Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

RRepresentantes de Petrolina participam de capacitações voltadas para ação social

A Prefeitura de Petrolina está representada num dos mais importantes encontros de transformação, mobilização e inovação social do estado, que acontece no Recife até esta sexta (24). O Festival Vox debate temas ligados à ação social e tem por meta a troca de conhecimentos e iniciativas bem sucedidas no setor.
A equipe de Petrolina é composta pela primeira-dama, Lara Secchi Coelho, a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Kátia Carvalho  e a secretária executiva Dori Secchi. O encontro foi iniciado na segunda-feira (20) e além de debates, teve cursos, laboratórios e troca de vivências nas áreas de inovação social, artes, cultura, sustentabilidade e empreendedorismo social.
Além de passar pelas capacitações, a equipe da Prefeitura de Petrolina também apresentou no evento o projeto Vovô Amigo. A iniciativa, que busca a interação de idosos com crianças por meio de contação de histórias infantis, já percorreu diversas escolas municipais envolvendo cerca de 2 mil crianças.
Segundo Kátia Carvalho, o Festival Vox é uma oportunidade de conhecer as novas formas de melhorar e transformar a vida das pessoas por meio de iniciativas sociais. “A prefeitura tem trabalhado para melhorar a vida das pessoas e conhecer experiências de empreendedorismo social é uma oportunidade de abrir portas para ampliar o trabalho que já vem sendo executado na nossa cidade”, disse.
As atividades do Vox são coordenadas pelo Porto Social, instituição referência em transformação social em Pernambuco. O encontro tem representantes de municípios como Caruaru, Jaboatão, São Paulo e Belo Horizonte.
Rede solidária - Um dos exemplos de transformação social através do voluntariado é a plataforma ‘Transforma Recife’ que tem como objetivo juntar no ambiente digital quem quer ajudar e a entidade que precisa de apoio, transformando a plataforma numa rede solidária.
Os voluntários realizam o cadastro incluindo preferências de atuação, localização, horários e causas com as quais se identificam. Já as entidades se inscrevem informando as necessidades para ampliarem ou desenvolverem melhor suas ações. Em seguida, é feito o cruzamento dos dados para aproximar voluntários e instituições.

Projeto Pagunça Retrô recebe Nonô Germano ​ neste sábado​

Neste sábado (25), acontece mais uma edição do Projeto Pagunça Retrô, que tem a proposta de resgatar o pagode dos anos 90. A festa tem início às 21h, com abertura dos Garçons Cantores. A banda, sucessos dos anos 90, tem como convidado especial Nonô Germano.
Fundado em 1995, o Pagunça tem como vocalista Guga Fraga, Paulinho, voz e violão, Cadu, no Cavaquinho e voz e Rani, no Pandeiro, desde sua formação original. No repertório, não pode faltar os sucessos como “Me Liga”, “Vem Pagunçar”, Anúncio de Amor” e “Não é Ilusão”.
Além de canções autorais, o show conta, ainda, com músicas das bandas Raça Negra, Só Pra Contrariar, Exaltasamba, Molejo, É o Tchan, Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal e outros grupos que marcaram uma época. “Nesses 22 anos, o grupo nunca deixou de existir, mas como cada um seguiu um caminho profissional, as apresentações tornaram-se menos frequentes. Encontramos nesse projeto uma grande oportunidade de reunirmos o nosso público e os nossos amigos para fazer o que também gostamos nos nossos momentos de lazer, que é curtir o Pagunça com os amigos”, explica Guga.
Herdeiro do bastão da música que recebeu do pai, Claudionor Germano, Nonô Germano está na estrada há mais de 30 anos.  Para esta noite, os fãs podem esperar um pouco de frevo, samba e caboclinho, ritmos que fazem parte do repertório do artista. 
Inovador, o Manhattan Café Theatro reúne em um mesmo ambiente, música de qualidade e uma boa gastronomia, promovendo o encontro de pessoas que, além de se divertir com a família e amigos, dispõem de uma opção de entretenimento nas noites recifenses. O Manhattan Café Teatro fica na Rua Francisco da Cunha, 881, Boa Viagem.  O couvert artístico custa R$ 60.
SERVIÇO
Pagunça Retrô recebe Spok

