Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Escola de Olinda usa yoga e meditação para melhorar desempenho de alunos

As técnicas de respiração e concentração têm melhorado o desempenho das crianças, de 7 a 14 anos, da Escola Municipal Santa Tereza, seja dentro e fora da unidade de ensino. Uma vez por semana, os alunos têm aulas de Yoga e meditação. Ministradas por Aura Gabriela Maximiliano, que nas “horas vagas” usa seu tempo para orientar crianças e adolescentes das comunidades V8, V9, Ponte Preta e Ilha do Maruim, no bairro do Varadouro, em Olinda.
Com o apoio da professora de educação física Érica Farias, a terapeuta ajuda as crianças a exercitarem a respiração, concentração e relaxamento – o que auxilia no desenvolvimento da saúde mental da criançada. Os exercícios são combinados com aulas de educação física.
"Simples movimentos e exercícios de respiração podem ser facilmente inseridos em sala de aula, diversificando a rotina. Podem ser feitos com regularidade e com base na necessidade de cada um", diz a terapeuta.  Depois dos exercícios de respiração, as crianças levantam as mãos, como se fossem tocar no céu, antes de fechar os olhos e imaginarem lugares repletos de diversão. Tudo conduzido por um som relaxante que ecoa com a ajuda de uma tigela tibetana.
“Basicamente procuramos alcançar três objetivos com as crianças: aumentar a flexibilidade e coordenação motora; incentivar a concentração e reduzir o nível de estresse e melhorar a convivência com o meio ambiente”, explica a professora de Yoga, Aura Gabriela Maximiliano. 

​  ​
          A forma inovadora de introduzir a prática dessas atividades no universo infantil,  inserindo-a nas propostas extra-curriculares da instituição de ensino tem dado tão certo, que a escola já pensa em incluir, em 2018, as aulas de yoga dentro do Programa Novo Mais Educação. “O método é capaz de quebrar a rotina das escolas”, afirma  a diretora da unidade, Guiomar Barbosa.

Paulista aplica multa de R$ 50 mil por desmatamento em Área de Preservação Ambiental


Uma fiscalização da Secretaria Executiva de Meio Ambiente do Paulista identificou nesta quarta-feira (08.11) um desmatamento na APA Aldeia Beberibe, em uma área de extração de argila, próxima à BR 101, na entrada do Sitio do Pica Pau. Durante a vistoria, os fiscais constataram a derrubada de árvores e uso do fogo em mais de dois hectares de vegetação nativa com o objetivo de extração mineral.

Embora a mineração de argila tenha sido licenciada pela CPRH, por meio da Licença de Operação 03.25.02.000298-6, não havia autorização para retirada da vegetação, por isso, a área foi embargada e aplicada uma multa de R$ 50 mil reais contra o infrator.

III Fórum Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência é finalizado no Paulista


Durante toda esta quarta-feira (08.11) foi realizado o último dia do III Fórum Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Paulista. A iniciativa aconteceu no bloco B da Faculdade Joaquim Nabuco, Centro, e buscou elaborar proposições para que a acessibilidade e inclusão social aumentem na cidade.

Com o apoio de uma tradutora e intérprete da Central de Interpretação de Libras da Superintendência Estadual de Apoio a Pessoa com Deficiência, o munícipe Erivelton Gomes deu sua opinião sobre o evento. “É bastante necessário ter essas discussões e construções que tivemos aqui. Porque na verdade estamos com toda uma política praticamente começando do zero. Trazer para Paulista atividades que estão dando certo em politicas e ações que tem dado certo e mais ainda a acessibilidade” pontuou.

O conselheiro e deficiente visual, Claudio Albino, comentou a importância do Conselho Municipal de Inclusão da Pessoa com Deficiência. “O COMID é de extrema importância aqui no município, ele luta pelos direitos da pessoa com deficiência. Quando recebemos alguma denuncia sobre uma má conduta, que envolva o deficiente, nós averiguamos e caso seja confirmada, levamos o caso para os órgãos competentes” frisou.

Questionada sobre os próximos passos do COMID após o fórum, a conselheira que representa a sociedade civil e a deficiência intelectual, Luciene Martins, falou que o órgão acompanhará  o desenvolvimento das ideias. “Vamos estar fiscalizando junto às secretarias do município para que as propostas elaboradas aqui sejam desenvolvidas e tragam para a pessoa com deficiência mais garantia de direitos” finalizou. 

Estudantes do Paulista disputam mais uma etapa do XVIII jogos Escolares


Mais uma etapa do XVIII Jogos Escolares da Cidade do Paulista foi finalizada na manhã desta quarta-feira (08.11). Na quadra poliesp