Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Semas participa da 25ª Agrinordeste

Reserva Particular do Patrimônio Natural no Estado de Pernambuco será o tema do painel que o gerente de desenvolvimento sustentável da Semas Paulo Teixeira participa nesta sexta-feira (25/08), às 14h, durante a programação da 25ª Agrinordeste, evento que reúne produtores rurais, artesãos, pesquisadores, estudantes, além de instituições públicas, privadas e ONG´s com o objetivo de incentivar o agronegócio regional e promover a troca de experiências na área de agricultura, pecuária, fruticultura e artesanato.


Em 1997, o Governo de Pernambuco, por meio do Decreto Estadual nº 19.815, definiu os critérios para a criação e o reconhecimento de RPPNs no âmbito estadual, como forma de estimular a participação da iniciativa privada na conservação dos recursos naturais. A reservas particulares estão na categoria de unidades de conservação (UCs) de uso sustentável, onde é permitida a exploração da fauna e da flora, desde que haja a garantia da manutenção dos atributos ecológicos da região, de acordo com o Sistema Estadual de Unidades de Conservação - SEUC (Lei nº 13.787/09).
Pernambuco possui quatro RPPNs no bioma Caatinga e 10 na Mata Atlântica. São 1.637,16 hectares sob a proteção de particulares (Vê tabela). O reconhecimento, de caráter perpétuo, é da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, através da análise e titulação da Agência CPRH. A solicitação é de iniciativa do proprietário,  que busca a proteção para áreas com importante relevância para a conservação da biodiversidade, além de garantia de  manutenção para as paisagens naturais de grande beleza cênica encontradas em Pernambuco.
As vantagens para os proprietários que abrigam as RPPNs são a isenção do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR) para a área reconhecida, ter assegurado o apoio do poder público na proteção da área, além da preferência na análise de pedido de concessão de crédito agrícola pelas intuições oficiais de crédito. Além disto, os detentores de RPPN´s podem obter retorno financeiro por prestarem serviços ambientais, com a execução da Política Estadual de Pagamento por Serviços Ambientais.  
Entre as RPPNs que receberam a titulação, estão a Fazenda Bituri, que abriga importante fragmento de 110 hectares de Mata Atlântica, com vegetação característica de brejo de altitude, localizada em Brejo da Madre de Deus, Agreste pernambucano. Outra importante área particular protegida é a RPPN Pedra do Cachorro, em São Caitano, que abriga 18 hectares representativos da biodiversidade da Caatinga. O local é bastante visitado por pesquisadores e amantes da natureza.  
De acordo com o gerente da Semas Paulo Teixeira, “a ampliação de novas reservas particulares em Pernambuco é de extrema importância e integra a estratégia da Secretaria de buscar o apoio da iniciativa privada na conservação dos recursos naturais, com a geração de uma economia verde e sustentável, beneficiando proprietários e população do entorno, com atividades de ecoturismo e visitação nestas áreas”, ressaltou o gerente.
O evento que se encerra nesta sexta-feira (25) oferece também feira de produtos agropecuários e espaço gastronômico, além de uma programação cultural. A iniciativa tem o apoio da Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco (FAEPE), Secretaria de Agricultura do Estado, Banco do Nordeste, Sebrae e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/PE).
Reservas Particulares de Patrimônio Natural (RPPNs) Estaduais


Categoria/Nome
Municípios
Ecossistema
Área (ha)
1
RPPN Bicho Homem
Catende
Mata Atlântica
90,00
2
RPPN Engenho Contestado
Maraial
Mata Atlântica
87,00
3
RPPN Engenho Santa Rita
Água Preta
Mata Atlântica
122,75
4
RPPN Fazenda Tabatinga
Goiana
Mata Atlântica e Mangue
19,23
5
RPPN Jussaral
Catende
Mata Atlântica
331,00
6
RPPN Laje Bonita
Quipapá
Mata Atlântica
12,12
7
RPPN Pedra do Cachorro
São Caetano
Caatinga
18,00
8
RPPN Bituri
Brejo da Madre de Deus
Mata Atlântica (Brejo de Altitude)
110,21
9
RPPN Karawa-tá
Gravatá
Caatinga
100,58
10
RPPN Pedra D'Antas
Lagoa dos Gatos
Mata Atlântica
325,34
11
RPPN Eco Fazenda Morim
São José da Coroa Grande
Mata Atlântica
209,00
12
RPPN do Benedito
Gravatá
Mata Atlântica
18,60
13
RPPN Santo Antônio
Gravatá
Caatinga
119,75
14
RPPN Serro Azul
Agrestina
Mata Atlântica e Caatinga
73,58

TOTAL


1.637,16


Cotel expande serviços no Laboratório de Tuberculose

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, por meio da Executiva de Ressocialização (Seres), implantou, nesta sexta (24/08), mais um exame que contribuirá para o diagnóstico precoce da tuberculose no Sistema Prisional. O Laboratório de Diagnóstico Precoce em Tuberculose, que funciona no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, oferece o exame de cultura, um diagnóstico mais preciso para a doença.
 