Onde: Manhattan Café Theatro (Rua Francisco da Cunha, 881, Boa Viagem)
Quando:  Sábado (25 de novembro)
Horário: 21h
Couvert: R$ 60
Informações e reservas: 3325.3372 (www.manhattancafetheatro.com.br)

Paulista intensifica luta no combate à Tuberculose na Jaguarana

Com o intuito de intensificar à luta no combate à tuberculose, foi realizada nesta sexta-feira (24.11), na Unidade de Saúde da Família José Borges de Souza I e no Conselho de Moradores da comunidade da Jaguarana, uma ação de prevenção para diagnosticar possíveis casos da doença no local. Na ocasião foram oferecidos testes rápido de sífilis, HIV, Hepatite B e C. O objetivo da iniciativa é realizar exames em pessoas que possuem alguma suspeita clínica da enfermidade.

A coordenadora do Programa de Controle da Tuberculose no Paulista, Cecília Silva, explicou como é realizado todo o procedimento para o diagnóstico da doença. “Através dos sinais e sintomas, o paciente é orientado a fazer um diagnóstico laboratorial, por meio do exame de baciloscopia, e, se, o resultado for positivo, a pessoa já pode iniciar o tratamento nas unidades de saúde mais próxima de sua casa. Podendo este se dirigir ao laboratório do CEAMP ”, ressaltou.

A ação é organizada pela Coordenação de Controle da Tuberculose do município. Todas as unidades básicas de saúde do Paulista estão capacitadas para diagnosticar e tratar a doença.

PAULISTA AVANÇA NA SEGURANÇA PÚBLICA E CONSEGUE MAIS QUATRO VIATURAS PARA A PATRULHA ESCOLAR

Na manhã desta quinta-feira (23) aconteceu na sede da Secretaria de Segurança Cidadã e Defesa Civil do Paulista um encontro para planejar o destino de quatro novas viaturas que a cidade terá à disposição para a patrulha escolar. O Município arcará com as despesas de dois veículos, enquanto o governo estadual vai custear a outra metade.
 
A “Patrulha Escolar” consiste em assessorar as comunidades escolares em busca de soluções para os problemas de segurança encontrados nas unidades de ensino da rede pública.O  programa é uma união entre a polícia e as escolas para reduzir a violência e a criminalidade. Seu principal objetivo é a prevenção em segundo plano fica a repressão aos crimes e atos infracionais.
 
Além da “Patrulha Escolar”, os alunos da rede pública do Paulista passaram a contar também com o “Programa Educacional de Resistência às Drogas” (PROERD), projeto onde os policiais militares fardados e devidamente treinados desenvolvem um curso de prevenção à violência e as drogas nas salas de aula.
 
Manoel Alencar, Secretário da Segurança Cidadã e Defesa Civil do Paulista, afirmou que a gestão está trabalhando para garantir mais segurança aos jovens do município. “Existe uma preocupação do prefeito Júnior Matuto em relação à segurança de todos que aqui vivem. Quando o assunto em questão é a juventude, a preocupação se torna ainda maior. Por isso estamos buscando parcerias, na tentativa de otimizar o que já temos para atender melhor aos jovens”, afirmou Alencar.  
 
O encontro contou com a participação do Tenente Coronel Ramalho (Comandante do 17° BPM-PE) do Major Edson Silva (Coordenador da Patrulha Escolar), da Sargento Joana (17° BPM-PE), do Cabo Ayron (17º BPM-PE), de Danilo Lopes (Coordenador de Ações Estratégicas para Proteção Escolar), de Pâmela Alves (Gerente de Desenvolvimento da Gestão Regional), de Tônico Travassos (Vereador da Cidade do Paulista), além de Manoel Márcio Alencar (Secretário de Segurança Cidadã e Defesa Civil do Paulista).

