Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Prefeitura de Igarassu emite nova nota com medidas emergenciais



O Governo Municipal de Igarassu informa, que após reunião emergencial com o  "comitê da crise"  direcionado ao abastecimento de combustíveis, realizada gabinete do prefeito Mário Ricardo neste sábado (26),  decide tomar medidas em relação à crise do combustível, pela qual passa todo o país nos últimos dias. 

A coleta de lixo está reduzida pela falta de combustível. As aulas da Rede Municipal de Ensino estão previamente suspensas nas próximas segunda e terça-feira, dias 28 e 29.05, por falta de combustível para o transporte escolar. 

A gestão municipal informa também, que os carros que pertencem à Prefeitura estão parados para economia de combustível (alguns sem abastecimento) e apenas algumas viaturas de emergência da secretaria de Saúde, Incluindo as máquinas que atuam na zona rural do município e na secretaria da Cidade. No entanto, serão mantidos em circulação os veículos que atuam nas urgências, como as ambulâncias e serviço de hemodiálise, até quando houver combustível. 

A prefeitura esclarece ainda, que a partir desta segunda-feira (28) os quadros de funcionários das Unidades Básicas de Saúde da Família e do Hospital Municipal podem ser prejudicados, com a falta de colaboradores que não conseguem se deslocar por falta de transporte.
O Governo Municipal lamenta o momento de crise pelo qual estamos passando, que não é de nossa responsabilidade,  e torce para que a situação volte ao normal no nosso país.  

Agradecemos, mais uma vez, a compreensão
Prefeitura de Igarassu

Em Paulista, Sala do Empreendedor disponibiliza serviços e orientação ao Empreendedor Individual (MEI) e Micro Empresas (ME)



A Secretaria de Finanças do Paulista, por meio da Sala do Empreendedor, se reúne com CDL Paulista para discutir parcerias em atender pequenos, médios e grandes empreendedores interessados em instalar suas atividades na cidade. O objetivo do órgão é trazer mais agilidade e desburocratizar o processo de implantação de empresas no município. Para isso oferece em um só local serviço de abertura e regularização de empreendimentos.

Se você já trabalha por conta própria, mas tem a dificuldade de abrir o seu próprio negócio crescer, a solução pode estar na formalização para abrir um CNPJ Microempreendedor Individual (MEI). Mas, quais os passos que precisam ser adotados para poder formalizar uma empresa? O processo de legalização até parece uma tarefa difícil, mas não é. É preciso, apenas, estar atento aos trâmites burocráticos necessários.

Jonas Vieira, o agente desenvolvedor da Sala do Empreendedor, explicou quais as vantagens e o meio de se tornar um micro empreendedor individual. “O processo é simples a inscrição é fácil de ser feita. O passo seguinte é trazer os documentos necessários como: RG, CPF, título de eleitor e comprovante de residência. No ato, o empreendedor terá de escolher a atividade da empresa, e como microempreendedor individual ele já sai com seu CNPJ, já podendo trabalhar em seu próprio negócio. A abertura da inscrição MEI, já dar o direito de alvará provisório com validade de seis meses, conforme Lei Federal. Qualquer pessoa pode ser microempreendedor individual, desde que não seja funcionário público e que não tenha empresa em seu nome. A vantagem em ser MEI é de poder comprar direto ao fabricante caso seja comércio; emissão de notas fiscais; e contribuição do INSS,” concluiu.

Entre os serviços oferecidos pela Sala do Empreendedor da Secretaria de Finanças do Paulista estão a emissão gratuita de CNPJ, liberação de alvará, nota fiscal eletrônica, formalização de empresas e inscrição municipal. A Sala conta ainda com orientação aos empresários sobre a gestão de negócios, desde sua abertura, desenvolvimento e encerramento, até a fiscalização, registro e situação tributária. A Sala do Empreendedor atende microempreendedor individual, microempresas e empresas de pequeno porte. A unidade fica na Avenida Marechal Floriano Peixoto, s/n, no Centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 as 13h30.

A Agência do Trabalho do Paulista oferece 20 vagas nesta segunda-feira (28.05)

Você que está à procura de uma oportunidade de emprego deve ficar ligado nas vagas que a Agência do Trabalho do Paulista oferece nesta segunda-feira (28.05).  Tem para lavador de veículos (2) com Ensino Fundamental completo e seis meses na CTPS, salário não informado. Ainda tem para técnico de manutenção industrial (2), Auxiliar de logística (4) e vendedor pracista (5), para essas três é necessário ter Ensino Médio completo, seis meses de experiência, a remuneração não foi divulgada.



