Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Curso "O Poder da Ação" volta a ser ministrado no Recife

Baseado no famoso livro best-seller de Paulo Vieira, curso acontece no dia 03/12, com a Coach Letícia Carvalho, no Hotel Nobile Executive, em Boa Viagem


O sucesso do curso “O Poder da Ação”, realizado no início deste mês foi tanto que a Coach Letícia Carvalho promoverá mais uma edição, no dia 3 de dezembro, das 9h às 19h, no Hotel Nobile Executive, em Boa Viagem. O curso é baseado no livro homônimo do Phd e Master Coach Paulo Vieira e está entre os cinco livros mais vendidos do Brasil.

Letícia vai abordar todos os passos do livro “O Poder da Ação”, com os tópicos “Acorde”, “Aja”, “Foque”, “Comunique-se”, “Questione” e “Autorresponsabilize-se”. Realizado em dez horas, com intervalos de almoço e coffee break, o evento tem como objetivo fazer com que cada pessoa encontre a chave para a vida extraordinária, com o slogan "Tem poder quem age - Faça sua vida ideal sair do papel". Segundo Letícia, a expectativa de público é grande. “Esperamos lotar mais uma vez o auditório do hotel, como aconteceu da primeira vez”. Ainda de acordo com ela, o curso fará com que a pessoa saia da sua zona de conforto e “faça uma autorreflexão sobre a sua vida, com a finalidade de transformá-la para melhor”.

Os inscritos no curso ganharão um material didático, composto por apostila do evento, pulseira e caneta personalizadas, além do livro “O Poder da Ação”. Letícia sorteará livros e sessões experimentais de coaching. O curso é para qualquer pessoa interessada em alcançar a excelência e o alto desempenho na vida pessoal e profissional.

Os valores para a 2ª turma do curso custam: R$ 300 (2º lote até o dia 15 de novembro) e R$ 350 (preço único). Estudantes têm 50% de desconto no preço único. Vendas no cartão de crédito são feitas exclusivamente pelo site https://www.eventbrite.com.br/e/curso-o-poder-da-acao-recife-tickets-37670214626#tickets e os demais tipos de pagamento pelo telefone: (81) 99954-5450. As vagas são limitadas.

Letícia Carvalho, além de empresária, é Coach Integral Sistêmico, formada pela Febracis. Estudou na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), fez dois cursos pela Febracis, ode Oradores e Palestrantes e o de Business High Performance (destinado a empresários, empreendedores e líderes), além do Pratitioner em PNL (Programação Neurolinguística) pelo Espaço SER.

Serviço:

Curso “O Poder da Ação” - 2ª Turma
Data: 03/12
Local: Hotel Nobile Executive, que fica na Av. Boa Viagem, 344 - Boa Viagem, Recife - PE
Horário: Das 9h às 19h
Valores: R$ 300 (2º lote até o dia 15 de novembro) e R$ 350 (preço único). Estudantes têm 50% de desconto no preço únicoVendas no cartão de crédito são feitas exclusivamente pelo site https://www.eventbrite.com.br/e/curso-o-poder-da-acao-recife-tickets-37670214626#tickets e os demais tipos de pagamento pelo telefone: (81) 99954-5450


Cursos para melhorar desempenhos profissionais


O estudo global Edelman Trust Barometer 2017, promovido no Brasil pela agência de comunicação integrada Edelman Significa, revelou diversas questões preocupantes para o mundo e para o país hoje como a confiança em todas as instituições, credibilidade de líderes empresarias e preocupação da população. No país com uma taxa de 61% na confiança nas empresas, a pesquisa destaca que CEOs perderam 18 pontos em credibilidade, atingindo a marca dos 48%, praticamente empatados com funcionários (47%). Observa-se com isso que há uma necessidade cada vez maior de preparar líderes para lidar com o novo cenário e é nesta conjuntura que o jornalista Aldo Vilela (com mais de 20 anos de atuação no mercado do Nordeste) ministra o curso “Media Training – Técnicas de Rádio e TV”, a ser realizado nos dias 11 e 12 de novembro, das 8h as 17h, na Escola Nav Treinamentos, localizado na Rua Dona Benvinda, 266, na Paissandu. 

