Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Deputado Zé Maurício aponta dados preocupantes sobre a biodiversidade brasileira na Plenária desta terça (22) na Alepe


Dados da Plataforma Intergovernamental sobre Biodiversidade e Serviços de Ecossistemas (IPBES) indicam que a Terra está atualmente experimentando uma nova “extinção em massa”, tendo em vista que quase 50% dos recifes de corais desapareceram nos últimos 30 anos; e as populações de mais de 3 mil espécies de animais diminuíram 60% nos últimos 40 anos. Apesar de ser tido como o 2º mais biodiverso do mundo, abrigando a maior floresta tropical do globo, com cerca de 10% a 20% da biodiversidade terrestre, o Brasil enfrenta os efeitos dos impactos ambientais, como o desmatamento e o uso desordenado do solo, que levam o país a contar somente com 20% da sua Mata Atlântica original.
Esses e outros pontos foram pontuados pelo deputado estadual Zé Maurício, na reunião Plenária da Alepe desta terça (22), Dia Internacional da Biodiversidade – em que é reverenciada a aprovação da redação final da Convenção da Diversidade Biológica (CDB), durante a Conferência sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (a ECO-92) realizada em 22 de maio daquele ano no Rio de Janeiro.  A Convenção definiu pontos, como a conservação da diversidade biológica; o seu uso sustentável; e a distribuição justa e equitativa dos benefícios advindos do uso econômico dos recursos genéticos.
Presidente da Comissão de Meio Ambiente da Casa Joaquim Nabuco, Zé Maurício sublinhou a importância da data, no sentido de reforçar a preservação da biodiversidade, visto também que esta afeta diretamente a vida humana no Planeta. “Preservar a biodiversidade é garantir não só a perpetuação das espécies animais e vegetais, como também da nossa própria existência”, defendeu.

Conscientização


O deputado destacou ainda a realização da Semana Bloom – Por Cidades Mais Verdes, evento que tem início, nesta quarta (23), no Porto Social no Recife, e reúne empreendedores, pesquisadores, entre outros profissionais, dedicados à pauta da sustentabilidade, com a promoção de oficinas, palestras e intervenções artísticas em torno do assunto. “Ações como essa merecem nosso destaque, porque contribuem para a formação de uma consciência coletiva e criam um efeito propagador, cujo conhecimento adquirido pode ser repassado às próximas gerações”, reforçou o parlamentar.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.