Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Faça Estácio!



Católicos participam de caminhada às ruínas

A Paróquia de Nossa Senhora dos Prazeres dos Maranguapes realizou este domingo (08.10), às 14h, a caminhada às Ruínas. A concentração foi em frente à Igreja Cristo Redentor, em Maranguape II, na cidade do Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR), no Litoral Norte de Pernambuco. Ao chegar nas ruínas, houve a celebração da Santa Missa, presidida pelo padre Adriano Chagas, acompanhado do diácono Charles.

Fotos: Pascom / Paulista





















Reforma política: saiba o que muda nas eleições de 2018


Karine Melo - Repórter da Agência Brasil


Após meses de discussão, deputados e senadores aprovaram no fim do prazo a reforma política. As novas regras foram sancionadas pelo presidente Michel Temer e algumas já passarão a valer para as eleições de 2018.
Entre as novidades estão a criação de um fundo com recursos públicos para financiar campanhas para compensar o fim das doações de empresas (proibida pelo Supremo Tribunal Federal), a adoção de uma cláusula de desempenho para os partidos, o fim de coligações partidárias a partir de 2020 e a determinação de um teto de gastos para candidaturas.
Ao sancionar a reforma, o presidente vetou proposta que determinava que os sites suspendessem, em no máximo 24 horas, sem decisão judicial, a publicação de conteúdo denunciado como “discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido ou candidato”. A proposta foi alvo de críticas de parlamentares e de várias entidades do setor de comunicação.

Confira o que muda a partir das eleições de 2018:
Cláusula de desempenho
Como era: todos os partidos recebiam uma parcela do fundo partidário, e o tempo de propaganda em emissoras de televisão e de rádio era calculado de acordo com o tamanho da bancada de cada legenda na Câmara dos Deputados.
Agora: os partidos precisam atingir um desempenho eleitoral mínimo para ter direito a tempo de propaganda e acesso ao fundo partidário. Para 2018, os partidos terão que alcançar, pelo menos, 1,5% dos votos válidos, distribuídos em, no mínimo, nove estados, com ao menos 1% dos votos válidos em cada um deles. Como alternativa, as siglas devem eleger pelo menos nove deputados, distribuídos em, no mínimo, um terço das unidades da Federação. As exigências aumentarão gradativamente até 2030.
Fundo eleitoral
Como era: não existia. Partidos e candidatos podiam receber doações somente de pessoas físicas e não havia verba pública destinada diretamente a campanhas eleitorais.
Agora: foi criado um fundo eleitoral com dinheiro público para financiamento de campanhas eleitorais. O fundo, estimado em R$1,7 bilhão, terá a seguinte distribuição: 2% igualmente entre todos os partidos; 35% entre os partidos com ao menos um deputado na Câmara, 48% entre os partidos na proporção do número de deputados na Câmara em 28 de agosto de 2017 e 15% entre os partidos na proporção do número de senadores em 28 de agosto de 2017.
Arrecadação
Como era: os candidatos podiam iniciar a arrecadação apenas em agosto do ano da eleição, mas o acesso ao dinheiro estava condicionado ao registro da candidatura.
Agora: os candidatos podem arrecadar recursos em campanhas online (crowdfunding) a partir de 15 de maio do ano eleitoral. Além disso, os partidos podem vender bens e serviços e promover eventos de arrecadação. Empresas estão proibidas de financiar candidatos.
Limite para doações
Como era: as pessoas físicas poderão doar 10% do rendimento bruto declarado no ano anterior à eleição.
Agora: não mudou. O presidente Michel Temer vetou item que previa um teto de 10 salários mínimos.
Limite para gastos
Como era: sem limite.
Agora: haverá limite de gasto com valores distintos conforme o cargo que o candidato almeja:
Presidente: R$ 70 milhões no primeiro turno e metade desse valor em caso de segundo turno.
Governador: entre R$ 2,8 milhões e R$ 21 milhões, dependendo do número de eleitores do estado.
Senador: entre R$ 2,5 milhões e R$ 5,6 milhões, dependendo do número de eleitores do estado.
Deputado federal: R$ 2,5 milhões.
Deputado estadual/distrital: R$ 1 milhão.
Debates
Como era: emissoras de televisão e rádio eram obrigadas a convidar candidatos de partidos com mais de nove deputados na Câmara dos Deputados.
Agora: esse número foi reduzido para cinco.
Voto impresso
Como era: não havia. O voto dos eleitores ficava registrado apenas na urna eletrônica.
Agora: o voto deverá ser impresso a partir da eleição de 2018, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já comunicou que não terá orçamento para implementar a medida em todo o Brasil no próximo ano.