Em paralelo, será ainda realizado o curso "Marketing de Entretenimento" com a jornalista e professora Silvana Marpoara (que colunista de cinema da Rádio Jornal) e a produtora Andréa Mota, gestora dos projetos Cinecabeça e Cineducador. A proposta é dividir um pouco do expertise das profissionais com estudantes, profissionais e empreendedores que necessitam de habilidades e ferramentas para a atuação no setor de produção e gestão das áreas do entretenimento e da cultura com foco na força deste setor, que, conforme a pesquisa Global Entertainment and Media Outlook 2016-2020, da PwC, que este mercado global de deve movimentar US$ 2,14 tri em 2020. “Com aulas expositivas e discursivas, iremos preparar os interessados na área através da compreensão fundamental dos setores-chave da indústria do entretenimento, além das habilidades de negócios, organização, análise, pensamento crítico e comunicação”, destaca a professora e produtora Silvana Marpoara, que entre diversas experiências profissionais estão o tradicional e popular CinePE. 

As inscrições estão abertas, o investimento é R$ 80,00 e podem ser realizadas via depósito bancário em conta na Caixa Econômica (C/C 00041778-0 e Agência 1581 OP. 013). Informações e inscrições: (81) 991987378 e produtorayellow@gmail.com.

DE ROSA A AZUL: MASTOLOGISTA CONVERSA COM MULHERES NA UPAE GARANHUNS


A UPAE Garanhuns encerrou as atividades alusivas ao Outubro Rosa com uma conversa da médica mastologista Dra. Tereza Cristina (foto) com pacientes e servidoras da Unidade de Saúde, o encontro aconteceu na segunda (30), e o local escolhido foi a própria recepção dos consultórios de mastologia e ginecologia.  

Apresentando quadros com os sintomas mais comuns do Câncer de Mama e tirando dúvidas das pessoas, a especialista usou imagens chocantes para alertar sobre a importância da prevenção e de se conseguir o diagnóstico logo no início do desenvolvimento da doença.

A enfermeira Michelle Torres, do Núcleo de Educação Permanente da UPAE Garanhuns, acompanhou a palestra: "Muitas vezes falta informação para as mulheres entenderem a importância da prevenção e de se procurarem os médicos especialistas, fazendo destas consultas uma necessidade a partir dos 40 anos de idade. Quando a médica explica isso diretamente aos pacientes, em uma conversa franca, como aconteceu aqui na UPAE, as pessoas tendem a assimilar mais esta necessidade" - registrou Torres.

Para saúde da mulher, a UPAE Garanhuns oferece consultas ambulatoriais em mastologia e ginecologia, além de 20 outras especialidades médicas, e cerca de 10 outras que compõem a equipe multiprofissional, a exemplo de fisioterapia, psicologia, assistência social, terapia ocupacional, dentre outras. 

NOVEMBRO AZUL

Agora a cor é azul, e as atividades educativas na UPAE Garanhuns terão como foco principal a prevenção ao Câncer de Próstata, porém sem deixar de oferecer informações a todos os pacientes sobre suas dúvidas, qualquer que seja a enfermidade, independente de cor ou mês, principalmente sobre as especialidades oferecidas na unidade de saúde.


Para saber mais:
UPAE Prof. Antônio Simão dos Santos Figueira
Rodovia BR 423 km 96,8 - Magano - Garanhuns - PE
Coordenação Geral: Dr. Gustavo Amorim
Fone: (87) 3764.9000

Roberta Miranda volta ao Recife para grande show baseado no álbum “Os Tempos Mudaram”, no Clube das Pás

Artista sobe ao palco da casa pela 1ª vez, nesta sexta (10), a partir das 17h; no repertório, estarão canções inéditas e grandes sucessos da carreira



A cantora Roberta Miranda volta à capital pernambucana depois de mais de dez anos para grande show na cidade. A artista sobe ao palco do Clube das Pás pela primeira vez, nesta sexta (10), a partir das 17h, com o novo trabalho da carreira, intitulado “Os Tempos Mudaram”, em comemoração aos 30 anos de estrada. A abertura da casa fica a cargo da Orquestra das Pás.

O trabalho, composto por CD duplo e DVD, conta com sete músicas inéditas mescladas a hits da carreira de Roberta e standarts do gênero e foi gravado no ano passado, em março, no Dia Internacional da Mulher. Algumas das novas canções presentes no álbum são “Os tempos mudaram” (nome que dá título ao trabalho), “Abandono”, “O meu coração disse sim”, “Tempestade” e “Manda um beijo para ela”, além dos grandes sucessos, como “A majestade, o sabiá”, “Dói”, “Ainda ontem chorei de saudade”, “São tantas coisas” e “Vá com Deus”.

Segundo Roberta, o álbum é mais que uma comemoração pelos 30 anos de carreira. “Ele é um documento do empoderamento feminino no universo da música do campo”, afirma ela, que durante vinte e cinco anos de trajetória musical reinou soberana como “Rainha do Sertanejo”, por não haver nenhuma mulher que cantasse o gênero. “Durante 25 anos eu ficava ‘Cadê as mulheres (cantoras)? Cadê?' e agora estamos celebrando essa invasão feminina", finaliza ela. A gravação do álbum teve participações de convidadas da nova geração, como Simone & Simaria, Solange Almeida, Naiara Azevedo, Maiara & Maraisa, Day & Lara e Marília Mendonça. Após a sua apresentação nas Pás, Roberta segue para show em São Luís, no Maranhão.  