Igarassu: Festa do Jerico em Alto do Céu II

O final de semana vai ser animado em Igarassu. Desta sexta-feira (24) a domingo (26) o bairro Alto do Céu II vai comemorar a Festa do Jerico com show de bandas locais, corrida estilizada, desfile e rodeio com os jericos. No domingo, a partir de 13h, os animais estarão ornamentados para o desfile e o mais bonito ganha premiação. Após o desfile, terá a corrida, com premiação para o primeiro e o segundo lugar.  Os shows serão com as bandas Nidinho de Acordeon, Nilson Lins, Paulinho Jiu e Xinelo de Tonhe, além de apresentações culturais. A festa acontece no Campo do Alto do Céu. 

Programação completa: 

# Sexta feira (HOJE)
21h - Grupos Culturais
22h - Nidinho de Acordeon

# Sábado
20h - Nilson Lins
22h - Paulinho Jiu

# Domingo
13h - Corrida de Jerico - Premiações para 1º e 2º Lugar.
17h- Xinelo de Tonhe

Compesa realiza Leilão Público de veículos e sucatas na próxima segunda-feira (27)

Arremate poderá ser feito presencialmente ou online; carros, caminhões, sucatas de outros materiais podem ser examinados até amanhã (24) 



A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) realiza, na próxima segunda-feira (27), o segundo Leilão Público neste ano. A arrematação inicia às 14h30 para a venda de veículos e sucatas de ferro, zinco, alumínio, cilindros, transformadores, carrocerias, tanques, válvulas de retenção, registros, rolamento, barco, reboque, equipamentos de informática, extintores de incêndios, luminárias, fiação e outros materiais como pneus, vidros temperados, botas e capacetes, mesas e armários de madeira. O leilão acontecerá na Avenida da Recuperação, nº 6001, no bairro da Guabiraba, no Recife, de forma presencial ou online - pelo site www.aragaoleiloes.com.br - e é aberto a participação de pessoas físicas e jurídicas, e  será exigida a apresentação de documentos que comprovem a identificação de cada participante. Além disso, é importante lembrar que nenhuma pessoa, mesmo credenciada, poderá representar mais de um participante do leilão.
Todos veículos estão disponíveis para serem vistos e examinados, até amanhã (24), no horário das 9h às 11h30 e das 14h às 16h, no endereço da Avenida da Recuperação, nº 6001, no bairro da Guabiraba, Recife. Já os materiais podem ser vistoriados no Almoxarifado Peixinhos da Compesa, que fica localizado na Avenida Jardim Brasília, s/n, Peixinhos, em Olinda (próximo ao antigo matadouro de Peixinhos), exceto os lotes 39, 40 e 41 que estão na unidade do Cabanga (Avenida Saturnino de Brito, nº 472, Cabanga). Boa parte dos lotes que serão leiloados é de veículos que faziam parte da frota da Compesa: 19 carros da marca Fiat Uno, Ano 2012 e Modelo 2013, e três caminhões das marcas GMC 16.220, Ford F-12000 (munck) e Volkswagen/13.130. Esses veículos estão inteiros, mas considerados inservíveis e de recuperação antieconômica para o uso da companhia. De acordo com a avaliação dos veículos e materiais, a expectativa da companhia é arrecadar cerca de R$ 304 mil com a realização deste Leilão Público.
O seguro obrigatório DPVAT e o IPVA de todos os veículos relacionados no edital do leilão estão quitados até o exercício de 2017, assim como pagamento de multas geradas até a data da venda será de responsabilidade da Compesa. Os compradores deverão assumir toda a despesa referente à retirada das sucatas e dos veículos dos depósitos e regularização junto aos órgãos competentes. No ato do arremate, também será preciso caucionar 25% do lote, valor que será devolvido pela companhia após a quitação do boleto - cujo prazo para pagamento será de até cinco dias úteis e só será considerado quitado, após a compensação bancária. Caberá ainda ao arrematante, o pagamento da comissão do leiloeiro de 5% do valor de arremate.
Mais informações sobre o leilão podem ser obtidas nos endereços eletrônicos www.compesa.com.br e www.aragaoleiloes.com.br, com o leiloeiro pelo telefone (81) 3428.6022/ 3877.1001, ou com a Comissão do Leilão da Compesa que fica no Centro Administrativo Governador Eduardo Campos (Avenida Cruz Cabugá, nº 1.387, Santo Amaro, Recife - 2º andar, Gerência de Gestão Contábil, Custo e Orçamento), telefone: (81) 3412.9156.