A expansão do serviço foi prestigiada nesta manhã pelo secretário-executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues, acompanhado da superintendente de Capacitação e Ressocialização, Valéria Fernandes; do gerente da unidade, Islan Honorato; de equipes de saúde da Seres e do Cotel, além da Secretaria Estadual de Saúde (SES), representada pela gestora Geral da Coordenação de Saúde Prisional, Judith D´Andrada; superintendente de Atenção Primária, Francisca Carvalho; e gerente de Microbactérias, Danyella Travassos.

O exame, até então encaminhado ao Laboratório Central da Secretaria Estadual de Saúde (Lacen/SES), complementa as tecnologias já oferecidas pelo centro de triagem  que são a baciloscopia do escarro - responsável por detectar as diversas fontes de infecção – e o genexpert, utilizado em casos mais específicos, com capacidade de detectar a presença do bacilo causador da patologia em apenas duas horas e identificar se a pessoa tem resistência ao antibiótico indicado para o tratamento.
 “É um avanço importante que repercute dentro do sistema e fora já que estamos otimizando os serviços que resultam no primeiro diagnóstico da doença. A parceria da SES é muito importante”, ressalta Cícero. O Lacen/SES doou a capela (câmara para manipulação do material) e o Ministério da Saúde duas estufas e uma cabine de segurança biológica para proteção do operador, meio ambiente e amostras. “A cultura é o padrão ouro em relação à tuberculose, a gente tendo esse diagnóstico aqui no Cotel vai adiantar muito em relação a ter o diagnóstico mais preciso para a doença assim fecha o ciclo das tuberculoses dentro das unidades prisionais”, explica a gerente Danyella Travassos. A cultura é indicada na suspeita de tuberculose pulmonar e nos casos de resistência bacteriana a outras drogas. O resultado sai num prazo de dois meses.
Diariamente são realizados no Cotel entre 20 a 25 exames de baciloscopia nos privados de liberdade de seis unidades prisionais e os casos confirmados seguem, de imediato, para tratamento na unidade de origem. São atendidos pacientes do Presídio de Igarassu, Colônia Penal Feminina de Abreu e Lima, Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico, Penitenciária Professor Barreto Campelo e Penitenciária Agroindustrial São João, além do centro de triagem. De janeiro a julho de 2017 foram registrados no laboratório do Cotel 3.631 exames de diagnóstico de TB com 185 casos confirmados e nenhum óbito. Dois analistas clínicos e dois técnicos de laboratório atuam no local.
CRIAÇÃO – O laboratório do Centro foi criado em 2012, com recursos do Fundo Global, com a proposta de diagnosticar os casos novos da doença que chegavam à unidade, conhecida como “porta de entrada” para o sistema penitenciário de Pernnambuco por realizar a triagem de presos provisórios. O serviço foi impulsionado em 2015 com a expansão para outros estabelecimentos prisionais.

Faça Estácio!


Paulista abre o returno da Copa de Seleções do Interior contra Igarassu


A Seleção do Paulista sub-20 entra em campo em busca de mais uma vitória na Copa de Seleções do Interior. A partida contra a Seleção de Igarassu será realizada, na tarde deste domingo (27.08), às 15h na cidade do adversário, no Estádio Municipal Alfredo Bandeira Melo. O duelo marca o início do returno da competição. No primeiro confronto o placar ficou em 0 x 0.

A partida promete ser difícil e muito bem disputada, mas a Seleção do Paulista vem se preparando e estudando bem o time adversário. Segundo o treinador do clube, Paulo Júnior, os atletas estão confiantes para o próximo confronto. “Estamos nos preparando bem para a partida. Estudamos nossos adversários e sabemos o que vamos enfrentar. Precisamos ter calma e jogar um bom futebol”, afirmou.

A Copa de Seleções do Interior é promovida pelo Departamento de Futebol Amador da Federação Pernambucana de Futebol (FPF). A iniciativa conta com o apoio da Secretaria de Políticas Sociais e Esportes do Paulista.

NOVO DESAFIO – o time do Paulista também participa dos Jogos Abertos de Pernambuco, na modalidade futebol de campo. Os atletas, sem limite de idade nas categorias, entram em campo neste final de semana. No sábado (26.08), o confronto será contra a Seleção de Abreu e Lima, às 15h. Já no domingo, a disputa será contra a Seleção de Araçoiaba, às 8h30. Ambas as partidas serão realizadas no Estádio Jefferson de Freitas, em Jaboatão dos Guararapes. 

Festa no Cinema Cinesystem Paulista