Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Vereador Fábio Barros é contra revisão do PNAB; "Diminuir as equipes de atenção Básica de Saúde é um retrocesso", afirma Fábio

O presidente da Câmara dos Vereadores do Paulista - PE, Fábio Barros (PSB), participou de audiência pública sobre a revisão da Política Nacional de Atenção Básica (PNAB). A audiência foi proposta pelo líder do Governo, deputado estadual Isaltino Nascimento (PSB) e Comissão de Saúde.

O vereador Fábio Barros e o deputado Isaltino Nascimento são contra esta revisão do PNAB. "Isso é um retrocesso a todos os direitos conquistados pelos agentes comunitários de saúde", afirmou Fábio. A audiência debateu a redução do número de agentes comunitários de saúde – atividade obrigatória em uma Equipe de Saúde da Família (ESF).

A audiência aconteceu na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), no auditório Senador Sérgio Guerra.

Tadeu Alencar é reconduzido à vice-presidência estadual do PSB e vê partido ainda mais forte em Pernambuco

Reconduzido à vice-presidência estadual do PSB, o deputado federal Tadeu Alencar diz que o partido tem dado sequência ao legado que recebeu de quadros como Miguel Arraes, Eduardo Campos e Ariano Suassuna. Em suas redes sociais, Tadeu divulgou texto e também trecho de discurso feito durante o 14° Congresso Estadual do partido. As mensagens são de reconhecimento às conquistas da gestão do governador Paulo Câmara e confiança de que o partido continuará a cumprir com as responsabilidades que possui com o Brasil e Pernambuco.


Leia mensagem publicada no Facebook de Tadeu Alencar:

O 14° Congresso do PSB de Pernambuco reconduziu a sua Executiva Estadual, aclamando mais uma vez como Presidente o companheiro Sileno Guedes. Tenho o privilégio de permanecer na vice-presidência estadual deste partido que ao longo de seus 70 anos tem dado uma contribuição fundamental ao Brasil e a Pernambuco, por meio de líderes como Miguel Arraes, Eduardo Campos e Ariano Suassuna, guerreiros da luta do povo. Em momento tão grave da vida brasileira não podemos renunciar às nossas responsabilidades. Em Pernambuco, temos a liderança firme e serena do governador Paulo Câmara, dando sequência ao legado que recebeu, e uma militância de luta, que nos anima a pelejar e jamais desistir do Brasil. Pois como bem disse o Presidente Nacional do PSB, Carlos Siqueira, o nosso compromisso é com o povo brasileiro, é com o povo de Pernambuco. Viva o Partido Socialista Brasileiro! Rumo ao Congresso Nacional do PSB.

No link, também está trecho do discurso feito durante o Congresso do PSB:



Crédito da foto:  Assessoria de imprensa/Divulgação

Inovação é fundamental para a sustentabilidade e crescimento da Indústria de Cuidados Pessoais

Representantes, especialistas e autoridades do setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos (HPPC) se reuniram na manhã desta segunda feira (28), em São Paulo, para discutir os desafios e tendências deste mercado, um dos mais importantes para a manutenção da saúde e bem--estar do brasileiro, durante seminário promovido pela ABIHPEC -- Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos.
O evento, que começou com uma discussão centrada na tributação, seguiu com um painel sobre inovação e o desafio de regulação do setor. Segundo o diretor presidente da MC15 Consultoria, Nelson Marangoni, profissional que esteve à frente do instituto IBOPE por mais de 10 anos, "a inovação é essencial para o mercado, inovar é preciso em função das características do mercado, mas também por causa das transformações dos consumidores". Nelson destacou, ainda, a participação das mulheres nesse contexto, as mudanças nas relações entre sexualidade e gênero, o envelhecimento da população e quais são os impactos no consumo e no universo das marcas.
Tendências futuras também foram temas de diálogo no seminário. A executiva de marketing LATAM da WGSN, Nina Giglio, apresentou alguns dos principais movimentos globais de mudança no mercado de bem--estar, que hoje é três vezes maior que o mercado farmacêutico. "Vivemos na era da ansiedade com o Brasil liderando o ranking dos países mais ansiosos do mundo segundo a OMS, vemos aí uma oportunidade para este mercado, onde pessoas estão querendo focar e investir em bem--estar próprio" explica Nina. De acordo com a executiva, até 2019 a transparência, integridade e honestidade virarão pilares da indústria de cuidados pessoais. "Os produtos precisarão ser verdadeiros para as marcas e marcas verdadeiras para seus consumidores. Em 2019, veremos termos como autocuidado e amor próprio tornarem--se cada vez mais importante e consumidores cada vez mais em contato com suas emoções e sentimentos", completou.
Para que uma inovação aconteça, além de capacidade produtiva da indústria e uma sociedade preparada para o consumo, é necessário também que os órgãos reguladores estejam aptos a recebê--los. E para aprofundar este aspecto, o painel contou com os nomes de João Tavares Neto, gerente de cosméticos da ANVISA; Ariadne Morais, representante da Indústria de HPPC; Gonzalo Vecina Neto, docente da USP e Cleber Barros, especialista em Cosmetologia, que trouxeram um olhar técnico sobre o tema.

