Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Sonetos, fantoches e serviços marcam o Dia das Mães em unidades da Funase

Socioeducandos deram vazão à criatividade, produzindo presentes e outras formas de homenagear as mães

O Dia das Mães foi celebrado de maneira ampla e interdisciplinar pela Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). Na maioria das 22 unidades espalhadas pelo Estado, socioeducandos desenvolveram atividades em alusão à data sob orientação das equipes técnicas e tiveram momentos de fortalecimento de laços familiares por meio de palestras e oficinas. Na sede da instituição, no Recife, funcionários também tiveram um período de confraternização, oração e homenagens nesta sexta-feira (11) em clima de preparação para a data, celebrada no domingo (13).



No Centro de Internação Provisória (Cenip) Santa Luzia, socioeducandas produziram sonetos destinados às mães que compareceram a uma homenagem dentro da unidade. Mensagens de afeto, carinho e saudade deram o tom dos textos, como o Soneto do Arrependimento. “Mãe, se eu pudesse no tempo voltar, faria diferente / Me arrependo das minhas atitudes e sinto lembranças da gente / Era tão bom ficar todos os dias junto a ti / Sempre penso na nossa vida antes de dormir”, escreveu a jovem A.C., em um dos sonetos.

No Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Jaboatão, os internos receberam as mães com arranjos de flores produzidos por eles. O dia de atividade ainda contou com um teatro de fantoches, a apresentação de um mural de recados e um Espaço Beleza para as presentes. As mães que compareceram ao Case Abreu e Lima também contaram com um dia de cuidados com a estética. A ação foi viabilizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) por meio de uma parceria articulada pelo Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase.

No Case Santa Luzia e na Casa de Semiliberdade (Casem) Santa Luzia, ambas no Recife, as festas tiveram direito a decoração especial nas paredes, sorteio de brindes, oração e apresentações das socioeducandas. Na Casem Areias, na Capital, e no Cenip Caruaru, no Agreste do Estado, os momentos entre mães e filhos também foram marcados por muitas emoções. Artesanatos produzidos pelos adolescentes foram entregues como presentes. No Case Cabo e na Casem Casa Amarela, as homenagens tiveram a participação da Banda Liberdade, composta por socioeducandos do Case Abreu e Lima.

SEDE
Já na sede da instituição, a presidente da Funase, Nadja Alencar, destacou a importância de celebrações como essas. “Tudo o que podemos desejar é que, o próximo domingo, quando comemorarmos com a nossa família, seja um dia excelente. Todo dia é Dia das Mães porque são elas que nos fortalecem. Cada uma de nós sabe o significado disso na vida de nossos filhos”, refletiu. “É um dia para lembrarmos o lado bom da maternidade e guardarmos lá para trás as nossas lutas e dificuldades”, completou a diretora geral de Planejamento e Orçamento, Zed Galvão.

A diretora geral de Gestão do Trabalho e Educação, Nadja Oliveira, que abriu o momento de homenagem, fez um discurso em que lembrou a importância das mulheres que fazem a Funase. “Desenvolvemos, todo dia, a maternagem. Cada filho que tivemos é uma missão que nos foi dada, que é a de entregar ao mundo um cidadão de bem, generoso, caridoso e respeitoso”, afirmou. “No nosso dia, a gente exerce nosso papel de mãe, de profissional. O que nos rodeia é esse amor maior”, endossou a diretora geral da Política de Atendimento, Íris Borges.

Imagem: Divulgação/Funase

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.