Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Diario de PE: Marinaldo Rosendo pretende se filiar ao DEM

Diario de Pernambuco

O deputado federal Marinaldo Rosendo (PSB), uma das lideranças que pretendia se filiar ao MDB, caso o senador Fernando Bezerra Coelho assumisse o comando do partido, no lugar do vice-governador Raul Heny (MDB), está arrumando as malas para ingressar no DEM. Marinaldo pertence aos quadros do PSB, mas se afastou do governador Paulo Câmara desde as eleições municipais de 2016. Na época, o parlamentar subiu no palanque do vice-prefeito Júnior Rodrigues, que era filiado ao PSB de Timbaúba, mas o Palácio das Princesas resolveu apoiar o grupo rival. Segundo Marinaldo, com o aval do presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, Júnior Rodrigues ficou sem apoio do próprio partido em seu reduto eleitoral e seu adversário, Ulisses Felinto (PSDB), venceu a disputa.

Marinaldo disse que também foi convidado para se associar ao PP quando se encontrou recentemente com o deputado federal Eduardo da Fonte, presidente da legenda, no ato de filiação ao PP do presidente da Câmara de São Lourenço, Dênis Alves, postulante a uma vaga de deputado estadual. Mas o parlamentar frisou que a adesão não aconteceu, porque, mesmo sendo amigo de Eduardo da Fonte, o PP faz parte da base de apoio de Paulo Câmara. 

O deputado contou que sua prioridade, inicialmente, era se filiar ao MDB, mas, como a legenda enfrenta um impasse jurídico, suas negociações estão mais adiantadas com o DEM. “Eu não fico no PSB por hipótese alguma, mas a minha tendência é entrar no DEM. Eu só posso resolver isso em março, quando a janela partidária for aberta. Recebi o convite de Fernando Bezerra e outros cinco partidos (DEM, PHS, PEN, PSL e PP)”, declarou.


Veja mais no Diario de Pernambuco:

http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/politica/2018/01/27/interna_politica,739699/marinaldo-rosendo-pretende-se-filiar-ao-dem.shtml



0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.