Importações de sêmen crescem, mas ainda não há lei específica para regular as técnicas de reprodução assistida

São Paulo, 28 de agosto de 2017 – Segundo o 1° Relatório de Amostras Seminais para uso em Reprodução Humana Assistida, idealizado e divulgado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o número de pedidos de importação de sêmen aumentou mais de 2500% de 2011 até 2016, sendo que nos dois últimos anos, os principais requerentes foram os casais homoafetivos de mulheres, com um aumento de 279% nas buscas pelo recurso, seguidos pelas mulheres solteiras, com incremento de 114%, e pelos casais heterossexuais, que procuraram amostras de sêmen 85% mais no mesmo período

Mesmo com esse crescimento vertiginoso no número de procedimentos de Reprodução Humana Assistida (RHA), também conhecida como inseminação artificial ou fertilização in vitro (FIV), nos últimos anos, não há uma legislação específica sobre a prática.
De acordo com a Lei 11.935/09, alteração do artigo 35-C da Lei no 9.656/98, referente aos planos e seguros da assistência em saúde privada, esses convênios são obrigados a cobrir o planejamento familiar, que engloba procedimentos para prevenção e também para programação da gravidez, entre as quais está a FIV. Porém, no momento de atestar esse direito ao cidadão, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), bem como o Sistema Único de Saúde (SUS), levam em conta apenas as solicitações de pacientes que querem evitar a gravidez, como a viabilização de procedimentos de laqueadura, implantação de DIU ou vasectomia (no caso dos homens), além de alguns tratamentos simples para infertilidade. As técnicas avançadas de fertilização in vitro e inseminação artificial não entram nesse pacote de serviços.

LW Arquitetura renova design de interiores do Le Royal Meridien

Vencedor da categoria 'Best Hotel Interior' no Arabian Property Awards 2017-2018, o Le Royal Meridien Beach Resort & SPA, projetado pela LW Arquitetura, esbanja contemporaneidade e conforto em uma das paisagens mais bonitas do globo terrestre, Dubai, nos Emirados Árabes. Contando com um Lobby espaçoso, arejado, e que possui doses cavalares de iluminação natural, o hotel prioriza e valoriza a bela vista das praias e das águas incrivelmente azuis do golfo pérsico, as quais foram usadas como inspiração para o design de interiores do empreendimento.

Cores neutras e com essência marítima, madeira e pedra cinza, além de tons leves de amarelo e verde, compõem e enfeitam a decoração da entrada junto de algumas 'ilhas' com sofás, poltronas e pufes, dispostas em tapetes com estampas que imitam os mapas das ruas e riachos da cidade, permitindo que os hóspedes se acomodem da melhor forma possível. Obras de arte fascinantes também fazem parte do projeto, como o 'Airwave', peça exclusiva criada por David Begbie, artista britânico convidado pela LW, e que se tornou um ponto de referência no meio do Lobby.
O Lounge, por sua vez, dispõe de livros de arte, cultura e história, e de um bar localizado no nível do mezanino, que permite uma visão privilegiada dos jardins e praias do hotel, se tornando um ambiente relaxante e ideal para casais e famílias.

