Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Em Paulista, Agência do Trabalho oferece diversas vagas nesta terça-feira

Você que procura uma colocação no mercado de trabalho deve ficar ligado nas oportunidades de emprego na Agência do Trabalho do Paulista nesta terça-feira (18.12). As vagas são para costureira de máquinas industriais (10) e cortador de roupas (1).  É necessário ter seis meses de experiência na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e Ensino Fundamental completo. A remuneração não foi informada.
Também há vagas para pessoa com deficiência, são quatro oportunidades para operador de vendas (lojas). É necessário ter Ensino Fundamental completo, não é exigido experiência na área. O salário não foi informado.
Os interessados em concorrer às vagas devem se dirigir à Praça Frederico Lundgren, s/n, no Centro. O atendimento ao público acontece de segunda a sexta, das 07h às 13h. Estas vagas são sujeitas as alterações no decorrer do dia. Para outras informações entrar em contato com a Central de Vagas: 3183-7201.

Paulista investe recursos de financiamento junto ao BNDES na modernização do cadastro imobiliário

De forma pioneira na região Nordeste, Paulista aderiu ao Programa de Modernização da Administração Tributária dos Setores Sociais Básicos (PMAT), do BNDES, com operação pelo Banco do Brasil (BB). A iniciativa visa apoiar projetos de investimentos voltados à melhoria da eficiência, qualidade e transparência da gestão pública, buscando a modernização da administração tributária e a qualificação do gasto público nos municípios.

Graças ao financiamento, o município está investindo, num primeiro momento, cerca de R$ 1,7 milhão na modernização do cadastro técnico. O processo de atualização do banco de dados imobiliário está sendo realizado pela equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, com o apoio de uma empresa especializada na tecnologia do geoprocessamento. 

Essa ferramenta permite que a prefeitura aperfeiçoe a aplicação dos recursos, ampliando o poder de atuação da gestão em áreas estratégicas. A empresa contratada, a Geopix, realizou sobrevoos por toda a cidade, usando um moderno sistema de mapeamento. Desta forma, foi possível traçar um raio “x” completo de cada bairro, possibilitando que o município tenha em seu banco de dados a situação real de cada imóvel. 

Isso sem falar que o conteúdo dos sobrevoos pode ser uado para verificar se um determinado imóvel sofreu alteração de tamanho ou se passou para um novo padrão construtivo. Além de dinamizar as atividades diárias das secretarias, a ferramenta ainda garante redução de tempo e custos com deslocamentos para a resolução dos processos internos nas secretarias municipais.

O recurso do financiamento também pode ser empregado na em outras áreas da administração pública, como a tributária, o setor de atendimento ao cidadão, além de gestão e controle de processos (informatização do protocolo, arquivamento e digitalização de documentos, sistema de monitoramento das ações de governo e estruturação da central de atendimento e informatização da ouvidoria).


Quem quiser conhecer mais sobre essa modalidade de financiamento, pode acessar o site da instituição por meio desse link: https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home

Programa Educar pra Valer vai beneficiar estudantes e professores do Paulista em 2019

O município do Paulista, na Região Metropolitana do Recife, foi selecionado para participar do Programa Educar pra Valer em 2019. A iniciativa, que conta com o apoio da Fundação Lemann, visa melhorar os indicadores da educação pública nos municípios, tendo como base as experiências exitosas da cidade de Sobral, no Estado do Ceará. No próximo mês de fevereiro, gestores do Paulista vão visitar a cidade cearense para conhecer melhor o programa e definir quando a novidade terá início na rede local de ensino.

O Programa Educar pra Valer atua na formação da equipe técnica e de professores das cidades selecionadas, possibilitando que alunos matriculados no ciclo de alfabetização (1º, 2º e 3º séries dos Anos Iniciais) sejam beneficiados diretamente, já que passam a contar com profissionais ainda mais capacitados nas salas de aula.