Os ingressos para a mesa e o camarote já esgotaram. As entradas individuais limitadas custam R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia-entrada) e estarão sendo comercializadas a partir da quinta (9), às 10h, na sede do clube. O Clube Carnavalesco Misto das Pás fica na Rua Odorico Mendes, nº 263 - Campo Grande, Recife. Mais informações pelo telefone (81) 3242-7522. 

Serviço:

Roberta Miranda - Show do trabalho “Os Tempos Mudaram”
Local: Clube das Pás, na Rua Odorico Mendes, nº 263 - Campo Grande, Recife
Sexta (10) | 17h
Ingressos limitados: R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia-entrada)
Informações: (81) 3242-7522 
  
Minha História – por Roberta Miranda

Sou de João Pessoa, na Paraíba. Meus pais tinham três filhos homens e queriam uma menina. Depois de 17 anos eu nasci, Maria Miranda. Quando completei oito anos, a família veio tentar a sorte em São Paulo. Meus irmãos se tornaram professores. Eu, concluído o curso colegial, pegava o violão e matava as aulas do cursinho. Queria ser cantora. Apanhei. Fui quase interna, pois eles sonhavam que a única filha fosse professora. Naquele tempo, violão, música e vida noturna não eram o ideal de uma família como a nossa, que migrou para a cidade mais rica do país.

Acontece que eu tinha um sonho e uma determinação. Eu queria ser artista, compositora, cantora. Para isso, trabalhei arduamente por quatorze anos em bares e casas noturnas e me tornei Roberta Miranda. Em São Miguel Paulista, para onde viemos, descobri que Hermeto Paschoal morava na mesma rua. Fugia para a casa dele e ficava quietinha vendo ele trabalhar. Mamãe ia me buscar, pedia desculpas por eu estar incomodando, mas ele me salvava sempre, dizendo que não atrapalhava em nada. Eu respirava fundo e seguia atrás do meu sonho. Aos 16 anos, comecei a cantar em bares e acabei sendo contratada para abrir os shows do Beco e do Jogral, em São Paulo, na época o reduto da Bossa Nova. Abri show para Fafá de Belém, Rosemary e quem mais estivesse sendo dirigido por Abelardo Figueiredo ou Augusto César Vanucci.

Eu queria cantar e compor loucamente e, se possível, ser ouvida e entendida. Naturalmente, apareceu um empresário de conversa bonita, dizendo gostar das minhas composições e pensando torná-las conhecidas. Fiquei em êxtase, mas quando soube que o meu nome não seria citado, mas que ganharia um bom dinheiro, objeto de extrema necessidade, o meu sonho falou mais alto: não e não. Quero o meu nome aparecendo.

Continuei na minha vida de crooner, até que me aconselharam a ter cuidado com a noite, porque termina por criar alguns vícios perigosos para o canto. Parei por três anos. Enquanto isso, trabalhava como maquiador, assistente de estúdio, qualquer coisa que me permitisse comer e compor. Fiz 400 composições e bicos que me aproximavam dos artistas, das gravadoras, para oferecer as minhas músicas. Até que um dia mostrei “Majestade, o Sabiá”, numa gravadora. Eles gostaram muito e resolveram gravar. Foi um super sucesso e Jair Rodrigues vendeu quase um milhão de discos. Ainda não havia chegado a vez da cantora Roberta Miranda, mas a compositora fora reconhecida. Era um começo, pensei. Finalmente, gravei o meu primeiro disco. Eu tinha tanta sede, tanta vontade de vencer que perguntei ao meu maestro, Nelson Oscar, quantos discos teria que vender para que a gravadora me desse a oportunidade de gravar o segundo disco. Ele falou: “Roberta, para você pagar todo o custo terá que vender 5.000 cópias”. Eu pensei: “Vendo de porta em porta, vendo para minha família, vendo para os meus amigos”, cheia de empolgação. De repente, lancei o disco que tem a música “São tantas coisas”, como carro chefe. Viajei durante oito meses por todo o Brasil divulgando o trabalho e um dia cheguei à fábrica da gravadora Continental e vi um caminhão carregado de discos. Eu, na maior simplicidade, cheia de curiosidade, comentei com o carregador: “Nossa, quantos discos!...Quantos têm aí? E ele respondeu que eram 100.000 cópias. “Quem é o artista?”, perguntei. “É tudo seu, Roberta Miranda”...Fiquei parada, levitando, sentindo o chão fugir.