Com o apoio da prefeitura, Operação Força no Foco combate à criminalidade em Paulista

Pela terceira vez no município, a Operação Força no Foco está desenvolvendo diversas ações de repressão e prevenção à criminalidade nos bairros do Paulista. A ação, que envolve equipes da prefeitura (guarda municipal e agentes de trânsito), policias civil e militar, e corpo de bombeiros, terá duração de 48 horas. O lançamento desta fase do trabalho integrado ocorreu durante um café-da-manhã nesta quinta-feira (23.11), na Praça Emílio Russel, em Maranguape I.

A ideia da operação é desarticular grupos suspeitos de praticar tráfico de drogas; furtos; assaltos, inclusive, a coletivos; e homicídios. “Esse é um trabalho que contempla o município como um todo, no entanto, estamos focados, principalmente, nos bairros de Maranguape I e II, Engenho Maranguape e Jardim Maranguape”, frisou o comandante do 17º Batalhão da Polícia Militar, Marco Ramalho. Ele explicou que a escolha dos pontos principais foi em função dos índices da criminalidade. 

A ação conta com o envolvimento de setores considerados estratégicos no combate aos crimes de menor e maior potencial ofensivo. Essa operação concentra uma série de ações não apenas nas comunidades, mas também nos corredores viários dos bairros e nas rodovias que dão acesso ao município, uma vez que a ação conta com equipes motorizadas (viaturas e motos) e dispõem de um aparato policial específico para a realização de blitz, como a Lei Seca, por exemplo.

Para reforçar a ação, a prefeitura está disponibilizando homens da Guarda Municipal e Agentes de Trânsito. O secretário de Segurança Cidadã e Defesa Civil, Manoel Alencar, fez questão de ressaltar a importância do trabalho conjunto. “Não tenho dúvidas de que essa união de forças terá um resultado muito positivo, como ocorreu nas duas últimas vezes. Isso é extremamente importante porque garante uma maior sensação de segurança a nossa população. Estamos engajados nessa tarefa de reduzir a criminalidade em nossa cidade, por isso, a gestão do prefeito Junior Matuto não tem medido esforços para atuar em parceria com o Estado e tem desenvolvido diversas ações em prol da segurança”, destacou o gestor.

O responsável pela 8ª Seccional do Paulista, o delegado Adyr Almeida, revelou que o apoio do município tem ajudado bastante no combate à criminalidade. "Paulista tem desenvolvido ações importantes na questão da segurança cidadã, e isso tem nos ajudado. Prova disso, como o secretário Alencar vem dizendo, é a redução de homicídios em Maranguape I, que já chegou a não ser registrado durante alguns meses”, argumentou.  

O evento desta quinta-feira (23) em Maranguape I contou com a presença de diversas autoridades do município e dos órgãos da segurança pública, entre eles, o secretário de Mobilidade e Administração das Regionais, José Rodrigues; o comandante da Guarda Municipal do Paulista, Josias Silva; o gestor de Controle Operacional, da Polícia Civil, Ricardo Cysneiros; gestor do DHPP Norte, João Leonardo; além das coordenações da Operação Lei Seca, o tenente-coronel da PM Bagetti; e o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Aprigío, da Operação Bar Seguro.