Maria da Penha vai à Escola premia alunos, professores e unidades de ensino do Paulista

Alunos, professores, gestores e escolas da Rede Municipal de Ensino do Paulista receberam nesta segunda-feira (17.12) a premiação do Maria da Penha Vai à Escola. No evento, que aconteceu na Sede do Sindicato dos Servidores do Paulista (SINSEMPA), houve a entrega de certificados e troféus para os vencedores do Prêmio Maria da Penha Vai à Escola e apresentações culturais das escolas premiadas. Os prêmios foram na categoria individual e coletivo, com as modalidades de  redação, relato de experiência, projeto de trabalho, artigo científico, apresentação cultural e escola amiga da mulher.  
A jovem de 14 anos, Rhebeca Ianka, é aluna da Escola Municipal Manoel Gonçalves da Silva e falou sobre a relevância do programa. “É gratificante participar e muito bom ver as crianças se envolvendo, inclusive desde pequenas. Porque assim elas vão aprendendo a importância desta lei e a necessidade de prevenir e combater a violência contra a mulher”, relatou.

A delegada da mulher do Paulista, Fabiana Leandro, destacou que o combate à violência contra a mulher precisa ser feito pela delegacia e pela sociedade.  “É extremamente importante à participação da escola porque as crianças vão aprendendo desde pequenos a respeitar as leis e as mulheres. Não só o trabalho repressivo de delegacia que basta, esse trabalho preventivo é importantíssimo, inclusive dentro da escola, para a formação do cidadão”, destacou.
O Secretário de Educação do Paulista, Carlos Junior, comentou a importância do Programa nas escolas. “Programas multidisciplinares contribuem muito com o aprendizado do aluno e o Maria da Penha Vai à Escola avançou bem. Ele começou em seis unidades de ensino e hoje está em toda a rede escolar. Sem dúvida é um programa que veio para somar em nossas escolas e assim vamos trabalhando para prevenir e combater os maus tratos e agressões dentro das famílias”, explicou.
Segundo a secretária da Mulher do Paulista, Bianca Pinho Alves, a igualdade de gênero vem sendo construída no Paulista e o comprometimento dos estudantes da Rede de Ensino impulsiona esta luta. “É um sentimento de realização pelo comprometimento dessas crianças, adolescentes, professores e gestores na construção de um mundo de melhor. Um mundo de respeito, de igualdade, onde a mulher seja respeitada. Se sabe que existem diferenças sim, entre homens e mulheres, mas deve se ter o mesmo respeito, as mesmas oportunidades e os mesmos direitos e estamos construindo isso aqui em Paulista”, disse.
Estimular e fortalecer a reflexão crítica e a pesquisa sobre as desigualdades entre homens e mulheres no país e trazer mais informações e novas práticas culturais sensibilizando a sociedade sobre a importância do combate à violência contra a mulher é um dos objetivos do Prêmio Maria da Penha Vai à Escola. A premiação, que acontece através do programa Gênero e Educação, implantado em 2013 pela Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres, busca premiar escolas, professores e alunos pelos seus feitos no combate à violência contra a mulher.

Políticas Sociais do Paulista avança nas medidas protetivas e firma convênio com Escola Dom Bosco