Pernambuco cadastra R$ 2 bilhões para obras de saneamento em todo o Estado-recursos do FGTS

Pernambuco cadastra R$ 2 bilhões para obras de saneamento em todo o Estado
Governo do Estado e Compesa inscrevem 50 projetos de água, esgoto, controle de perdas e plano de saneamento no Programa Avançar Cidades Saneamento

A Companhia Pernambucana de Saneamento – Compesa foi autorizada pelo governador Paulo Câmara a cadastrar, na última sexta-feira (25), 50 projetos no valor de R$ 2 bilhões para obras de saneamento em 45 municípios de Pernambuco no Programa Avançar Cidades Saneamento - Seleção 2017, do Ministério das Cidades, com financiamento usando recursos do FGTS pela Caixa Econômica Federal. Esse volume de recursos garantirá obras importantes de água e esgoto, planos de saneamento, além de ações de controle e redução de perdas para Pernambuco, nos próximos cinco anos. O governo federal irá contemplar projetos de todo o Brasil, mas o Estado de Pernambuco propôs a maior captação de sua história, com projetos elaborados pela Compesa que permitirão uma contratação superior a R$ 2 bilhões. A novidade dessa seleção é que a companhia, pela primeira vez, aparece também como órgão tomador de recursos, com obras no valor de R$ 300 milhões. O montante restante, de R$ 1,7 bilhões, será assumido pelo Governo do Estado.

Segundo o presidente da estatal, Roberto Tavares, esse pleito só está sendo possível graças ao equilíbrio econômico-financeiro da empresa, fruto de uma gestão por resultados implantada na instituição, há dez anos. Somos uma empresa sólida e com capacidade de endividamento para tomarmos empréstimos que serão investidos na melhoria da qualidade de vida dos pernambucanos, afirmou ele, pontuando que a Compesa também vai assumir os juros do financiamento pelos próximos 20 anos e também irá pagar a contrapartida referente aos projetos no valor de R$ 300 milhões.

Das 50 propostas apresentadas por Pernambuco, 47 são do Governo do Estado e tratam-se de obras de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, além de projetos de controle e redução de perdas que, no total, somam R$ 1,7 bilhão. Algumas das prioridades do Estado são os projetos de Melhorias dos Sistemas de Abastecimento de Água dos Morros da Zona Oeste do Recife (R$ 180,8 milhões) e dos Morros de Jaboatão dos Guararapes (R$ 155 milhões); Implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Aldeia (R$ 58,7 milhões); e Melhoria do Sistema de Abastecimento de Jaboatão Centro (R$ 184,5 milhões) - área que a Compesa enfrenta muitas dificuldades na distribuição de água. Também foram apresentados os projetos para Melhoria e Ampliação do Sistema de Abastecimento de Água de Fernando de Noronha (R$ 18,2 milhões) e Ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Caruaru (R$ 117,4 milhões).


Já a Compesa, como órgão tomador de recursos, apresentou três projetos, sendo um deles para investimentos no Controle e Redução de Perdas, no valor de R$ 200 milhões, contemplando ações em todos os municípios do Estado. Outro projeto proposto é para a Implantação de Esgotamento Sanitário nos bairros do Pina, Boa Viagem e Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, orçado em R$ 67 milhões. Para Petrolina, no Sertão do São Francisco, foi cadastrado um projeto de Ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário do Dom Avelar e Antônio Cassimiro (R$ 38,3 milhões).

Até o mês de novembro deste ano, o Governo Federal deve anunciar os projetos selecionados. "Pernambuco é um dos poucos estados da federação que tem capacidade de endividamento, apesar da grave crise econômica que atravessamos. Estamos muito confiantes e acreditamos na qualidade dos projetos elaborados pela Compesa. Estamos fazendo a nossa parte para que Pernambuco possa ter um pleno desenvolvimento no saneamento básico com água potável e esgoto tratado para toda a população", pontua o governador Paulo Câmara. A Compesa já investiu R$ 6 bilhões em obras de água e esgoto em todo o Estado, na última década, no entanto, ainda há uma carência muito grande de obras para a universalização dos serviços de saneamento. Atualmente, a carteira de investimentos da companhia é de R$ 1,8 bilhão.