Para as pessoas com deficiência tem vagas para auxiliar de linha de produção (2) com Ensino Fundamental completo, seis meses na CTPS e o salário de R$ 1.089,00, auxiliar de linha de produção (1) e operador de vendas (lojas) (4). Para concorrer a essas vagas é necessário ter Ensino Médio completo e seis meses de experiência. Salário não foi informado.

Os concorrentes precisam se apresentar a Agência do Trabalho do Paulista, que fica localizada na Praça Frederico Lundgren, s/n, no Centro. Ela funciona de segunda a sexta, das 7h às 13h. Para outras informações entrar em contato com a Central de Vagas: 3183-7293.

Rodrigo Maia critica uso das Forças Armadas e volta a defender redução de impostos para combustíveis

Agência Câmara 


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, criticou o uso das Forças Armadas para conter o movimento de paralisação de caminhoneiros que bloqueiam estradas em todo o País. O presidente Michel Temer assinou nesta sexta-feira (25) decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que autoriza o emprego das Forças Armadas em casos de situações de perturbação da ordem pública.
Rodrigo Maia afirmou que a desobstrução das estradas é importante, mas deve ser feita com cuidado. "Utilização das Forças Armadas não parece um passo correto neste momento", afirmou, em entrevista coletiva na residência oficial. "Os manifestantes estão dialogando. Não acho [o uso das Forças Armadas] o melhor caminho", completou.
Ele espera que o diálogo continue e prometeu avançar na semana que vem em projetos que ajudam a regulamentar o setor e garantem maior segurança jurídica para sair o mais rapidamente possível dessa crise. No início da semana, Maia prometeu votar a regulamentação do transporte de cargas (PL 4860/16).
Política de preços
Rodrigo Maia criticou a política de preços da Petrobras. "Não está correto incorporar variação cambial aos preços e ter uma política de aumento diária. A Petrobras pode, com liberdade do preço, fazer uma política de mais previsibilidade para a sociedade, com aumentos em períodos mais longos", sugeriu.
O presidente da Câmara voltou a defender a redução de impostos sobre os combustíveis. "Pensar outras políticas compensatórias, reduzindo impostos. Sem interferência e sem subsídios. Se a gente quer reduzir o preço do combustível, tem que reduzir impostos", recomendou.
Rodrigo Maia lembrou que o presidente da República pode zerar as alíquotas da PIS/Cofins por decreto. "Porque dobrou alíquota dos combustíveis no ano passado por decreto e pode zerar PIS/Cofins do diesel e voltar a alíquota anterior da gasolina e do etanol. Não há vaidade [do Congresso] em aprovar o projeto da Câmara", ressaltou. A Câmara aprovou nesta semana a isenção de PIS/Cofins para o diesel até o fim do ano (PL 8456/17), que seguiu para análise do Senado.
Arrecadação
Para o presidente da Câmara, o excesso de arrecadação pode compensar essa redução de impostos. "A sociedade não pode pagar essa conta. Só com o excesso de arrecadação com o aumento do preço do petróleo, os royalties, a participação especial e o bônus de assinatura, o governo vai receber neste ano mais de R$ 13 bilhões. Não é possível que esse excesso de arrecadação não possa voltar para sociedade na forma de redução de impostos", defendeu.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Reportagem – Geórgia Moraes
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'

1ª Etapa do Campeonato de Orientação de Pernambuco (CAMPORI)

Neste fim de semana (26 e 27 de maio) haverá a 1ª Etapa do Campeonato de Orientação de Pernambuco (CAMPORI) em Igarassu. 






Plenário aprova afixação de cartazes em ônibus intermunicipais para prevenir assédio sexual


O Plenário acatou por unanimidade o substitutivo ao Projeto de Lei nº 1852/2018, do deputado Adalto Santos (PSB), que obriga a colocação de cartazes em ônibus intermunicipais para prevenir o assédio sexual. Durante a discussão da matéria, o deputado Edilson Silva (PSOL) apoiou a iniciativa, mas lamentou que a Assembleia tenha vetado a inclusão de debates sobre violência contra a mulher nas escolas em 2015, quando foi apreciado o Plano Estadual de Educação. O deputado Pastor Cleiton Collins (PP) rebateu o psolista. 