Fotos produzidas por Jorge Macrino / Prefeitura do Paulista

Saiba diferenciar letra feia de Disgrafia

Antes dos computadores e tablets, era comum os pais darem um caderno de caligrafia para as crianças, que passavam horas treinando para ter a letra bonita. Por conta do uso constante do teclado, os pequenos perdem cada vez mais a habilidade de escrever. No entanto, a família deve estar atenta às letras dos filhos em idade escolar, pois ter a letra feia pode ser mais do que preguiça de escrever. Pode ser disgrafia.
 
A disgrafia é um Transtorno de Aprendizagem de origem neurobiológica que afeta 2 a 3 % da população. Segundo a psicopedagoga da NeuroSaber Luciana Brites, esse problema pode vir sozinho ou acompanhado por outros transtornos de aprendizagem como, por exemplo, dislexia, Transtorno não verbal, além de outros neuro-comportamentais, como Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) e o Transtorno do Espectro Autista (TEA).
 
De acordo com a especialista, uma das caraterísticas da disgrafia é dificuldade crônica e persistente na habilidade motora e espacial da escrita, levando a uma expressão gráfica inadequada e deficitária. “Outro fator é a dor ou incômodo frequente para escrever, pressão excessiva no lápis e no papel, troca constante de letra ora cursiva, ora bastão. ”
 
- A diferença de letra feia e disgrafia é que a primeira vai melhorando com a idade e com as intervenções, ou quando se pede para escrever com calma, a ponto de um dia a escrita se tornar caligráfica, ou seja, perfeita. Já a disgrafia expressa uma grafia sempre ruim e alterada e que gera um constante desprazer e incômodo em quem escreve -  mesmo atingindo a idade prevista para escrever adequadamente.
 
A psicopedagoga diz que para ajudar a desenvolver a habilidade do aluno e melhorar o desenvolvimento escolar é importante um bom trabalho de esquema corporal, onde se percebe as partes do corpo, braços para chegar até as mãos. Outra dica é ligada a atividades de fortalecimento das mãos e dos dedos. Ela aconselha o uso de massinha, por poder trabalhar com a mão inteira. “É possível amassar o material com alguns dedos, fazer objetos e formas desenvolvendo habilidades do aluno”.
 
- Pintura com tintas, por exemplo, também é interessante. Pode-se fazer atividades com giz de cera, pintura com guache utilizando os dedos, pincel e esponja. O bom é que essas atividades podem ser feitas no papel na horizontal (em cima da mesa ou no chão) como na vertical colando o papel na parede e pedindo para as crianças desenharem ou pintarem – reforça.
 
Luciana também ressalta a importância da utilização de brinquedos de montar, como, por exemplo, Lego, quebra-cabeças e encaixes. Ela observa também que as atividades de percepção visual também devem ser feitas com os pequenos.
 
- Muitas pessoas não sabem, mas o que guia a mão é o olho, por isso invista em atividades como o jogo dos sete erros, ligue os pontos, brincadeiras com bolhas de sabão, bolas onde a criança tem que acompanhar o movimento das coisas e pegar com a mão - explica.
 
Brites comenta que o tratamento deve ser multidisciplinar e acompanhado por especialistas como médico neuropediatra, psiquiatra infantil, psicomotricista, Terapeuta ocupacional, psicopedagogos, fonoaudiólogos e psicólogos. “ Em alguns casos é necessária a medicação quando, por exemplo, existem comorbidades com o TDAH”.
 
Para a profissional, é fundamental para o tratamento dos pequenos que os pais e professores possam buscar conhecer melhor o Transtorno. Outra dica é nunca comparar a criança com outras. “Nunca compare seu filho ou aluno com ninguém só o compare com ele mesmo, como quando ele não conseguia e conseguiu algo”.