Os adolescentes do Paulista que estão em situação de vunerabilidade e cumprem medidas socioeducativas ganharam um reforço importante, nas medidas protetivas, para seguir em recuperação através de um convênio firmado entre a Prefeitura do Paulista, pela secretaria de Políticas Sociais e Juventude e a Inspetoria Salesiano do Nordeste/Escola Dom Bosco, garantindo que 20 adolescentes ingressem no Programa Jovens Aprendizes, com direito a salário e carteira assinada. As contratações dos jovens serão bancadas por empresas que atuam em Olinda, mas os beneficiados são moradores do Paulista, que atuarão dentro da estrutura administrativa da Prefeitura, a partir de Janeiro de 2019.
O Termo de parceria firmado entre a Prefeitura do Paulista e a Escola Dom Bosco está previsto na Lei de Aprendizagem que determina, por força de decreto, que as empresas de médio e grande porte contratem de 5% a 15% do total do quadro funcional, adolescentes e jovens de 14 a 24 anos, por tempo determinado de dois anos. A medida visa ainda combater o trabalho infantil sem acompanhamento e capacitação. O programa busca garantir um ingresso correto e digno dos jovens no mercado de trabalho. Neste primeiro momento, as vagas atendem a uma cota de jovens que cumprem medidas socioeducativas.
A Escola Dom Bosco tem participação fundamental neste processo, cuidando da parte teórica do programa, oferecendo cursos de capacitação e acompanhamento dos beneficiários. A coordenadora de Aprendizado da Dom Bosco Jaqueline Oliveira, assegura que o programa é muito importante para manter os jovens no caminho certo.
“A gente que acompanha os jovens percebe que são muitos benefícios que o programa traz. Eles são capacitados, trabalham, ganham o próprio dinheiro, com carteira assinada e ainda ajudam em casa. O resultado disso é que elevam a autoestima e fica mais difícil de cometerem outros erros novamente.” 
O convênio, firmado no gabinete do secretário Augusto Costa, na manhã desta segunda-feira (17.12) estabelece que os jovens contemplados iniciem a parte teórica do programa já nesta terça-feira (18), acompanhados pelos técnicos da Escola Dom Bosco. Na oportunidade, o Conselho Municipal de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do Paulista – CONCAP, foi inserido no convênio, indicando dois, dos 20 adolescentes contemplados. Para o presidente do Conselho, João Soares, essa parceria traz novas oportunidades para os jovens acompanhados pelo COMCAP.

“Com esta parceria, Paulista está inovando, dando novas oportunidades para os adolescentes que em algum momento da vida, cometeram erros, mas que estão em processo de recuperação. Então, todos eles podem ter um retorno positivo, com esta oportunidade de ingresso no mercado de trabalho,” avaliou João Soares.
Os jovens inseridos no programa terão a parte teórica de 400 horas/aula e a parte prática com 880 horas de jornada de trabalho monitorado. O secretário Augusto Costa, avalia que em outro momento, a gestão ampliará de 20 para 50 o número de jovens que ingressarão no programa.
“Este convênio é um importante instrumento de fortalecimento das ações da gestão Junior Matuto no combate ao trabalho infantil e na garantia de retirar os jovens do caminho da transgressão. Neste primeiro momento vamos contemplar 20 adolescentes, assistidos pelos nossos serviços sociais ou que são egressos da Funase. Mas acreditamos que, recebendo cursos, cumprindo com as medidas socioeducativas e inseridos no mercado de trabalho, dependendo do desenvolvimento de cada um, eles podem até ser contratados pelas empresas, ou buscar outras oportunidades com mais condições. Posteriormente, vamos ampliar o número de vagas para beneficiar mais 50 adolescentes,” concluiu Augusto.  

Confira o balanço da ação de ordenamento de trânsito na PE-01

Após três dias de ação educativa para ordenar o trânsito na Av. Cláudio Gueiros Leite (PE-01), a Prefeitura do Paulista divulgou o balanço geral da operação que buscou a garantia de mais segurança e mobilidade para quem utiliza essa importante via do município. A ação abordou, ao todo, 112 veículos, autuando 15 condutores e removendo um automóvel.
A iniciativa contou com o apoio do Departamento de Estrada de Rodagem de Pernambuco (DER-PE) e do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv). Na oportunidade, os agentes dos três órgãos orientaram os condutores que passavam pelo local a não estacionarem ao longo da PE-01, dando como alternativa para a parada, as ruas transversais à rodovia.
“Por aqui (PE-01) passam em média 60 mil veículos por dia, então podemos dizer que o tráfego chega a ser intenso. Para evitar congestionamentos, enxergamos a necessidade de orientar os condutores a não estacionarem as margens da rodovia, esse simples comportamento pode evitar uma série de problemas. Acredito que a mensagem foi bem recebida e principalmente compreendida”, afirmou o agente de trânsito e coordenador de educação para o trânsito do Paulista, Ícaro Barbosa.