Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Faça uma Pós-Graduação na Estácio


Doe sangue



Paiva Netto



Estamos na Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue, comemorada, desde 2003, sempre no fim do mês de novembro. Um pedido recorrente do Ministério da Saúde é “que as pessoas sejam doadoras também durante o período das férias, para que o estoque dos bancos de sangue nos hemocentros esteja assegurado”.
Atendamos a essa convocação. Saiba antes se você possui as condições físicas ideais para ser um doador. Seu gesto de Caridade pode salvar muitas vidas.

Deus tem muitos sinônimos
Tudo que do Amor Divino nasce é verdadeiramente sublime. De certo, firmado nessa realidade, o dramaturgo e poeta francês Victor Hugo (1802-1885) ensinava que “o Espírito se enriquece com aquilo que recebe, e o coração, com o que dá”. Portanto, sem o Amor, que é Deus, o ser humano vive desgovernado, longe da Verdade, que é a Palavra Dele. (Evangelho de Jesus, segundo João, 17:17: “Pai, Tua Palavra é a Verdade”.)
Se você não crê na existência do Pai Celestial, não se sinta excluído pela minha afirmativa. Pense, então, em bom senso, porque quem não o exercita também vive em desgoverno.
Deus tem muitos sinônimos, tais como Amor, Fraternidade, Solidariedade, Compaixão, Clemência, Generosidade, Misericórdia, Altruísmo e tudo o mais que valoriza as criaturas, conduzindo-as à Paz consigo mesmas e com os outros.
Por consequência, o Criador não apoia manifestações de ódio em Seu Santo Nome. Muito apreciada, pois, esta admoestação de Martinho Lutero (1483-1546): “Não desejo que as pessoas lutem em favor do Evangelho pela força e pelo morticínio. O mundo tem de ser conquistado com a palavra de Deus”.
De que Deus fala o grande reformador? Evidentemente que a respeito Daquele enunciado por João Evangelista, na sua Primeira Epístola, 4:16: “E nós conhecemos e cremos no Amor que Deus tem por nós. Deus é Amor. E aquele que permanece no Amor permanece em Deus, e Deus, nele”.
E tamanha é a compreensão que Lutero tinha do magnânimo Sentimento Divino que o versículo de sua preferência na Bíblia fala por si, a quem tem “olhos de ver e ouvidos de ouvir”“De tal maneira amou Deus ao mundo, que lhe mandou o Seu Filho Unigênito, de forma que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a Vida Eterna”. (Evangelho do Cristo, segundo João, 3:16.)
O velho pregador alemão sabia que não há outro caminho senão o do Amor, que é sinônimo de Caridade. Outro grande sábio da História, Dante Alighieri (1265-1321), em A Divina Comédia, escreveu: “O Amor é a força que move o Sol e outras estrelas”. Por isso, viver afastado Dele é sofrer a orfandade da Alma. Deus não tem bigode nem barba. A Sua Face é o Amor.

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com

Biologando com os Répteis no Paulista North Way Shopping



Lagartos, serpentes e jabutis - entre eles um albino - de várias partes do mundo vão aportar no Paulista North Way Shopping. É a exposição Biologando com os Répteis, com exemplares do Museu Vivo Répteis da Caatinga. Ao todo são 24 animais de diferentes espécies da fauna exótica que fazem parte do acervo do primeiro zoológico de répteis do Nordeste, localizado em Puxinanã, na Paraíba. A exposição fica no mall até 12 de dezembro, das 10h às 22h, com ingressos a partir de R$ 5,00.

A exposição Biologando com os Répteis foi preparada para o público de todas as idades com forte apelo da educação Ambiental. Além da visitação guiada por estudantes de biologia e veterinária, a exposição promoverá palestras, e mini cursos para escolas e grupos de interesse.

O evento é parte das atividades do Museu Vivo Répteis da Caatinga, que desenvolve um audacioso projeto de conservação no estado da Paraíba, desde 2002. O projeto mantém mais de 300 animais oriundos de resgate e cativeiro ilegal. Todos os animais que compõe a exposição são nascidos em cativeiro.

Na exposição itinerante, o visitante poderá conhecer o Lagarto Leopardo, do deserto do Afeganistão; Milk Snake, cobra coral do México; Pitonreticulada com cinco metros, da Ásia e Africa;  Lagarto Barbado, da Austrália;   Cobra do Milho, do norte dos Estados Unidos;  Jiboia, que ocorre em vários biomas brasileiros; Cobra Preta, do bioma da Caatinga; Jararaca, da Mata Atlântica e a Cascavel, também da Mata Atlântica e outras áreas de transição. Escolas interessadas também podem agendar palestras para grupos de alunos.

Serviço:
Exposição Biologando com os Répteis
Até 12 de dezembro, no Paulista North Way Shopping - Rodovia 15 - KM 16,5, nº242, Centro Paulista
Horário: 10h às 22h de segunda à sábado e das 12h às 21h, aos domingos.
Preço promocional: R$10,00 para adulto.
Criança de 06 a 12 anos R$5,00

Projeto Pagunça Retrô recebe Nonô Germano



Neste sábado (25), acontece mais uma edição do Projeto Pagunça Retrô, que tem a proposta de resgatar o pagode dos anos 90. A festa tem início às 21h, com abertura dos Garçons Cantores. A banda, sucessos dos anos 90, tem como convidado especial Nonô Germano.
Fundado em 1995, o Pagunça tem como vocalista Guga Fraga, Paulinho, voz e violão, Cadu, no Cavaquinho e voz e Rani, no Pandeiro, desde sua formação original. No repertório, não pode faltar os sucessos como “Me Liga”, “Vem Pagunçar”, Anúncio de Amor” e “Não é Ilusão”.
Além de canções autorais, o show conta, ainda, com músicas das bandas Raça Negra, Só Pra Contrariar, Exaltasamba, Molejo, É o Tchan, Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal e outros grupos que marcaram uma época. “Nesses 22 anos, o grupo nunca deixou de existir, mas como cada um seguiu um caminho profissional, as apresentações tornaram-se menos frequentes. Encontramos nesse projeto uma grande oportunidade de reunirmos o nosso público e os nossos amigos para fazer o que também gostamos nos nossos momentos de lazer, que é curtir o Pagunça com os amigos”, explica Guga.

Herdeiro do bastão da música que recebeu do pai, Claudionor Germano, Nonô Germano está na estrada há mais de 30 anos.  Para esta noite, os fãs podem esperar um pouco de frevo, samba e caboclinho, ritmos que fazem parte do repertório do artista. 

Inovador, o Manhattan Café Theatro reúne em um mesmo ambiente, música de qualidade e uma boa gastronomia, promovendo o encontro de pessoas que, além de se divertir com a família e amigos, dispõem de uma opção de entretenimento nas noites recifenses. O Manhattan Café Teatro fica na Rua Francisco da Cunha, 881, Boa Viagem.  O couvert artístico custa R$ 60.
SERVIÇO
Pagunça Retrô recebe Spok

Onde: Manhattan Café Theatro (Rua Francisco da Cunha, 881, Boa Viagem)
Quando:  Sábado (25 de novembro)
Horário: 21h
Couvert: R$ 60
Informações e reservas: 3325.3372 (www.manhattancafetheatro.com.br)

Curso "O Poder da Ação" volta a ser ministrado no Recife

Baseado no famoso livro best-seller de Paulo Vieira, curso acontece no dia 03/12, com a Coach Letícia Carvalho, no Hotel Nobile Executive, em Boa Viagem