Projeto melhora hábito alimentar de alunos de escolas públicas

Programa estimula alunos a experimentarem alimentos que até então recusavam e ajuda a ampliar seus gostos e acessos a nutrientes variados


Experiências bem-sucedidas em 15 escolas públicas de São Paulo serão apresentadas durante o 39º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo - Socesp, que reunirá mais de sete mil cardiologistas na capital paulista durante o feriado de Corpus Christi.

Do desejo de conscientizar professores e alunos sobre as doenças cardiovasculares, uma das principais causas de mortalidade no Brasil, nasceu em 2018, o "Projeto Coração Saudável", parceria entre a Socesp e a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

Hoje, cinco meses após o início da parceria, já é possível perceber os primeiros frutos. Exemplo disso são os projetos "Alimentação Saudável: Como aumentar o consumo da alimentação escolar", da Escola Estadual Fortunato Pandolfi Arnoni, em Mauá; "Coração Saudável", da Escola Estadual Reverendo Atael Fernando Costa, em Diadema; e "O sabor da Vida", da Escola Estadual Itajahy Feitosa Martins, em Itapevi.

Três projetos importantíssimos e que estão mudando a rotina dos alunos do 1º ao 5º ano, que não se interessavam pela alimentação servida na escola e que recorriam a lanches pouco saudáveis, como doces, biscoitos recheados, chocolates e salgadinhos.

O índice de obesidade e sobrepeso entre os alunos vinha crescendo a cada ano e, paralelamente, o aumento do consumo de alimentos processados e ultraprocessados também. Para mudar esse quadro, a Socesp, empenhada em reduzir a mortalidade por doenças cardiovasculares, firmou parceria a fim de promover a educação alimentar dos alunos, por meio do maior conhecimento sobre os alimentos que consumiam.
As escolas puderam escolher a melhor metodologia para desenvolver o projeto, sendo que tinham como único objetivo desenvolver situações de ensino que estimulassem a reflexão sobre a importância da qualidade da vida e prevenção das diversas doenças provenientes da má alimentação e sedentarismo.

De acordo com o presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, Dr. José Francisco Kerr Saraiva, o programa "Alimentação Saudável", é coordenado através da parceria entre a Socesp e Secretaria do Estado da Educação de São Paulo e visa ampliar as ações de prevenção na rede estadual de ensino e conscientizar os alunos sobre os fatores de riscos cardiovasculares que estão diretamente ligados à alimentação.
"A Socesp atua fortemente, capacitando e orientando professores, preparadores de merenda e dirigentes escolares, no intuito de desenvolver ações conjuntas de cooperação e intercâmbio de informações, concentradas na promoção da conscientização dos alunos da rede estadual de ensino, visando à prevenção de doenças cardiovasculares", salienta Saraiva.

O projeto está sendo executado em 11 escolas na Região Metropolitana e tem sua expansão prevista, em 2018, para mais 16 estabelecimentos no Interior e Litoral de São Paulo.
SERVIÇO 39º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado Transamérica Expo Center -- Av. Dr. Mário Av. Dr. Mário, 387 – Santo Amaro
De 31 de maio a 2 de junho
Horário: 31/05 – das 8h30 às 19h
01/06 – das 9h às 19h
02/06 – das 9h às 14h30

CPI: Fernando Bezerra destaca que “parcelado sem juros engana consumidor” e taxas de grandes redes varejistas são “extorsivas”


Relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Cartões de Crédito, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) chamou a atenção, nesta quarta-feira (23), para a cultura do chamado “parcelado sem juros” no Brasil. Durante audiência pública na CPI, o parlamentar também destacou o que ele considera “juros extorsivos” praticados por grandes redes varejistas em financiamentos com taxas que chegam a 800% ao ano.
“O ‘parcelado sem juros’ é uma verdadeira ‘jabuticaba’ brasileira, que não existe em nenhum outro lugar do mundo”, ressaltou Fernando Bezerra. Na avaliação do senador, é necessário fazer a real distinção do que é venda à vista e do que é a prazo, garantindo-se desconto verdadeiro a quem optar pela aquisição à vista e cobrando-se juros adequados àqueles que desejarem comprar em prestações. “Estes parcelamentos ditos ‘sem acréscimo’ são uma forma de enganar o consumidor porque, como sabemos, ali está embutida uma parcela de juros bastante elevada”, acrescentou Bezerra Coelho.
Participaram do debate de hoje, no Senado, o conselheiro do Instituto do Desenvolvimento do Varejo (IDV), Jorge Gonçalves Filho; e a analista de Relações Institucionais e Governamentais da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do SPC Brasil, Bianca Paula Robles. Durante a audiência – conduzida pelo senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) – Fernando Bezerra evidenciou dados do Banco Central (Bacen) que revelam os maiores juros praticados por instituições operadoras de cartão de crédito.
REDE VAREJISTA – Segundo relatórios do Bacen, grandes redes varejistas cobram taxas que vão de 500% a 800% ao ano, superando os índices médios na rede bancária (entre 350% e 400% ao ano). “São juros abusivos”, observou Fernando Bezerra. “É necessário que estas práticas sejam revistas”, completou o relator.
Para Jorge Gonçalves Filho, do IDV, o varejo precisa ter custos menores tanto para o lojista como para o consumidor. Ele defendeu a revisão do reembolso aos varejistas nas vendas com cartão de crédito na modalidade “rotativo” e um limite de pagamento (pelos lojistas) de R$ 0,20 por transação eletrônica nas comercializações com cartão de débito.
“O Brasil precisa se adequar ao mundo”, afirmou Gonçalves Filho. O conselheiro do IDV ainda ressaltou: “um menor custo do crédito para o varejista representa, consequentemente, um menor custo para o consumidor, além de uma maior oferta de empregos no comércio”.
A analista Bianca Robles também enfatizou a necessidade de diminuição dos juros do crédito no país. “Custos são sempre repassados pelos lojistas aos consumidores”, disse.
Ao demonstrar os efeitos das altas taxas dos cartões rotativos – que praticamente dobram uma dívida de R$ 1.000 parcelada em 12 vezes – Robles emendou: “O dinheiro dos juros que o consumidor paga poderia ser gasto por ele no comércio, o que resultaria no aquecimento da economia local”.
Esta foi a terceira audiência pública realizada pela CPI dos Cartões de Crédito. O quarto debate ocorrerá no próximo dia 30, no Senado, com a participação de representantes dos principais bancos públicos e privados que atuam no país.

Transporte complementar do Paulista segue em processo de recadastramento


Dando sequência ao recadastramento anual da frota que compõe o transporte complementar do Paulista, a Prefeitura convoca todos os profissionais que atuam nas linhas 3, 4, 5, 6, 7 para realizar no período de 21.05.2018 à 01.06.2018 o procedimento que garante o direito à circular no município.
Para efetuar o recadastramento, os permissionários deverão se apresentar à sede da Secretaria de Mobilidade e Administração das Regionais, que fica localizada na Rua Campo Grande, s/n, Aurora, por trás do estádio Ademir Cunha. O atendimento ao público é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h.
Na oportunidade, além da atualização cadastral, uma vistoria veicular será realizada para checar todos os itens de segurança do automóvel. Após o término do prazo, a Prefeitura intensificará a fiscalização para coibir a circulação dos veículos e condutores não regulamentados.
Confira abaixo os documentos necessários e o cronograma completo para a realização do procedimento:
Documentos:
Permissionários
- Cartão Alvará
- Xerox da habilitação (categoria D)
- Xerox comprovante de residência (Água, Luz Telefone ou boleto bancário)
- 01 foto 3x4 recente
- Certidões de antecedentes criminais (Estadual e Federal)
- Certificado de Vistoria GNV (Caso utilize o combustível)
- CRLV
- Curso de transporte de passageiros
 Motorista auxiliar
- Xerox Habilitação (categoria D)
- Xerox comprovante de residência (Água, Luz Telefone ou envio Bancário)
- 01 foto 3x4 recente
Cronograma do recadastramento por linhas:
Linha 1 – 02.05.2018 à 11.05.2018
Linha 2 – 14.05.2018 à 18.05.2018
Linhas 3, 4, 5, 6, 7 – 21.05.2018 à 01.06.2018
Linha 8 – 04.06.2018 à 08.06.2018
Linha 9 – 11.06.2018 à 15.06.2018
Linha 10 – 18.06.2018 à 22.06.2018
Linhas 11, 13, 14 – 25.06.2018 à 06.07.2018

Falta de abastecimento pela greve dos caminhoneiros afeta serviços essenciais em Paulista


Por conta da falta de abastecimento provocada pela greve dos caminhoneiros, a Prefeitura do Paulista teve diversos serviços considerados essenciais afetados. Sem conseguir abastecer a frota desde a última terça-feira, o trabalho de várias secretarias vem sendo seriamente prejudicado. Destaque para os serviços desempenhados pelas pastas de Educação; Políticas Sociais e Esportes; Executiva de Serviços Públicos; Mobilidade e Administração das Regionais; Desenvolvimento Urbano e Habitação; e Saúde.