*O texto foi atualizado às 14h55 de hoje (8) para correção de informação sobre limite de doações


Edição: Carolina Pimentel

Professora que morreu ao salvar crianças em Janaúba recebe Ordem do Mérito

André Richter – Repórter da Agência Brasil
O presidente Michel Temer concedeu a Ordem Nacional do Mérito à professora Heley Abreu Batista, de 43 anos, que ajudou no resgate das crianças que sobreviveram ao ataque a uma creche de Janaúba (MG) nesta semana. A honraria será concedida em homenagem ao ato de heroísmo da professora, que não sobreviveu às queimaduras e morreu ao tentar salvar os alunos. 
Em nota, a Presidência da República informou que a honraria é concedida a pessoas que deram exemplos de dedicação ao país. "Este é o caso da professora Heley Batista, que sacrificou sua própria vida para salvar a vida de seus alunos, em um gesto de coragem e de heroísmo que emocionou a todos", diz a nota.
Na manhã da última quinta-feira (5), um vigia que trabalhava na creche Gente Inocente e estava de licença médica entrou no local e ateou fogo em crianças, professoras e nele mesmo.
Até o momento, foram registradas dez mortes, oito delas crianças. Também morreram a professora Heley e o vigia que ateou fogo no local.
Ainda há 25 vítimas internadas em hospitais de Janaúba, Montes Claros e Belo Horizonte.
Edição: Lílian Beraldo

Fiéis participam hoje de caminhada às ruínas de Nossa Senhora dos Prazeres dos Maranguapes


A Paróquia de Nossa Senhora dos Prazeres dos Maranguapes realiza este domingo (08.10), às 14h, a caminhada às Ruínas. A concentração será na Igreja Cristo Redentor, em Maranguape II, na cidade do Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR), no Litoral Norte de Pernambuco. Ao chegar nas ruínas, haverá a celebração da Santa Missa.

Participe!

Fórum Regional de Prevenção Social discute experiências locais de enfrentamento à violência na região norte do Grande Recife


O segundo encontro do Fórum Regional de Prevenção Social (FRPS), que reúne os municípios da região norte do Grande Recife(Olinda, Paulista, Abreu e Lima, Igarassu, Araçoiaba, Itapissuma e Ilha de Itamaracá), está agendado para a próxima terça-feira(10), das 8h às 13h, na Focca, faculdade de Olinda, localizada no centro histórico da cidade. 
O tema do encontro será sobre "experiências regionais bem-sucedidas de prevenção social." Na ocasião, os municípios que integram o FRPS vão apresentar ações e iniciativas que estão sendo desenvolvidas com vistas a reduzir as taxas de violência e criminalidade. O fórum foi criado no mês de agosto, em evento realizado na cidade de Itapissuma, por iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude(SDSCJ) do Governo do Estado, por meio da Secretaria Executiva de Políticas para o Desenvolvimento Social, em articulação com os municípios daquela região. 
O FRPS se propõe a ser um espaço democrático de discussão em torno de um pacto social em defesa da vida e dos valores propulsores da cultura de paz. Além de prefeitos, vereadores, secretários municipais de políticas sociais e de segurança pública, participam também do fórum representantes da sociedade civil e atores estratégicos como o Ministério Público, Defensoria Pública, Tribunal de Justiça, OAB, Polícia Civil, Polícia Militar, entre outros.
Segundo Yves Ribeiro, presidente do FRPS, "é preciso rediscutir a matriz de responsabilidades na batalha contra a violência que intranquiliza a população brasileira de norte a sul do país. Os municípios dessa região têm um papel importante a desempenhar nesse processo, somando esforços junto ao Governo de Pernambuco para reduzir os índices do crime", sustenta ele. Durante o encontro em Olinda será elaborado um documento com compromissos que serão pactuados entre as duas esferas de governo e a sociedade civil visando desenvolver ações integradas de prevenção à violência.