Depois de tanto me digladiar com o machismo, o venci às custas do meu talento e do desafio de dizer uma frase de extrema simplicidade e de grandes implicações. Não é fácil dizer EU QUERO. A mulher nasceu com todos os requisitos para ser vencedora. Só precisa tomar conhecimento do valor que representa a coragem de querer.

Logo no começo

Durante os 14 anos em que trabalhou como crooner nas casas noturnas de São Paulo, Roberta Miranda esperava a oportunidade de gravar. E foi conduzida por este sonho que ela impulsionou a sua carreira. Em sua história de vida nunca faltaram lutas e desafios, situações que ela soube administrar e transformá-las em conquistas marcantes. Roberta Miranda, portanto, deve ser considerada uma vencedora, a partir de seu estilo inconfundível e da busca incessante da qualidade em tudo o que faz. Seu público compreende este processo e é exatamente para os seus milhões de admiradores que a cantora e compositora continua a se mostrar inteira, procurando sempre se superar. Roberta Miranda alcançou a marca de 22 milhões de discos vendidos.

Crianças fazem a festa na Exposição Nordestina de Animais


Um evento dirigido aos produtores do setor agropecuários é também uma alternativa de entretenimento para o grande público. Trata-se da 76ª Exposição Nordestina de Animais e Produtos Derivados que, além de pecuaristas de vários estados do País, atrai, em sua maioria, famílias que levam seus filhos para um contato direto com os animais da fazenda. A todo são esperadas mais de 200 mil pessoas este ano. O evento começou no último sábado e vai até o domingo, dia 12 de novembro, no Parque de Exposições do Coerdeiro, no Recife.

Na Exposição, cavalos, bois e carneiros podem ser vistos de perto e até tocados pelas crianças que, em muitos casos, só viram esses bichos em fotografia ou na televisão. Além dos animais de grande porte, as meninas e meninos também ficam encantados com os peixes ornamentais, coelhos, porcos da índia e aves exóticas que podem ser vistos, adquiridos e levados para casa.

Outras atrações muito concorridas são os passeios de pônei e a visita a fazendinha onde podem ser vistos exemplares de mini vacas, mini cabras e mini cavalos, incluindo a menor égua do Brasil, que mede apenas 50 centímetros e já está esperando a primeira cria.

No local, tem também um estúdio fotográfico onde as crianças poderão tirar fotos com os animais. Para os adultos, haverá a opção de foto em cima de um touro gigante que, apesar do tamanho, é manso como um carneirinho. Para os que querem mais emoção, a opção é o desafio do touro mecânico.

Outra atração de destaque que a Exposição de Animais oferece para os pequeninos é um moderno parque de diversões com brinquedos recém lançados na Europa. Nesse parque, as opções são muito variadas, com brinquedos destinados a adultos e crianças de todas as idades. Além disso, tem os shows infantis com o Palhaço Chocolate, Patati Patata, Galinha Pintadinha, Patrulha Canina, Banda dos Herais, Ladybug e Cat Noir, a partir das 16h.

Para a hora da fome, os visitantes do Parque do Cordeiro têm a disposição uma ampla praça de alimentação que oferece cardápios para todos os gostos. Existe comidas regionais, fast-food, quiosques de churros e sorvetes.

O Parque abre para o público sempre às 8h. O preço dos ingressos de segunda a quinta-feira é de R$ 5,00 meia e R$ 10,00 inteira. De sexta-feira a domingo é de R$ 6,00 meia e R$ 12,00 inteira. Crianças até 2 anos não pagam.

Confira as 82 vagas de emprego na Agência do trabalho do Paulista para esta terça-feira (07.11)


Para quem está em busca de oportunidades profissionais, a Agência do Trabalho do Paulista oferece as seguintes vagas: técnico de manutenção industrial (10), motorista de carro de passeio (10), operador de empilhadeira (20), auxiliar de linha de produção (30), técnico químico (estágio) (1). Para se candidatar às vagas é preciso ter seis meses de experiência e Ensino Médio completo.

Estão disponíveis também 11 vagas para Pessoas com Deficiência, sendo (2) para ajudante de carga e descarga de mercadoria com Ensino Fundamental completo e para repositor de mercadorias (9) com Ensino Médio completo. Para Quem disputar umas das vagas de técnico químico (estágio) é preciso ter Ensino Médio incompleto. Os salários não foram informados.

Os interessados devem comparecer à Agência do Trabalho do Paulista, que fica na Praça Frederico Lundgren, s/n, no Centro, de segunda a sexta, das 7h às 13h. Outras informações ligar para central de vagas 3183-7293.