Confira a situação:

Educação:
As escolas da rede municipal estão funcionando de acordo com as possibilidades individuais. Algumas unidades abriram com o efetivo normal, outras com déficit de estudantes e professores. As equipes gestoras podem adotar medidas de flexibilização e manter o funcionamento dentro do possível. Apesar disso, é necessário fazer os devidos registros, justificativas e permanente comunicação com Secretaria de Educação.
Os transportes escolares estão garantidos para todos os estudantes até hoje. As cantinas estão abastecidas o que não deve prometer a merenda dos alunos.

Políticas Sociais e Esportes:
A falta de combustível afeta os serviços desempenhados pelos centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), além dos Conselhos Tutelares. Não está sendo possível fazer visitas domiciliares do CadÚnico, nem tão pouco elaborar relatórios psicossociais exigidos pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Os veículos que servem as Casas de Acolhimento estão com o combustível na reserva, só podendo ser usado em caso de urgência, como no socorro de um usuário até uma unidade hospitalar. A secretaria possui 13 viaturas. Deste total, 90% estão sem poder rodar.

Secretaria Executiva de Serviços Públicos:
Algumas localidades já não contam com a coleta de lixo regular desde ontem. Sem poder abastecer a frota, o órgão terá de suspender o recolhimento dos resíduos domiciliares a partir do meio dia de hoje. Ao todo, 14 caminhões compactadores e outros seis do tipo caçamba devem deixar de realizar o serviço. A situação compromete também o trabalho de limpeza de canais e retirada de entulhos com a retroescavadeira; terraplenagem de vias com a máquina motoniveladora; poda de árvores com motosserra; e capinação com roçadeira. Todos eles já estão sem combustível. Até as cinco viaturas das equipes de fiscalização estão sem poder rodar.

Mobilidade e Administração das Regionais:
O trabalho de fiscalização de trânsito nas vias da cidade já está comprometido. A frota é composta por 12 motos e quatro viaturas. Deste total, cinco estão sem poder circular pela cidade, sendo quatro motocicletas e um carro do tipo gol. A tendência é que ao longo do dia mais veículos fiquem desabastecidos.

Desenvolvimento Urbano e Habitação
O serviço de fiscalização de obras está temporariamente suspenso, bem como o trabalho desempenhado pela equipe da cartografia. Ambos os setores necessitam fazer inspeções inloco o que não está sendo possível. A única viatura que ainda possui combustível não está podendo realizar as atividades de rotina e fica liberada apenas para situações emergenciais.

Saúde
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) só tem combustível para atendimento até esta quinta-feira, 24.

A Prontoclínica Torres Galvão (PTG) está mantendo os serviços através de uma equipe mínima. Porém, alguns profissionais não conseguiram chegar à unidade. A ambulância que realiza a remoção de pacientes já está sem combustível. Quem precisar ser transportado para outra unidade terá de ser pelo SAMU.

Os pacientes com microcefalia, além dos que precisam de locomoção para realizar quimioterapia, radioterapia, ou de ordem judicial que são encaminhados para o Recife, dentro do programa Segue Cuidando, terão garantia de transporte apenas até esta quinta.

Em relação aos prestadores de serviço e coletas de exames, por enquanto ainda estão sendo executados os serviços, no entanto, a partir de amanhã é possível que haja déficit de atendimento.

Nas unidades de Saúde da Família, o esquema especial é de cooperação solidária entre as equipes, para que se mantenha a unidade aberta para acolher aos usuários, no entanto, não há garantia de equipes completas nos postos.

Nos postos que dispõem de vacinas no estoque, a população está sendo atendida, mas não há como fazer a reposição das doses onde for desabastecido, bem como não há como fazer reposição de insumos, em unidades com baixo estoque de material médico-hospitalar e de medicamentos.