Projeto Abraçando a Escola beneficia alunos da rede municipal de ensino do Paulista

Em parceria com o Ministério Público de Pernambuco, a Secretaria de Educação do Paulista está levando para as unidades de ensino do município o projeto Abraçando a Escola. A iniciativa tem como objetivo trabalhar um recorte de direitos humanos trazendo assuntos que as escolas precisam trabalhar com os alunos nas salas de aula, tendo o auxílio também de práticas dentro das disciplinas. Bullying, homofobia, racismo, intolerância religiosa e questões de gênero são temas das discussões. Os alunos do 6º ao 9º ano da Escola Municipal Rosa Amélia, no bairro do Janga, foram contemplados com a visita do projeto na tarde desta segunda-feira (28.08).


Na ocasião, o promotor de Justiça de Pernambuco, Aguinaldo Fenelon, conduziu a conversa com os estudantes no pátio da escola e falou sobre a necessidade da honestidade para a formação de bons cidadãos. Segundo ele, o ato desonesto, infelizmente, já começa a ser praticado muito cedo, em ocasiões corriqueiras e pequenas no dia-a-dia das crianças, dentro ou fora das unidades de ensino. Aguinaldo também destacou a importância de anular a corrupção, adotando práticas honestas.

A gestora da Escola Rosa Amélia, Rosângela Oliveira, acredita que as palavras proferidas nesta tarde irão trazer muito valor para o cotidiano dos alunos, que estavam atentos a toda interação promovida no encontro. “Este é um momento ímpar. Precisamos valorizar cada vez mais a educação, porque é através dela que nossos alunos poderão guiar suas vidas. É um conselho que damos a eles todos os dias. Iremos dar continuidade a este projeto, junto aos nossos professores, nas salas de aulas”, comentou.

O coordenador de Ensino Fundamental Anos Finais (6º ao 9º ano), da Secretaria de Educação do Paulista, Inaldo Ferreira, acredita na importância do projeto para que haja espaços maiores nas discussões de assuntos que são tidos como tabus, mas que acontecem com bastante frequência no ambiente escolar. “Muitas vezes os alunos não levam a sério esses temas que foram trabalhados aqui. Sabemos que esse tipo de atividade pode influenciar positivamente numa nova forma de pensar e agir. Queremos manter um canal de comunicação permanente de diálogo com os estudantes para que eles consigam entender e se expressar melhor”, frisou.  

Alimentação vegetariana sem supervisão para pets pode causar doenças graves

Uma nova tendência no mundo pet tem chamado atenção de veterinários: a alimentação vegetariana para cães e gatos. Muitos tutores têm estendido seu estilo de alimentação para os animais e, de acordo com a professora de Medicina Veterinária da Unime, Aline Quintela, a mudança da dieta dos pets precisa ser acompanhada por um médico veterinário ou nutrólogo de animais, para que as exigências nutricionais sejam supridas e evite problemas mais graves.

“Qualquer alteração na alimentação de cães e gatos deve ser lenta e gradual. Cães e gatos que são submetidos a uma dieta vegetariana demonstram precocemente sinais de deficiência nutricional, como pelos opacos e quebradiços e menor disposição para brincadeiras e exercícios. Com o passar do tempo, estes animais podem demonstrar sinais clínicos mais graves, como anemia, hipoproteinemia e edema de membros”, alerta Aline.

Ainda de acordo com a médica veterinária, que também é professora de Clínica Médica de Pequenos Animais, Oftalmologia Veterinária e Reprodução Animal na Unime, alimentação ideal para oferecer aos animais deve ser balanceada e de qualidade, já que cães e gatos foram ‘fabricados’ para uma dieta rica em carnes. Fibras vegetais devem fazer parte da dieta, mas jamais como componente exclusivo ou principal. “Temos muitas rações comerciais disponíveis no mercado que são completas”, afirma.
Para os tutores que pretendem fazer a transição de ração e alimentos processados para a alimentação natural, a especialista faz mais um alerta: “jamais retire ou substitua ingredientes sem orientação profissional. O acompanhamento clínico e a realização de exames são essenciais, pelo menos semestralmente”.

A especialista complementa que, se a opção do tutor for a dieta caseira, esta deve ser prescrita por um médico veterinário. “A prescrição é baseada no estilo de vida do cão ou gato. Se é sedentário ou faz exerc