Curta o Paulista Atualizado no facebook e receba todas as nossas atualizações!

Compartilhar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

Dia Internacional das Crianças Inocentes Vítimas de Agressão: uma data de protesto, luto e reflexão


Esta segunda (04.06), não é um dia de celebração, é um dia de protesto, luto e reflexão, escolhido pela Organização das Nações Unidas (ONU) para refletir os casos das crianças vitimas de violência. Essa data é marada como o Dia Internacional das Crianças Inocentes Vítimas de Agressão, pois diariamente muitos meninos e meninas sofrem agressão física e psicológica, inclusive dentro de suas próprias casas.

Este dia relembra todas as vítimas de violência infantil, como envenenamento, espancamento, trabalho infantil, abuso sexual, mas também destaca a necessidade de proteção e de educação das crianças, pois elas se encontram numa fase delicada, de construção de caráter, valores e mentalidade.

É de extrema importância evitar que as crianças se envolvam em situações de risco e é dever de todo o cidadão garantir um ambiente seguro para o crescimento delas, mas nem sempre isso acontece. Por conta de casos de violação de direitos, algumas vezes é necessário afastar a criança dos agressores, inserindo-as em Casas de Acolhimento Institucional, que são instituições destinadas às crianças e adolescentes que tiveram seus direitos violados com vínculos familiares rompidos ou fragilizados, a fim de garantir proteção integral para eles.

A cidade do Paulista, atualmente, conta com duas casas de acolhimento sob os cuidados da Secretaria de Políticas Sociais e Esportes. Uma de execução direta, Vó Raimunda I e II, e outra que atua na execução indireta, o Lar Maná, porém, afastar as crianças da família e integra-las nessas residências institucionais é uma medida que deve ser tomada em último caso, aplicada apenas nas situações de grave risco à sua integridade física e/ou psíquica.

Ao presenciar algum caso de violência contra a criança, o cidadão não pode ser omisso, ele deve fazer a denúncia pelo Disk 100 do Conselho Tutelar, das 08h às 22h e também na Polícia Militar, ligando para o 190. As ligações podem ser realizadas de forma anônima e gratuita.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.