Algumas unidades de saúde estão sem atendimento. Os faltosos sem justificativa deverão ser notificados e levarão faltas, já que a proposta é de que os que morem perto das unidades, abram normalmente para acolher a população.

COMUNICADO OFICIAL


Venho a público comunicar que em consequência do desabastecimento de combustíveis, causada pela paralização nacional dos caminhoneiros, os veículos que garantem a mobilidade para a prestação de serviços essenciais da Secretaria de Saúde do Paulista estão comprometidos.
Vale salientar que todos os serviços de saúde realizados pelo município, através de programas como o Segue Cuidando, SAMU,  vigilância sanitária, abastecimento dos postos, Remédio em Casa, entre outros, que dependem de transporte, serão paralisados, caso o abastecimento não volte à normalidade nesta Sexta-feira, 25.05.
A gestão está buscando solução emergencial entre os funcionários, no que diz respeito a transporte solidário, para garantir a manutenção de Postos de saúde em funcionamento. Mesmo assim, é importante esclarecer que os atendimentos estão sendo realizados com dificuldades ocasionadas pela ausência de vários profissionais.
Estamos dispostos à qualquer esclarecimento.

I SEMINÁRIO SOBRE ADOÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES DO PAULISTA


O Grupo de Apoio à Adoção do Paulista (GAAP) optou pelo adiamento do I Seminário sobre a Adoção de Crianças e Adolescentes, que aconteceria nesta sexta-feira (25.05), em virtude dos reflexos da greve dos caminhoneiros.

Contamos com vossa compreensão.

Limpeza Urbana de Olinda sofre alteração devido à greve dos caminhoneiros

Serviço só será restabelecido integralmente com o fim das paralisações

       
A precariedade na oferta de combustíveis em virtude da paralisação dos caminhoneiros também está afetando os caminhões da limpeza urbana de Olinda. A Secretaria de Serviços Públicos foi obrigada a estabelecer um calendário alternativo enquanto durar a greve. O esquema de coleta é o seguinte:
Sexta-feira: Sítio Histórico, grandes corredores e praia;
Sábado: Coleta normal em toda cidade;
Domingo: Sítio Histórico, grandes corredores e praia;
Segunda-feira: Vias secundárias de todos os bairros.
     O trabalho só será retomado integralmente com o fim do movimento grevista. A Secretaria de Serviços Públicos aproveita para solicitar a compreensão e pedir que as pessoas coloquem o lixo ensacado em frente de suas residências uma hora antes da passagem do caminho da coleta.  
      A área de Iluminação Pública, a partir desta sexta-feira (25.05), também sofrerá modificações. As equipes irão atuar em esquema de plantão para atender apenas casos de emergência.

Priscila Krause pede para governador antecipar redução do ICMS sobre gasolina e diesel


A deputada estadual Priscila Krause (DEM) protocolou ofício no Palácio do Campo das Princesas, na manhã desta quinta-feira (24), solicitando ao governador Paulo Câmara (PSB) que, diante da grave crise de abastecimento de combustíveis fósseis, reflexo dos preços exorbitantes praticados na ponta, envie à Assembleia Legislativa projeto de lei antecipando de janeiro de 2020 para junho de 2018 a retomada das alíquotas do ICMS cobradas sobre a gasolina e o diesel ao nível do início de sua gestão. Em setembro de 2015, o governador aumentou temporariamente o imposto estadual sob gasolina de 27% para 29% e do diesel de 17% para 18%.  Ao retomar as alíquotas do período em que assumiu a administração estadual, o valor da gasolina reduziria em R$ 0,09/litro e o do diesel R$ 0,04/litro.
            De acordo com a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), na atual quinzena – de 16 a 31 de maio de 2018 – o valor arrecadado pelo governo de Pernambuco por litro de gasolina vendido é R$ 1,23, enquanto no diesel a arrecadação por unidade de litro é de R$ 0,61. Da parte de arrecadação federal, a incidência de Cide e PIS/Cofins arrecada R$ 0,65 por litro de gasolina comercializado e R$ 0,46 no caso do diesel.  
“É preciso que o governador assuma que parte da solução da crise passa pelo governo estadual, já que quase um terço do valor do litro de gasolina vai direto para o fisco estadual. Trata-se do federalismo cooperativo, cabem a todos os entes participarem com alguma renúncia. Quando a crise bateu houve um tarifaço temporário enviado para a Assembleia, que inclusive votei contra. Nada ma