.

Por fim, Tadeu Alencar defendeu o Pacto pela Vida como uma política permanente de Estado, um legado de Eduardo Campos que tem sido tratado com toda a atenção pelo Governo Paulo Câmara. “Fica aqui a minha crença de que em Pernambuco aquilo que está sendo feito vai dar resultado e de que vamos tirar os nossos índices de segurança pública desses patamares que tanto nos preocupam”, concluiu.

Crédito da foto: Assessoria de imprensa/divulgação

Dia Nacional do Ciclista marca expectativa de Paulista receber Eixo Cicloviário da RMR

Vereador Fábio Barros (PSB) reforça a interligação de ciclovias em Paulista no Escritório da Bicicleta de Pernambuco


O presidente da Câmara dos Vereadores do Paulista, Fábio Barros (PSB), autor da Lei Municipal das Ciclovias de Paulista (nº 4.591/2016), vem representando o Poder Municipal Legislativo nos debates do Plano Diretor Cicloviário da Região Metropolitana do Recife (RMR), do Escritório da Bicicleta. 

Gerenciado pelo Programa Pedala PE, da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, o Escritório da Bicicleta apresentou o projeto do Eixo Cicloviário da Região Metropolitana do Recife (RMR). O objetivo é  interligar o Recife à divisa entre Paulista e Abreu e Lima, um percurso de 23 km, através de ciclovia na PE-15. A meta do escritório é atender essa demanda até 2018, junto com todas as prefeituras envolvidas. 

Segundo o vereador Fábio Barros (PSB), neste dia do Ciclista (19.08), é importante lembrar que Paulista já tem legislação específica para este empoderamento. "Já contribuímos ao nosso município com leis, que atende às necessidades desse modal e a nova etapa é a articulação estadual de mobilidade", explicou.

Incentivo ao transporte não motorizado
De acordo com a Lei 4.591/ 2016, de autoria do vereador Fábio Barros (PSB), o artigo 3º, requer que a implantação de um sistema cicloviário pelo Poder Executivo Municipal, por meio de seus órgãos especializados e correlatos, deverá considerar os seguintes elementos:

I - Estudos técnicos de viabilidade; 

II - Rede viária formada por ciclovias, ciclofaixas, faixas compartilhadas e rotas operacionais de ciclismos; 

III - locais específicos para estacionamento: bicicletário e paraciclos; 

IV - A inserção do uso das bicicletas, nos procedimentos, atividades e planejamento viário e tráfego no município.

Atenção ciclista!
Ameaçar o ciclista ou pedestre com o carro é infração gravíssima.
Artigo 170 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB)

Nas conversões o condutor deve ceder passagem aos pedestres e ciclistas.
Artigo 38 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB)

Bicicletas tem preferência sobre veículos automotores.
Artigo 58 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB)


Foto: Imagem Google/ Divulgação.

Paulista North Way Shopping recebe campanha “Por Mais Segurança Pública”



Quem for ao Paulista North Way Shopping neste Sábado (19.08), Domingo (20.08) e próxima Terça-feira (22.08) pode contribuir com a campanha “Por Mais Segurança Pública”, assinando o abaixo-assinado proposto pelo presidente da Câmara dos Vereadores do Paulista, vereador Fábio Barros (PSB).

A campanha mostra a necessidade da exclusividade do 17º Batalhão de Polícia Militar de Pernambuco (BPM) no nosso município, atualmente, com mais de 15 mil assinaturas colhidas desde 15 de julho deste ano. Até o final deste mês, o vereador vai entregar o abaixo-assinado ao governador Paulo Câmara, no Palácio Campo das Princesas, no Recife.

Os taxistas da Cooperpam, representando a categoria, abraçaram a ideia da campanha e reforçaram a importância de mais policiamento nas ruas de Paulista. “Nós somos vítimas diariamente de assaltos nas ruas e trânsito, saímos de casa e não sabemos se vamos voltar”, disse o diretor da Cooperpam, Henrique Carneiro Leão. “Essa semana um taxista de uma rádio táxi foi assaltado próximo à UPA de Jardim Paulista”, completou.


Roubo de fusca na madrugada
Uma senhora, que não quis se identificar à nossa reportagem assinou o abaixo-assinado, deixou seu sentimento de medo, mas acredita na esperança. “O fusca do meu marido, que estava sem bateria, foi roubado em frente de minha casa, em Maranguape I, em plena madrugada”, contou.  Ela se identificou com a campanha proposta pelo vereador Fábio Barros e fez até um apelo a algumas pessoas que passavam próximo ao local.  


Fotos e Assessoria de Imprensa: Max Felipe

CAMPANHA QUEREMOS ÔNIBUS NO JANGA


Atendendo a grande demanda vinda de moradores do bairro do Janga, o presidente da Câmara Municipal do Paulista, vereador Fábio Barros, realizou na manhã de hoje (18), uma visita institucional ao Grande Recife Consórcio de Transporte, localizado no bairro de Santo Antônio, no Recife. Recebido pelo presidente da empresa, Ruy Rocha, e pelo coordenador de operações, Mário Sérgio, Fábio relatou a insatisfação da população paulistense devido à falta de transporte que ligue o Janga ao terminal integrado Pelópidas, facilitando o acesso a locais públicos e privados.

A discussão abordou temas interligados à mobilidade urbana, como segurança e garantia dos direitos do cidadão. “Eu vim trazer a opinião pública e saber de vocês qual a possibilidade da criação de uma linha que atenda o bairro do Janga como um todo, aumentando, inclusive, a segurança de estudantes que precisam fazer esse roteiro e, às 22h, por exemplo, não contam com essa opção, além de caminharem um longo trajeto a pé, estando vulneráveis a qualquer tipo de violência” comentou Fábio.

Fábio Barros também citou que “a linha Engenho Maranguape/TI Pelópidas só circula em dois horários, pela manhã e no final da tarde, o que dificulta a eficiência da mobilidade, já que devido ao Shopping North Way, Faculdade Joaquim Nabuco e os demais comércios locais houve um aumento da população usuária de ônibus”.

Ruy Rocha, atual presidente do Grande Recife, garantiu entender sobre o problema discutido e sugeriu oficializar a demanda, junto ao coordenador de operações, Mário Sérgio, que confirmou a trajetória da linha Engenho Maranguape/TI Pelópidas, afirmando a ineficiência da mobilidade Janga/Paulista.

CAMPANHA QUEREMOS ÔNIBUS NO JANGA


Os moradores do Janga, em Paulista, sofrem com a falta de transporte público que ligue o bairro ao Terminal Integrado Pelópidas, facilitando o acesso a locais públicos e privados, garantindo a gratuidade dos idosos e deficientes e a utilização do Vale Eletrônico Metropolitano (VEM). Diante desse cenário atual, o presidente da Câmara dos Vereadores do Paulista, vereador Fábio Barros, está arrecadando assinaturas para a campanha “Queremos ônibus”. O objetivo é solicitar ao governador Paulo Câmara a criação de uma linha de ônibus que ligue o bairro do Janga ao Terminal Integrado Pelópidas. Os interessados poderão assinar, em breve, no site www.queremosonibus.com.br.


Foto: Jaime Fonseca Neto/ Ascom Fábio Barros.